Evidências científicas das neurociências para a terapia cognitivo-comportamental

Evidências científicas das neurociências para a terapia cognitivo-comportamental

Título alternativo Scientific evidences from neurosciences to cognitive behavioral therapy
Evidencias científicas de las neurociencias para la terapia cognitiva-conductista
Autor Porto, Patrícia Google Scholar
Oliveira, Letícia Google Scholar
Volchan, Eliane Google Scholar
Mari, Jair de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Figueira, Ivan Google Scholar
Ventura, Paula Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Rio de Janeiro
Universidade Federal Fluminense
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Anxiety disorders are related with inability to control fear and regulate negative emotions. The cognitive behavioral therapy (TCC) encompasses techniques that allow both the extinction of fear conditioning and cognitive emotional regulation. The study aims to report results of emotion regulation studies that can illustrate the association and collaboration between TCC and neuroscience. Based on emotion regulation studies, this study corroborates previous findings of clinical trials with TCC, revealing that interventions like distraction, cognitive reªstructuring and exposure are effective in regulating emotions.

Los trastornos de ansiedad establecen relación con la incapacidad de controlar el miedo y la dificultad en regular emociones negativas. La terapia cognitiva-conductista (TCC) abarca técnicas que permiten tanto la extinción del miedo condicionado, como la regulación cognitiva de emociones. Este artículo tiene como objetivo presentar resultados de estudios de regulación de la emoción que pueden ilustrar la asociación y colaboración entre la TCC y las neurociencias. Anclado en las pesquisas de regulación de la emoción este estudio corrobora los resultados de los ensayos clínicos con la TCC al revelar que las intervenciones de distracción, reestructuración cognitiva y exposición son eficaces para la regulación emocional.

Os transtornos de ansiedade estão envolvidos com a incapacidade de controlar o medo e a dificuldade em regular emoções negativas. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) abrange técnicas que permitem tanto a extinção do medo condicionado quanto a regulação cognitiva de emoções. Este artigo tem como objetivo apresentar resultados de estudos de regulação da emoção que podem ilustrar a associação e colaboração entre a TCC e as neurociências. Amparado nas pesquisas de regulação da emoção, este estudo corrobora os resultados dos ensaios clínicos com TCC revelando que as intervenções de distração, reestruturação cognitiva e exposição são eficazes para a regulação emocional.
Palavra-chave Cognitive behavioral therapy
Neurosciences
Anxiety
Terapia cognitivo-comportamental
Neurociências
Ansiedade
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em Paidéia (Ribeirão Preto). Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, v. 18, n. 41, p. 485-494, 2008.
ISSN 0103-863X (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Extensão 485-494
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-863X2008000300006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-863X2008000300006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4710

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-863X2008000300006.pdf
Tamanho: 43.37KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta