Efeito do exercício físico forçado sobre a arquitetura do sono em ratos com epilepsia do lobo temporal

Efeito do exercício físico forçado sobre a arquitetura do sono em ratos com epilepsia do lobo temporal

Alternative title Effect of forced physical exercise on sleep architecture in rats with temporal lobe epilepsy
Author Lima, Cristiano de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psicobiologia
Abstract Patients with epilepsy present sleep disturbances, which may adversely impact quality of life, which can in turn, facilitate the seizure occurrence. Evidences from human and animals studies have demonstrated that exercise can exert beneficial effects such as reduction of seizure susceptibility and improvement of quality of life of individuals with epilepsy. Exercise has been found beneficial for enhancing the quality of sleep in patients with neurological disorders. In this regard, analysis of sleep patterns induced by exercise could provide information about the mechanisms by which exercise can exert positive influence on epilepsy. To investigate the influence of an acute exercise session on sleep pattern in rats with temporal lobe epilepsy (TLE), in addition to serum levels total testosterone and corticosterone. Twenty male Wistar rats were randomly distributed into 4 groups: control (C); acute exercise (EX); epilepsy (E) and epilepsy acute exercise (EEX). Two sleep electrocorticography recordings were performed during the light phase [(baseline and Day 2 (after acute physical exercise session)]. The following sleep parameters were evaluated: wakefulness, slow wave sleep (SWS), rapid eye movement (REM) sleep and total sleep time (TST). After baseline recording, the exercise groups (EX and EEX) were submitted to exercise session on a motor-driven treadmill at 12 m/min for 30 min. Twelve hours later, the rats were submitted to the second sleep recording. At baseline it was observed a higher wakefulness and a lower TST, SWS and REM sleep of animals with epilepsy compared to rats treated with saline. After acute exercise it was observed an increase in TST, SWS and a decrease of wakefulness in EEX (+11.10%, +20.29% and -11.25%, respectively) and EX (+5.20%, +11.60% and - 8.12%, respectively) groups. These results suggest that acute exercise positively impacted on the sleep patterns of rats with TLE and the influence of exercise on sleep demonstratred to be an excellent non-drug alternative for this population, contributing to a regenerative sleep and consolidated. Key-words: epilepsy, temporal lobe epilepsy, physical exercise, sleep and electrocorticogram.

Pessoas com epilepsia apresentam distúrbios do sono que podem impactar negativamente a sua qualidade de vida, o que, por sua vez, pode facilitar a ocorrência de crises epilépticas. Evidências observadas em estudos com humanos e animais têm demonstrado que o exercício físico exerce efeitos benéficos, tais como redução de crises epilépticas, diminuição dos distúrbios de sono e uma melhora na qualidade de vida desses indivíduos. Assim, a análise dos padrões de sono induzido pelo exercício físico pode fornecer informações sobre os mecanismos pelos quais o exercício exerce uma influência positiva sobre a epilepsia. No intuito de compreender esse processo, investigamos a influência de uma sessão de exercício físico (agudo) no padrão de sono em ratos com epilepsia do lobo temporal (ELT) e dosagens séricas total de testosterona e corticosterona. Foram utilizados 20 ratos distribuídos em 4 grupos: controle (C); exercício agudo (EX); epilepsia (E) e epilepsia exercício agudo (EEX). Dois registros de sono foram realizados durante a fase clara (registro basal e registro após sessão de exercício físico agudo). Os seguintes parâmetros do sono foram avaliados: vigília, o sono de ondas lentas (SOL), sono REM (movimento rápido dos olhos) e o tempo total de sono (TTS). No registro basal, observaram-se uma vigília superior e um TTS, SOL e sono REM inferior dos ratos com epilepsia em comparação aos ratos tratados com solução salina. Depois de exercício físico agudo, foi observado um aumento no TTS, SOL e uma diminuição da vigília nos grupos EEX (+ 11,10%, + 20,29% e -11,25%, respectivamente) e EX (+ 5,20%, + 11,60% e - 8,12%, respectivamente). Esses resultados sugerem que o exercício físico agudo impactou positivamente diante do padrão de sono de ratos com ELT e revelam que a influência do exercício físico diante do sono demonstra ser uma excelente alternativa não medicamentosa para essa população, induzindo um sono mais regenerativo e consolidado.
Keywords Epilepsy
Temporal lobe epilepsy
Physical exercise
Sleep and electrocorticogram
Epilepsia
Epilepsia do lobo temporal
Exercício físico
Sono e eletrocortigrama
Language Portuguese
Sponsor Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Grant number FAPESP: 0152/12
Date 2016-06-30
Published in LIMA, Cristiano de. Efeito do exercício físico forçado sobre a arquitetura do sono em ratos com epilepsia do lobo temporal. 2016. 105 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 105 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3629608
Access rights Open access Open Access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46762

Show full item record




File

Name: 2016 LIMA, CRISTIANO DE.Doutorado.pdf
Size: 3.972Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account