Acuidade visual, sensibilidade ao contraste, acuidade estereoscópica: estudo de caso controle em escolares com baixo peso ao nascer

Acuidade visual, sensibilidade ao contraste, acuidade estereoscópica: estudo de caso controle em escolares com baixo peso ao nascer

Autor Ferrari, Maria Valeria Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Puccini, Rosana Fiorini Puccini Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria
Resumo Low birth weight (LBW) is one of the most important risk factors for neonatal mortality in addition to being one of the determinants of morbidity in childhood. The emergence of new technologies has provided a high survival rate in this group of infants with low birth weight, however, does not prevent the onset of sequelae that can lead to damage to neurodevelopment. Prematurity and congenital infections as well as intrauterine growth restriction are some factors related to LBW that can lead to intellectual, auditory and visual deficits. Objective: To evaluate the visual functions of visual acuity, contrast sensitivity and stereopsis tests of schoolchildren with low birth weight comparing them to school adequate weight and to analyze the association of visual changes to birth weight, gestational age and Apgar. Methods: Cross-sectional study of the case-control carried out in 520 children at 6 to 10 years old in the municipal Embu das Artes - SP - from August 2011 to March 2012. Results: We found that there was no difference statistically significant between the groups in the functions analyzed in relation to birth weight and Apgar, but in relation to gestational age there was poor results in visual acuity (P = 0.016) and stereo acuity (p = 0.006) in preterm school the which did not occur in the contrast sensitivity function (p = 0.636). Conclusions: Low birth weight is a risk factor for changes in visual functions although limited relevance, underscoring the need for more targeted attention to those students born with small gestational age caused by the marked immaturity of the visual system.

O baixo peso ao nascer (BPN) é um dos fatores de risco mais importantes da mortalidade neonatal além de ser um dos determinantes das morbidades na infância. O surgimento de novas tecnologias tem propiciado um alto índice de sobrevivência nesse grupo de bebês com BPN, contudo, não impede o aparecimento de sequelas que podem levar a danos no desenvolvimento neuropsicomotor. Prematuridade e infecções congênitas além de restrição do crescimento intrauterino são alguns fatores relacionados ao BPN que podem levar a alterações intelectuais, auditivas e visuais importantes. Objetivo: avaliar as funções visuais de acuidade visual, sensibilidade ao contraste e acuidade estereoscópica de escolares nascidos com baixo peso comparando-os a escolares nascidos com peso adequado e analisar a associação das alterações visuais ao peso ao nascer, à idade gestacional e ao Apgar. Método: Estudo transversal do tipo caso controle, realizado em 520 escolares de 6 a 10 anos de idade da rede municipal de Embu das Artes ? SP ? no período de agosto de 2011 a março de 2012. Resultados: verificou-se que não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos nas funções analisadas em relação ao peso e ao Apgar, porém em relação à idade gestacional observou-se maior frequência de alteração da acuidade visual (P=0,016) e da acuidade estereoscópica (p=0,006) nos escolares pré-termos o que não ocorreu na função de sensibilidade ao contraste (p=0.636). Conclusões: Baixo peso ao nascer representa um fator de risco para alterações das funções visuais, embora de relevância limitada, ressaltando a necessidade de atenção mais direcionada àqueles escolares nascidos com baixa idade gestacional ocasionada, em parte, pela marcada imaturidade do sistema visual.
Assunto low birth weight
visual acuity
depth perception
visual perception
vision disorders
schoolchildren
recém-nascido de baixo peso
estudantes
acuidade visual
percepção de profundidade
percepção visual
transtornos da visão
Idioma Português
Data 2016-01-04
Publicado em FERRARI, Maria Valeria. Acuidade visual, sensibilidade ao contraste, acuidade estereoscópica: estudo de caso controle em escolares com baixo peso ao nascer. 2016. 65 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Linha de pesquisa Medicina
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4265624
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47208

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)