Efeito do tratamento da aloe vera no diabetes: estudo por análise proteômica da expressão de proteínas no rim

Efeito do tratamento da aloe vera no diabetes: estudo por análise proteômica da expressão de proteínas no rim

Author Santos, Lilian dos Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Arita, Danielle Yuri Arita Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina Translacional
Abstract Diabetes mellitus (DM) is a metabolic syndrome characterized by chronic hyperglycemia, with diabetic nephropathy (ND) as its complication. Several studies have demonstrated that Aloe vera (A. vera) has beneficial effects on DM and its consequences. Proteomic analysis is a tool that systematically studies the set of proteins expressed in a given situation. Therefore, the aim of this study was to evaluate the effect of DM1 on the kidney through proteomic analysis, comparing with animals without DM, besides evaluating the effect of insulin treatment and the buthanolic fraction of A. vera (FB) in order to elucidate the protective mechanism of this plant in renal injury induced by this pathology. The streptozotocin-induced diabetic model was used in male Wistar rats. We observed a hypoglycemic effect of FB, which was able to reduce glycemia lasting up to 6 hours after treatment. There was a statistically significant increase in serum creatinine in the untreated (D) and insulin treated (INS) groups compared to the control group (C). On the other hand, there was no difference in relation to urinary creatinine and creatinine clearance. All groups presented increased 24h proteinuria in relation to the C group. The D group presented some alterations in the histological analysis, with dilated tubules and hyperfiltrant glomeruli. The diabetic group treated with FB presented a discrete but not significant improvement. Proteomic analysis identified 93 proteins with statistical differences between the C and D groups, being 36 proteins related to diabetes, and were grouped into: proteins related to mitochondrial dysfunction, arginine metabolic process, eicosanoic acid eicosatrienoic acid, lactate production, glycolysis/pentoses pathway, lipid metabolism, stress, inflammation, calcium influx, transport and others. In addition, 5 exclusive proteins of group D were found, being 2 proteins related to this syndrome. FB treatment was shown to have a beneficial effect, altering the expression of 11 of these proteins, besides presenting two exclusive proteins. Thus, A. vera may be a promising ally in the treatment of diabetes and kidney damage prevention.

Diabetes mellitus (DM) é uma síndrome metabólica caracterizada por hiperglicemia crônica, tendo como complicação a nefropatia diabética (ND). Diversos estudos demonstram que a Aloe vera (A. vera) apresenta efeitos benéficos no DM e suas consequências. A análise proteômica é uma ferramenta que estuda sistematicamente o conjunto de proteínas expressas em determinada situação. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do DM tipo 1 no rim, através da análise proteômica, comparando com animais sem DM e avaliar o efeito do tratamento com insulina e com a fração butanólica da A. vera (FB), a fim de elucidar o mecanismo protetor desta planta na lesão renal induzida por essa patologia. Foi utilizado o modelo diabético induzido por estreptozotocina em ratos wistar machos. Verificamos o efeito hipoglicemiante da FB, onde esta foi capaz de reduzir a glicemia com duração de até 6 horas após a administração do tratamento. Houve um aumento estatisticamente significante da creatinina sérica nos grupos diabético sem tratamento (D) e tratado com insulina (INS) em relação ao grupo controle. Por outro lado, não houve diferença em relação à creatinina urinária e clearance de creatinina. Todos os grupos apresentaram aumento da proteinúria 24h em relação ao controle. O grupo D apresentou uma pequena alteração na análise histológica, com túbulos dilatados e glomérulos hiperfiltrantes. O grupo diabético tratado com FB apresentou uma pequena melhora, porém não significante. A análise proteômica identificou 93 proteínas com diferenças estatísticas entre os grupos controle e diabético sem tratamento, sendo que 36 estavam relacionadas com o diabetes, e foram agrupadas em: proteínas relacionadas à disfunção mitocondrial, ao processo metabólico da arginina, ao ácido epóxi eicosatrienóico, a produção de lactato, a glicólise/via das pentoses, ao metabolismo de lipídios, ao estresse, a inflamação, ao influxo de cálcio, ao transporte e outros. Além disso, foram encontradas 5 proteínas exclusivas do grupo D, sendo que 2 estavam relacionadas a essa síndrome. O tratamento com FB mostrou ter um efeito benéfico, alterando a expressão de 11 dessas proteínas, além de apresentar duas proteínas exclusivas. Sendo assim, a A. vera pode ser uma aliada promissora no tratamento de diabetes e prevenção dos danos renais.
Keywords diabetes
kidney
proteomics
aloe vera
diabetes
rim
proteômica
aloe vera
Language Portuguese
Date 2016-02-09
Published in SANTOS, Lilian dos. Efeito do tratamento da aloe vera no diabetes: estudo por análise proteômica da expressão de proteínas no rim. 2016. 90 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 90 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3914935
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46626

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account