Intervalos de referência do pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média fetal na população brasileira

Intervalos de referência do pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média fetal na população brasileira

Título alternativo Nomogram of fetal middle cerebral artery peak systolic velocity in a Brazilian population
Autor Nardozza, Luciano Marcondes Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Araujo Júnior, Edward Autor UNIFESP Google Scholar
Simioni, Christiane Autor UNIFESP Google Scholar
Camano, Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Moron, Antonio Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To determine a reference curve for the peak systolic velocity of fetal middle cerebral artery. MATERIALS AND METHODS: The authors developed a cross-sectional study with 143 healthy pregnant women between the 23rd and 35th gestational weeks. A bidimensional axial scan of the fetal skull was performed, including the thalami and pellucid septum. Subsequently, the middle cerebral artery was visualized with the color Doppler mode. The pulsed-wave Doppler transducer was positioned over the origin of this vessel, at < 20° insonation angle. The correlation between the peak systolic velocity of the middle cerebral artery and gestational age was evaluated by means of the Pearson's correlation coefficient (r). Regression models were utilized in the construction of a table with multiples of the medians of the middle cerebral artery peak systolic velocity for each gestational age. Additionally, reference values for this variable were determined. RESULTS: A strong correlation was observed between the middle cerebral artery peak systolic velocity and gestational age (r = 0.70; p < 0.001). Values of middle cerebral artery peak systolic velocity were calculated for the following multiples of the medians: 1.0, 1.29, 1.5, 1.55. The 2.5th and 97.5th percentiles were determined for the middle cerebral artery peak systolic velocity ranging between 24.33 cm²/s and 78.36 cm²/s. CONCLUSION: A nomogram for the fetal middle cerebral artery peak systolic velocity during the second half of pregnancy was generated.

OBJETIVO: Determinar uma curva de referência baseada em múltiplos da mediana para o pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média fetal. MATERIAIS E MÉTODOS: Realizou-se estudo de corte transversal com 143 gestantes normais entre 23 e 35 semanas. Realizou-se varredura bidimensional em corte axial do crânio fetal, incluindo os tálamos e o septo pelúcido, e em seguida acionou-se o modo color Doppler, visualizando-se a artéria cerebral média. O Doppler pulsátil foi disposto próximo à origem deste vaso, utilizando-se ângulo de insonação de menos de 20°. Para avaliar a correlação do pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média com a idade gestacional, utilizou-se o coeficiente de correlação de Person (r). Por meio de modelos de regressão, construiu-se uma tabela de múltiplos da mediana para o pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média em cada idade gestacional avaliada, e adicionalmente determinaram-se valores de referência para essa variável. RESULTADOS: Observou-se forte correlação entre o pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média e a idade gestacional (r = 0,70; p = 0,001). Determinaram-se valores do pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média para os seguintes múltiplos da mediana: 1,0; 1,29; 1,5; 1,55. Determinaram-se os percentis 2,5 e 97,5 para o pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média, variando de 24,33 cm²/s a 78,36 cm²/s. CONCLUSÃO: Um nomograma do pico de velocidade sistólica da artéria cerebral média fetal foi determinado.
Palavra-chave Middle cerebral artery
Doppler
Ultrasonography
Nomogram
Fetus
Artéria cerebral média
Doppler
Ultra-sonografia
Nomograma
Feto
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 41, n. 6, p. 385-389, 2008.
ISSN 0100-3984 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Extensão 385-389
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842008000600008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-39842008000600008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4701

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-39842008000600008.pdf
Tamanho: 169.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta