Análises de estilos de aprendizagem de crianças e adolescentes com transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e desenvolvimento típico

Análises de estilos de aprendizagem de crianças e adolescentes com transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e desenvolvimento típico

Author Fonseca, Maria Fernanda Batista Coelho da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Bueno, Orlando Francisco Amodeo Bueno Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psicobiologia
Abstract Learning style (EA) is a concept used in education which reflects the preferred expressions of how individuals process information, interact and respond uniquely to different learning tasks in the school environment. The aim of this study was to analyze the learning styles in relation to neuropsychological aspects, behavioral and academic performance in children with Attention Deficit Disorder and Hyperactivity Disorder (ADHD) compared to typically developing children (TD). Method: 60 children were evaluated, 30 with ADHD according to DSM IV and 30 DT, aged 6 to 12 years, of both sexes, matched for age, gender, grade and type of school (public or private). Learning styles were classified into 4 subtypes, active, reflective, theoretical and pragmatic, according to the patterns of responses in the Learning Styles Inventory (IEA) of Portilho & Beltrami (2009). Such styles were related to findings in neuropsychological tests including intelligence quotient, attention, memory, executive function and scales of behavioral symptoms and executive function, and standardized measures of educational and motivational performance .Results: There were no statistically significant differences between the different EA in ADHD and TD groups. There was a correlation between EA with multiple neuropsychological and behavioral variables in both groups (ADHD and TD). The active style correlated with good initiative measures (p <0.018), difficult to maintain the focus of attention (p <0.048) and greater variability in reaction time (RT) over computed task of care (p <0.009 ). The reflective style correlated to better performance in educational tasks (p <0.021) in working memory tests (0033), but less able to maintain a consistency in TR (p <0.038) as well as lower rates of behavior anxiety (p <0.03) and depression (p <0.004). The theoretical style correlated with positive motivation indicators (p <0.016), visual-spatial working memory (p <0.049) as well as with higher levels of anxiety (p <0.045). The pragmatic style was positively correlated with verbal working memory (p <0.025), greater variability and consistency in responses along the computerized task attencion and lower performance in spatial vision working memory (p <0.048), intrinsic motivation (p < 0.027).Conclusion: Our study highlights the importance of studying the different learning styles in neuropsychological processes interface that reflect different cognitive patterns, behavioral and academic performance, useful in selecting educational and motivational strategies assertive, both in children with ADHD as with typical performance.

Estilo de aprendizagem (EA) é um conceito utilizado na área educacional pedagógica que traduz as expressões preferenciais de como os indivíduos processam as informações, interagem e respondem de maneira singular às diferentes tarefas de aprendizagem no ambiente escolar. O objetivo desse estudo foi o de analisar os estilos de aprendizagem em relação aos aspectos neuropsicológicos, comportamentais e de desempenho acadêmico em crianças com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) comparado a crianças com desenvolvimento típico (DT). Método: Foram avaliadas 60 crianças, sendo 30 com TDAH de acordo com os critérios do DSM IV e 30 DT, com idades entre 6 e 12 anos, de ambos os sexos, pareadas por idade, gênero, série escolar e tipo de escola (pública ou privada). Os estilos de aprendizagem foram classificados em 4 subtipos, ativo, reflexivo,teórico e pragmático, de acordo com os padrões de respostas no Inventário de Estilos de Aprendizagem (IEA) de Portilho & Beltrami (2009). Tais estilos foram relacionados aos achados em testes neuropsicológicos incluindo Coeficiente de Inteligência, atenção, memória, função executiva e escalas de sintomas comportamentais e função executiva, além de medidas padronizadas de desempenho pedagógico e motivacional. Resultados: Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os diferentes EA nos grupos TDAH e DT. Houve correlação entre EA com as múltiplas variáveis neuropsicológicas e comportamentais de ambos os grupos (TDAH e DT). O estilo ativo correlacionou-se à medidas de iniciativa (p<0,018), dificuldades para manter o foco da atenção (p<0,048) e maior variabilidade no tempo de reação (TR) ao longo de tarefa computadorizada de atenção (p<0,009). O estilo reflexivo correlacionou-se ao melhor desempenho em tarefas pedagógicas (p<0,021), em provas de memória operacional verbal e visoespacial(0.033), mas a uma menor capacidade de manter uma consistência no Tempo de Reação (p<0,038) bem como a menores índices de comportamentos ansiosos(p<0,03) e depressivos (p<0,004). O estilo teórico correlacionou-se com indicadores positivos de motivação (p<0,016), memória operacional visoespacial (p<0,049) com maiores índices de ansiedade (p<0,045). O estilo pragmático correlacionou-se positivamente à memória operacional verbal (p<0,025), maior variabilidade e consistência nas respostas ao longo da tarefa de xi atenção e menor desempenho na memória operacional viso espacial (p<0,048), e de motivação intrinseca (p<0,027). Conclusão: Nosso trabalho ressalta a importância de estudar os diferentes estilos de aprendizagem na interface de processos neuropsicológicos que refletem diferentes padrões cognitivos, comportamentais e de desempenho acadêmico, úteis na seleção de estratégias educacionais e motivacionais assertivas, tanto em crianças com TDAH como com desempenho típico. Descritores: Estilo de aprendizagem (EA) é um conceito utilizado na área educacional pedagógica que traduz as expressões preferenciais de como os indivíduos processam as informações, interagem e respondem de maneira singular às diferentes tarefas de aprendizagem no ambiente escolar. O objetivo desse estudo foi o de analisar os estilos de aprendizagem em relação aos aspectos neuropsicológicos, comportamentais e de desempenho acadêmico em crianças com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) comparado a crianças com desenvolvimento típico (DT). Método: Foram avaliadas 60 crianças, sendo 30 com TDAH de acordo com os critérios do DSM IV e 30 DT, com idades entre 6 e 12 anos, de ambos os sexos, pareadas por idade, gênero, série escolar e tipo de escola (pública ou privada). Os estilos de aprendizagem foram classificados em 4 subtipos, ativo, reflexivo,teórico e pragmático, de acordo com os padrões de respostas no Inventário de Estilos de Aprendizagem (IEA) de Portilho & Beltrami (2009). Tais estilos foram relacionados aos achados em testes neuropsicológicos incluindo Coeficiente de Inteligência, atenção, memória, função executiva e escalas de sintomas comportamentais e função executiva, além de medidas padronizadas de desempenho pedagógico e motivacional. Resultados: Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os diferentes EA nos grupos TDAH e DT. Houve correlação entre EA com as múltiplas variáveis neuropsicológicas e comportamentais de ambos os grupos (TDAH e DT). O estilo ativo correlacionou-se à medidas de iniciativa (p<0,018), dificuldades para manter o foco da atenção (p<0,048) e maior variabilidade no tempo de reação (TR) ao longo de tarefa computadorizada de atenção (p<0,009). O estilo reflexivo correlacionou-se ao melhor desempenho em tarefas pedagógicas (p<0,021), em provas de memória operacional verbal e visoespacial(0.033), mas a uma menor capacidade de manter uma consistência no Tempo de Reação (p<0,038) bem como a menores índices de comportamentos ansiosos(p<0,03) e depressivos (p<0,004). O estilo teórico correlacionou-se com indicadores positivos de motivação (p<0,016), memória operacional visoespacial (p<0,049) com maiores índices de ansiedade (p<0,045). O estilo pragmático correlacionou-se positivamente à memória operacional verbal (p<0,025), maior variabilidade e consistência nas respostas ao longo da tarefa de xi atenção e menor desempenho na memória operacional viso espacial (p<0,048), e de motivação intrinseca (p<0,027). Conclusão: Nosso trabalho ressalta a importância de estudar os diferentes estilos de aprendizagem na interface de processos neuropsicológicos que refletem diferentes padrões cognitivos, comportamentais e de desempenho acadêmico, úteis na seleção de estratégias educacionais e motivacionais assertivas, tanto em crianças com TDAH como com desempenho típico. Descritores: Aprendizagem, Estilos de aprendizagem, Avaliação neuropsicológica, Comportamento.
Keywords learning
learning styles
neuropsychological
behavior
aprendizagem
estilos de aprendizagem
avaliação neuropsicológica
comportamento
Language Portuguese
Date 2016-08-31
Published in FONSECA, Maria Fernanda Batista Coelho da. Análises de estilos de aprendizagem de crianças e adolescentes com transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e desenvolvimento típico. 2016. 74 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 74 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3724512
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47165

Show full item record




File

Name: Tese-15786.pdf
Size: 1.047Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account