Os significados da comunicação não verbal para as entrevistadoras na seleção de profissionais de enfermagem em um hospital universitário

Os significados da comunicação não verbal para as entrevistadoras na seleção de profissionais de enfermagem em um hospital universitário

Autor Santos, Amanda Batista de Siqueira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Carmagnani, Maria Isabel Sampaio Carmagnani Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Enfermagem
Resumo This study aimed to examine how nurses who make selection interpret nonverbal signals of candidates and verify the degree of importance that nurses interviewers give nonverbal signals, with emphasis on systematization of Nonverbal Communication seconds Knapp and Hall. Characterized as a descriptive qualitative study. Experiences described by the interviewed nurses were checking all the process of understanding the phenomena manifested by individuals in communication and giving it meaning. The instruments for collecting data through semi-structured interviews and transcribing the data recorded by the researcher questions. The study setting was the Hospital. Data analysis was submitted to the steps of content analysis Minayo. The results of this research have characterized five Thematic categories and corresponding sub-themes which are: Importance of presentation and personal care (inappropriate exaggerations and Clothing; body image); the significance of the perceived non-verbal cues (The facial expression and the look, the voice and manner of speech , body posture related anxiety, social distance in the interview; touch as a signal of intimacy); Influence behavior in hiring the candidate (the candidate insecurity, emotional control, lack of sincerity), the relationship between interviewer and interviewee; intuition and experience as a strategy. Understanding the meanings assigned by the nurses in this process, indicate that more experienced nurses could interpret the nonverbal cues and gestures that valued the facial expressions, eye contact and posture. Concluded that the reports on the nurses, it was identified that the perception of nonverbal cues and knowledge about the meaning of these cues is insufficient, that the account of the nurses in the lack of experience and the need to develop the skills of non-verbal communication is necessary.

Verificar como as enfermeiras que fazem a seleção de candidatos interpretam os sinais não verbais emitidos por eles durante a entrevista preliminar à admissão e analisar o grau de importância que as enfermeiras entrevistadoras dão aos sinais não verbais, com ênfase na Sistematização da Comunicação Não Verbal. Método: Esta pesquisa está caracterizada como um estudo descritivo com abordagem qualitativa. Foram descritas experiências vivenciadas pelas enfermeiras entrevistadas, verificando todo o processo de compreensão dos fenômenos manifestados pelos indivíduos na comunicação e atribuindo-lhes significado. Os instrumentos para a coleta de dados foram questões semiestruturadas, por meio de entrevista gravada e transcrição dos dados pela pesquisadora. O cenário do estudo foi o Hospital São Paulo. A análise dos dados foi submetida às etapas da análise de conteúdo de Minayo. Resultados: das respostas dos entrevistados, emergiram cinco categorias temáticas e subtemas correspondentes: Importância da apresentação e do cuidado pessoal (Vestuário inadequado e exageros; Imagem corporal); A relevância dos sinais não verbais mais percebidos (A expressão facial e o olhar; o tom de voz e o modo de falar, a postura corporal relacionada à ansiedade, a distância social na entrevista, o toque como sinal de intimidade); Influência do comportamento na contratação do candidato (Insegurança do candidato, controle emocional, falta de sinceridade); A relação entre entrevistador e entrevistado; A intuição e experiência como estratégia. Houve destaque para: Importância da apresentação e do cuidado pessoal (Vestuário inadequado e exageros; Imagem corporal). Além da aparência física, os sinais não verbais mais percebidos foram o olhar; o tom de voz e o modo de falar ( paralinguagem). Esses dados foram interpretados como sinalizadores do grau de segurança, equilíbrio emocional e se os candidatos estavam sendo sinceros. Conclusões. Diante dos relatos das enfermeiras entrevistadas, foi possível identificar que a percepção das pistas não verbais e o conhecimento que elas detêm sobre o significado dessas pistas são insuficientes. Em face dos depoimentos das enfermeiras entrevistadas, sinalizadores de falta de experiência, delineia-se a necessidade de desenvolvimento das suas habilidades de comunicação não verbal para melhor desempenho na seleção de candidatos. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Esta pesquisa poderá contribuir para melhor desempenho dos entrevistadores na escolha dos candidatos. Em face de algumas limitações da pesquisa e da escassez de estudos sobre o tema em questão, recomenda-se que sejam feitos novos estudos.
Assunto interviews as topic
non-verbal communication
interpersonal relations
entrevistas como assunto comunicação não verbal relações interpessoais
Idioma Português
Data 1905-07-06
Publicado em SANTOS, Amanda Batista de Siqueira. Os significados da comunicação não verbal para as entrevistadoras na seleção de profissionais de enfermagem em um hospital universitário. 2014. 162 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Linha de pesquisa Enfermagem
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 162 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1976314
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47092

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)