Primeiro escore de risco inflamatório das endopróteses de aorta

Primeiro escore de risco inflamatório das endopróteses de aorta

Título alternativo First inflammatory risk score for aortic endoprostheses
Autor Gabriel, Edmo Atique Autor UNIFESP Google Scholar
Locali, Rafael Fagionato Autor UNIFESP Google Scholar
Matsoka, Priscila Katsumi Autor UNIFESP Google Scholar
Romano, Carla Cristina Google Scholar
Duarte, Alberto José da Silva Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo OBJECTIVE: To purpose an inflammatory risk score for aortic aneurysm endovascular treatment. METHODS: Twenty-five patients were followed-up from preoperative period to third month postoperatively (1-hour, 6-hour, 24-hour, 48-hour, 7-day, 1-month, 2- month and 3month). Inflammatory variables were C-reactive protein, hemosedimentation velocity, interleukins (IL-6, IL-8), tumor necrosis factor-Alpha, L-selectin, intercellular adhesion molecule (ICAM-1), red blood cells transfusion, volume of crystalloid, volume of contrast, type of endoprosthesis, number of endoprostheses, total count of leukocytes and lymphocytes. Spearman test defined the variables considered as candidates to higher inflammatory risk based on P < 20%. Logistic regression defined the variables considered as selected for final score based on P < 10%. ROC curve analysis revealed the cut-off values for variables selected by logistic regression. RESULTS: Variables defined by Spearman test were: volume of crystalloid (P=0.04), type of endoprosthesis (P=0.04), volume of contrast (P=0.02), preoperative IL-8 (P = 0.10), 1 - month ICAM-1 (P=0.03) and 1-month L-selectin (P=0.06). Logistic regression revealed that volume of crystalloid and preoperative IL-8 values are relevant for composition of inflammatory risk score for aortic aneurysm endovascular treatment. Risk score would be divided into three categories (mild, moderate and severe) based on numeric intervals of these two variables and the categories would be correlated to clinical findings. CONCLUSION: Volume of crystalloid and preoperative IL-8 are variables that might contribute to categorize inflammatory risk and thereby might play a prognostic role for aortic aneurysm endovascular treatment.

OBJETIVO: Propor um escore de risco inflamatório para tratamento endovascular dos aneurismas da aorta. MÉTODOS: Vinte e cinco pacientes foram seguidos do período pré-operatório até 3º mês de pós-operatório (1 hora, 6 horas, 24 horas, 48 horas, 7 dias, 1 mês, 2 meses e 3 meses). Variáveis inflamatórias avaliadas foram proteína C reativa, velocidade de hemossedimentação, interleucinas (IL-6, IL8), fator de necrose tumoral alfa, L-selectina, molécula de adesão intercelular (ICAM-1), transfusão de hemáceas, volume de cristalóide, volume de contraste, material da prótese, número de próteses, contagem total de leucócitos e linfócitos. O teste de Spearman apontou as variáveis candidatas ao maior risco inflamatório, segundo P < 20%. A regressão logística apontou variáveis selecionáveis para escore final segundo P < 10%. A análise da curva ROC revelou valores de corte para variáveis selecionadas pela regressão logística. RESULTADOS: Variáveis apresentadas pelo teste de Spearman foram: volume de cristalóide (P = 0,04), material da prótese (P = 0,04), volume de contraste (P=0,02), IL-8 préoperatória (P= 0,10), ICAM-1 1 mês (P=0,03) e L-selectina 1 mês (P = 0,06). A regressão logística revelou que os valores do volume de cristalóide e IL-8 pré-operatória são primordiais para constituição do escore de risco inflamatório para tratamento endovascular dos aneurismas da aorta. O escore de risco seria dividido em três categorias (leve, moderado e grave), com base em intervalos numéricos das duas variáveis selecionadas e as categorias seriam correlacionadas com achados clínicos CONCLUSÃ: Volume de cristalóide e IL-8 pré-operatória são variáveis que poderiam contribuir para categorizar risco inflamatório e, desse modo, ter um papel prognóstico no tratamento endovascular dos aneurismas da aorta.
Palavra-chave Prostheses and implants
Inflammation
Aorta/surgery
Risk
Risk assessment
Próteses e implantes
Inflamação
Aorta cirurgia
Risco
Medição de risco
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em GABRIEL, Edmo Atique et al . Primeiro escore de risco inflamatório das endopróteses de aorta. Rev Bras Cir Cardiovasc, São José do Rio Preto , v. 23, n. 4, p. 512-518, dez. 2008
ISSN 0102-7638 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Extensão 512-518
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382008000400010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000265694800010
SciELO S0102-76382008000400010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4663

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-76382008000400010.pdf
Tamanho: 88.22KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0102-76382008000400010-pt.pdf
Tamanho: 89.78KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta