Participação do córtex pré-frontal e do núcleo accumbens nos déficits de inibição pré-pulso e interação social em um modelo animal de esquizofrenia: a linhagem shr (spontaneously hypertensive rats)

Participação do córtex pré-frontal e do núcleo accumbens nos déficits de inibição pré-pulso e interação social em um modelo animal de esquizofrenia: a linhagem shr (spontaneously hypertensive rats)

Autor Suiama, Mayra Akimi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Abilio, Vanessa Costhek Abilio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Farmacologia
Resumo A linhagem SHR (Spontaneously Hypertensive Rat) apresenta um déficit de inibição pré-pulso – paradigma utilizado para estudar prejuízos no funcionamento do filtro sensório-motor associados à esquizofrenia – e um déficit de interação social – que serve de modelo para os sintomas negativos da esquizofrenia. Essas alterações comportamentais dos animais SHR são atenuadas pela administração de antipsicóticos. Propõe-se que os sintomas positivos estejam associados a um aumento da transmissão dopaminérgica no núcleo accumbens via receptores D2, enquanto os déficits cognitivos e os sintomas negativos estejam relacionados a uma diminuição dessa transmissão no córtex pré-frontal mediada por receptores D1. O objetivo deste estudo foi caracterizar a participação do córtex pré-frontal e do núcleo accumbens, e da transmissão dopaminérgica nessas regiões nos déficits de inibição pré-pulso e interação social presentes na linhagem SHR. Os animais foram submetidos à cirurgia estereotáxica e os testes de inibição pré-pulso e interação social foram avaliados após a administração de veratridina (que aumenta a atividade neuronal), agonista ou antagonista D1 no córtex pré-frontal, tetrodotoxina (que diminui a atividade neuronal), agonista ou antagonista D2 no núcleo accumbens. A administração de veratridina no córtex pré-frontal ou tetrodotoxina no núcleo accumbens foi capaz de reverter o déficit de inibição pré-pulso da linhagem SHR. Nenhuma das drogas utilizadas foi capaz de alterar o déficit de interação social dos ratos SHR. Esses resultados indicam que a hipofunção do córtex pré-frontal e a hiperfunção do núcleo accumbens parecem estar relacionados ao déficit de inibição pré-pulso da linhagem SHR.
Assunto esquizofrenia
accumbens
tetrodoxina
veratridina
esquizofrenia
accumbens
tetrodoxina
veratridina
Idioma Português
Data 2014-10-29
Publicado em SUIAMA, Mayra Akimi. Participação do córtex pré-frontal e do núcleo accumbens nos déficits de inibição pré-pulso e interação social em um modelo animal de esquizofrenia: a linhagem shr (spontaneously hypertensive rats). 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Linha de pesquisa Farmacologia
Área de concentração Ciências biológicas
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 99 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1316788
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46774

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)