Estudo randomizado, duplo cego, comparativo com placebo do efeito da gabapentina pré-operatória na intensidade da dor e evolução para dor crônica após operação de síndromedo túnel do carpo

Estudo randomizado, duplo cego, comparativo com placebo do efeito da gabapentina pré-operatória na intensidade da dor e evolução para dor crônica após operação de síndromedo túnel do carpo

Author Sadatsune, Eduardo Jun Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Sakata, Rioko Kimiko Sakata Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciência Cirúrgica Interdisciplinar
Abstract Background and Objectives: Many patients develop chronic pain after hand surgery. Effective perioperative analgesia is important to reduce the incidence of chronic pain. This study evaluated the effect of preoperative gabapentin on postoperative pain intensity and the evolution to chronic pain (neuropathic pain or complex regional pain syndrome) in patients undergoing carpal tunnel syndrome surgery. Methods: Randomized controlled double-blind study was conducted in forty patients aged 18 years or older, both gender, and an ASA physical status I or II, undergoing to the tunnel syndrome surgery, in two groups. There were excluded patients with arrhythmia, myocardial ischemia, cognitive impairment, psychiatric disease, drug abuse, pregnancy, and using opioids, anticonvulsants or antidepressants. Group 1 patients received 600 mg of preoperative gabapentin one hour prior to surgery, and group 2 received placebo. All patients received intravenous regional anesthesia with 20ml 1% lidocaine. When necessary, local infiltration of 1% lidocaine could be used. Midazolam was used for sedation if needed. Acetaminophen (up to 4g/d) was administered for postoperative analgesia as needed. Additional codeine (30mg/d) was used if acetaminophen was insufficient. There were evaluated: postoperative pain intensity (over a 6 month period), need for intra-operative sedation, and use of postoperative acetaminophen and codeine, incidence of postoperative neuropathic pain by DN4 questionnaire and complex regional pain syndrome by the Budapest questionnaire. Results: There was no differences in the need for sedation and complement anesthesia were observed, in postoperative pain intensity, time to first supplementation, need for acetaminophen and codeine supplementation, incidence of chronic pain syndromes (neuropathic or complex regional pain syndrome, and in side effects. Conclusions: Preoperative gabapentin 600 mg did not improve postoperative pain control, and did not reduce the incidence of chronic pain in patients undergoing carpal tunnel syndrome surgery.

Justificativa e Objetivos: Muitos pacientes evoluem para dor crônica após operação em mão. Para reduzir a incidência de dor crônica é importante analgesia eficaz da dor perioperatória. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da gabapentina pré-operatória na intensidade da dor pós-operatória e na evolução para dor crônica (neuropática e síndrome complexa de dor regional) de pacientes submetidos à operação de síndrome do túnel do carpo com bloqueio venoso regional. Métodos: O estudo foi randomizado, duplo-cego, controlado. Foram estudados 40 pacientes com 18 anos ou mais, estado físico ASA de I ou II submetidos à operação de síndrome do túnel do carpo, divididos em dois grupos. Foram excluídos pacientes com arritmia, isquemia do miocárdio, alteração cognitiva, doença psiquiátrica, uso de drogas, gravidez, e usando opióides, anticonvulsivantes ou antidepressivos. Os pacientes do grupo 1 receberam 600 mg de gabapentina e os do grupo 2, placebo 1h antes da operação. O bloqueio venoso regional foi feito com 20 ml de lidocaína a 1%. A complementação da anestesia quando necessária era feita com infiltração local de lidocaína a 1%. Havendo necessidade de sedação foi feita com midazolam. Após operação, quando houve necessidade de analgésico foi administrado paracetamol (até 4g/d). Não sendo suficiente foi administrada codeína (30 mg). Foram avaliados: intensidade da dor (durante 6 m), prevalência de dor crônica, lidocaína para complementação anestésica, necessidade de sedação, dose de paracetamol e codeína utilizada após a operação. Foi feita avaliação da dor neuropática através do questionário DN4 e de síndrome complexa de dor regional através do questionário de Budapeste, durante 6m. Resultados: Não houve diferença na necessidade de sedação e complementação com lidocaína. Não houve diferença na intensidade da dor e na prevalência de dor neuropática pós-operatória. Não houve diferença na prevalência de síndrome complexa de dor regional pelo questionário de Budapest. Não houve diferença no tempo para primeira complementação e na dose de complementação com paracetamol ou de codeína. Não houve diferença na incidência de efeitos adversos. Conclusões: A gabapentina pré-operatória na dose de 600mg não promoveu redução da intensidade da dor pós-operatória, e na incidência de dor crônica em pacientes submetidos a operação de síndrome do túnel do carpo.
Keywords gabapentin
chronic pain
carpal tunnel syndrome
gabapentina
dor crônica
síndrome do túnel do carpo
Language Portuguese
Date 2014-11-26
Published in SADATSUNE, Eduardo Jun. Estudo randomizado, duplo cego, comparativo com placebo do efeito da gabapentina pré-operatória na intensidade da dor e evolução para dor crônica após operação de síndromedo túnel do carpo. 2014. 37 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 37 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1614932
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46859

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account