A educação interprofissional na residência multiprofissional em saúde no estado de São Paulo

A educação interprofissional na residência multiprofissional em saúde no estado de São Paulo

Author Casanova, Isis Alexandrina Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Brisola, Lidia Ruiz Moreno Brisola Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Objective: to analyze the principles, conceptions and possible practices of Interprofessional Education (EIP) present in Multiprofessional Health Residency Programs (PRMS) in the State of São Paulo. Methods: It is a study, with a quantitative and qualitative approach, carried out in two stages: documentary research and empirical research. The documentary analysis used the PP of the PRMS of the State of São Paulo and the empirical research consisted in the use of the instrument in a likert scale and open questions applied to the residents. Statistical validation was performed regarding dispersion and reliability for likert responses and content analysis, thematic type, for PP and open questions. From a universe of 14 HEIs with PRMS in operation in the State of São Paulo in 2014, two institutions, Famema and Unifesp, participated in the research, which hold 21 programs. Of these, 13 programs agreed to participate in a total of 121 residents, with 76 participating in the survey. Results: The analysis of the 13 PPs showed an approximation to the principles of the PIE with an emphasis on teamwork of a multiprofessional, interdisciplinary and interdisciplinary character in specific groups distributed in several practice scenarios, putting health needs at the center of the actions in the understanding of integral care And the design of the EIP, with the proposal to break paradigms of formation and fragmentation of knowledge. The emphasis on EIP collaboration in its conception was made explicit in only one PRMS, the others did not mention it. Statistical validation of the attitudinal instrument was performed on a Likert scale that resulted from the final reliability coefficient of 0.84 of the validated assertions. The responses of the Likert instrument demonstrate a high degree of favorable perception of the participants in the three dimensions studied with the averages, all located in the comfort zone: shared learning in RMS (3,20), training for teamwork (3,23) And development of skills for collaborative practices (3,31). From the thematic analysis of open questions, residents refer to positive aspects: RMS provides spaces for learning and shared practice, construction of knowledge, joint work force and planning of actions for integral care, but there are negative aspects: difficulty in sharing The knowledge on the part of the tutor and tutor, absence of the tutors and preceptors in the day to day; Lack of objectivity in the goals to be achieved in the quality of care provided, distortion of the egalitarian time between theory and practice; Ignorance of the work of the resident in the service and unprepared professionals; work overload; Specialized knowledge and service fragmentation. Conclusions: There was evidence of an approximation to the conceptions and principles of PPE in the PP and in the perceptions of the participants of the research, signaling the relevance of RMS to the professional qualification with a view to improving teamwork in the SUS. It is necessary to expand the studies in order to offer subsidies for the advancement of knowledge about PID and the deepening of the concepts and principles that define this approach.

Objetivo: analisar os princípios, concepções e eventuais práticas da Educação Interprofissional (EIP) presentes em Programas da Residência Multiprofissional em Saúde (PRMS) do Estado de São Paulo. Métodos: trata-se de um estudo, com abordagem quantitativa e qualitativa, realizado em duas etapas: pesquisa documental e pesquisa empírica. A análise documental utilizou os PP dos PRMS do Estado de São Paulo e a pesquisa empírica consistiu no uso do instrumento em escala likert e questões abertas aplicadas aos residentes. Foi realizada validação estatística quanto a dispersão e confiabilidade para as respostas do likert e análise de conteúdo, tipo temática, para os PP e questões abertas. De um universo de 14 IES com PRMS em funcionamento no Estado de São Paulo em 2014, participaram da pesquisa duas instituições, Famema e Unifesp, as quais albergam 21 programas. Destes, 13 programas concordaram em participar em um total de 121 residentes sendo que 76 participaram da pesquisa. Resultados: A análise dos 13 PP mostrou aproximação aos princípios da EIP com ênfase do trabalho em equipe de caráter multiprofissional, interdisciplinar e interdisciplinar em grupos específicos distribuídos em diversos cenários de prática colocando as necessidades de saúde no centro das ações no entendimento da integralidade do cuidado e da concepção da EIP, com a proposta de romper paradigmas de formação e fragmentação do saber. A ênfase na colaboração da EIP em sua concepção foi explicitada em apenas um PRMS, os demais não a mencionam. Foi realizada a validação estatística do instrumento atitudinal em escala Likert que resultou do coeficiente de confiabilidade final de 0,84 das asserções validadas. As repostas do instrumento Likert demonstram alto grau de percepção favorável dos participantes nas três dimensões estudadas com as médias situando-se todas na zona de conforto: aprendizagem compartilhada na RMS (3,20), formação para o trabalho em equipe (3,23) e desenvolvimento de competências para as práticas colaborativas (3,31). Da análise temática das questões abertas os residentes referem aspectos positivos: a RMS propicia espaços para o aprendizado e a prática compartilhada, construção do saber, força do trabalho em conjunto e planejamento das ações para a atenção integral, porém há aspectos negativos: dificuldade em compartilhar o saber por parte do preceptor e tutor, ausência dos tutores e preceptores no dia a dia; falta de objetividade nas metas a serem alcançadas na qualidade do atendimento prestado, distorção do tempo igualitário entre a teoria e prática; desconhecimento do trabalho do residente no serviço e despreparo dos profissionais; sobrecarga de trabalho; saber especializado e fragmentação do serviço. Conclusões: Evidenciaram-se aproximações às concepções e princípios da EIP nos PP e nas percepções dos participantes da pesquisa sinalizando a relevância da RMS para a qualificação profissional com vistas ao aprimoramento do trabalho em equipe no SUS. É necessário ampliar os estudos no sentido de oferecer subsídios para o avanço do conhecimento sobre EIP e no aprofundamento dos conceitos e princípios que definem esta abordagem.
Keywords education
non-medical residency
interprofessional education
training of human resources in health
patient assistance team
educação
residência não médica
educação interprofissional
formação de recursos humanos em saúde
equipe de assistência ao paciente
Language Portuguese
Date 2016-09-11
Published in CASANOVA, Isis Alexandrina. A educação interprofissional na residência multiprofissional em saúde no estado de São Paulo. 2016. 200 f. Tese (Doutorado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 200 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4623107
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46692

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account