Estados de identidade de adolescentes em situação de acolhimento institucional

Estados de identidade de adolescentes em situação de acolhimento institucional

Author Brito, Eduardo Sales Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliveira-Monteiro, Nancy Ramacciotti de Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Along every human development shed, the identity development emerges from interactions with the environment, culture and historical time. Such development is one of the main evolutionary tasks from adolescence. The study of identity possesses important parameters in the contributions of James Marcia, who systematized elements of psychosocial theory from Erikson, presented two different essential dimensions for identity formation: exploration and commitment. Starting with inter-relations of these dimensions, Marcia proposes a four identity status classification: diffusion of identity, foreclosure, moratorium and achievement. The present study had the objective to evaluate identity status of adolescents living in foster care. The adolescents? insertion at foster care indicates a condition of social vulnerability, special related to losses and damage in familiar contexts. Eighty seven adolescents were evaluated, from 12 to 17 years old, males and females, that lived at foster care centers at Baixada Santista (SP), using EOMEIS II, tool developed from contributions of Marcia. The data analysis considered: gender, age group (12- 14 and 15-17 years old), educational level (before and after 7th grade of elementary school) and time living in a shelter (less or more than two years). For a descriptive data analysis, the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) software was used; an inferential analysis was performed with the exact Fisher?s method. The results indicated general trends of prevalence for diff status of identity, diffusion of identity, followed by moratorium, foreclosure, and achievement, at both domains assessed (interpersonal and ideological). There was significant difference (p=0.033) between the older adolescents and the younger ones, in the identity status results. The data showed problems in the identity development of older adolescents that presented 83 more frequently a passive and immature identity status (diffusion of identity). The adolescents from the sample showed unpreparedness for performing tasks of adulthood (including struggle for surviving) which they will be submitted in a short time, when they will complete 18 years old, leaving the foster care.

Como todas as vertentes do desenvolvimento humano, o desenvolvimento da identidade emerge de interações com sistemas ambientais, culturais e históricos. Tal desenvolvimento é uma das principais tarefas evolutivas da adolescência. O estudo da identidade possui importantes parâmetros nas contribuições de James Marcia que, sistematizando elementos da teoria psicossocial de Erikson, apresentou duas dimensões essenciais para a formação da identidade: a da exploração e a do compromisso. A partir de inter-relações dessas dimensões, Marcia propõe uma classificação de quatro estados de identidade nomeados: difusão, pré-fechamento, moratória e identidade estabelecida. Sob esses parâmetros, o presente estudo teve o objetivo de avaliar estados de identidade de adolescentes que vivem numa situação peculiar, a de acolhimento institucional. A inserção de adolescentes em serviço de acolhimento indica condição de vulnerabilidade social especialmente relacionada a prejuízos e danos nos contextos familiares. Foram avaliados 87 adolescentes, idades de 12 e 17 anos, meninos e meninas, que viviam em instituições de acolhimento da Baixada Santista (SP), com utilização do EOMEIS II, instrumento desenvolvido a partir das contribuições de Marcia. A análise dos dados considerou as variáveis: sexo, faixa etária (12-14 anos e 15-17 anos), escolaridade (cursando até o 7º ano do ensino fundamental e acima do 7º ano do ensino fundamental) e tempo de acolhimento (até dois anos e mais de dois anos). Para uma análise descritiva dos dados foi utilizado o software Statistical Package for Social Sciences (SPSS); análise inferencial foi realizada com uso do teste exato de Fisher. Resultados indicaram tendências gerais de prevalência do estado de difusão, seguido pelo da moratória, pré-fechamento, e identidade estabelecida, nos dois 2 domínios avaliados (interpessoal e ideológico). Houve diferença significativa (p=0,033) nos resultados de adolescentes mais velhos e mais novos, nos resultados de estados de identidade. Os dados apontaram problemas no desenvolvimento da identidade dos adolescentes mais velhos, os quais mostraram condição mais frequente de um estado de identidade imaturo e passivo (difusão). Esses adolescentes indicaram despreparo para o desempenho de tarefas da vida adulta (incluindo as de luta pela sobrevivência) que lhes serão colocadas em curto espaço de tempo, quando, completando 18 anos, saem da instituição.
Keywords identity
adolescent
institutionalized adolescent
status of identity
eomeis ii
identidade
adolescência
adolescente institucionalizado
estados de identidade
eomeis ii
Language Portuguese
Date 2016-04-03
Published in BRITO, Eduardo Sales. Estados de identidade de adolescentes em situação de acolhimento institucional. 2016. 83 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 83 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3657774
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47032

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account