Influência do dreno pleural sobre a dor, capacidade vital e teste de caminhada de seis minutos em pacientes submetidos à ressecção pulmonar

Influência do dreno pleural sobre a dor, capacidade vital e teste de caminhada de seis minutos em pacientes submetidos à ressecção pulmonar

Título alternativo Influence of pleural drainage on postoperative pain, vital capacity and six-minute walk test after pulmonary resection
Autor Lima, Vanessa Pereira de Autor UNIFESP Google Scholar
Bonfim, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Risso, Thais Telles Autor UNIFESP Google Scholar
Paisani, Denise de Moraes Autor UNIFESP Google Scholar
Fiore Junior, Julio Flavio Google Scholar
Chiavegato, Luciana Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Faresin, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Cidade de São Paulo
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the influence of pleural drainage on the distance covered on the six-minute walk test, pain intensity and vital capacity in patients submitted to pulmonary resection. METHODS: Thirteen consecutive patients from the Thoracic Surgery Infirmary of Hospital São Paulo, Brazil, submitted to closed pleural drainage (0.5-in multiperforated chest tube) in the postoperative period following pulmonary resection (lobectomy, segmentectomy and pulmonary nodule resection) were evaluated. The decision for chest tube removal followed clinical criteria defined by the surgical team, who did not participate in the study. Vital capacity, pain intensity (using a visual analog pain scale) and the distance covered on the six-minute walk test were determined 30 min prior to and 30 min after the removal of the chest tube. The statistical analysis was performed using paired t-tests, and the level of significance was set at 0.05. RESULTS: After the removal of the chest tube, the visual analog scale pain scores were significantly lower (3.46 cm vs. 1.77 cm; p = 0.001) and the distance covered on the six-minute walk test was significantly higher (374.34 m vs. 444.62 m; p = 0.03). Vital capacity prior to and after chest tube removal was not significantly affected (2.15 L and 2.25 L, respectively; p = 0.540). CONCLUSIONS: The results of the present study suggest that the presence of a chest tube is a factor significantly associated with postoperative pain and functional limitation in patients submitted to pulmonary resection.

OBJETIVO: Avaliar a influência do dreno pleural sobre a distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos, da intensidade da dor e da capacidade vital de pacientes submetidos à ressecção pulmonar. MÉTODOS: Foram avaliados treze pacientes consecutivos, internados na Enfermaria da Cirurgia de Tórax do Hospital São Paulo, submetidos à drenagem pleural fechada (dreno tubular multiperfurado de 0,5 polegada), no período pós-operatório de ressecção pulmonar (lobectomia, segmentectomia e nodulectomia). A opção pela retirada do dreno seguiu critérios clínicos definidos por médicos da equipe cirúrgica alheios ao estudo. A determinação da capacidade vital, da intensidade da dor através da escala visual analógica de dor e da distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos foram realizadas 30 min antes da retirada do dreno e 30 min após. A análise estatística dos dados foi realizada através do teste t pareado, com nível de significância estabelecido em 0,05. RESULTADOS: Após a retirada do dreno, os valores obtidos na avaliação da escala visual analógica de dor foram significativamente menores (3,46 cm vs. 1,77 cm; p = 0,001), e a distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos foi significativamente maior (374,34 m vs. 444,62 m; p = 0,03). A capacidade vital antes e após a retirada do dreno não foi alterada de forma significativa (2,15 L vs. 2,25 L, respectivamente; p = 0,540). CONCLUSÕES: Os resultados deste estudo sugerem que a presença do dreno pleural é um importante fator associado à dor pós-operatória e à limitação funcional em pacientes submetidos à ressecção pulmonar.
Palavra-chave Thoracic surgery
Exercise test
Respiratory function tests
Pain, postoperative
Cirurgia torácica
Teste de esforço
Testes de função respiratória
Dor pós-operatória
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 34, n. 12, p. 1003-1007, 2008.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 1003-1007
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132008001200004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132008001200004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4680

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132008001200004.pdf
Tamanho: 215.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta