Avaliação individualizada dos itens da escala de depressão geriátrica abreviada em um ambulatório geriátrico da Universidade Federal de São Paulo

Avaliação individualizada dos itens da escala de depressão geriátrica abreviada em um ambulatório geriátrico da Universidade Federal de São Paulo

Author Silva, Julliana Lianzza Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Gagliardi, Anna Maria Zaragoza Gagliardi Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e Atenção à Saúde
Abstract Background: In Brazil, the prevalence of depression in elderly ranges from 4.7 to 36.8%, depending on the instrument used and the cutoff points to detect the symptoms. Because the prevalence of this pathology is high and the consequence of not treating are severe, with negative impact on all aspects of life, its correct identification are highly relevant in public health. Objective: Evaluate the performance of the items of GDS-15 in patients diagnosed with major depression, minor depression and no depression, according DSM IV, to reduce the number of items of original scale and thus propose a simplified tool for clinical practice. Methods: Cross-sectional study in elderly patients with preserved cognition and functionality. Date collected for analysis were age, gender, education, functionality, medications, disease, marital status, diagnosis of major and minor depression by DSM IV, score of geriatric depression scale 15 (GDS-15); answers for each GDS-15 item and for the question ?Feels alone even in the presence of others??. The sensitivity, specificity, predictive positive and negative value and the ROC curve were analyzed. Results and discussion: For 242 evaluated patients, the prevalence of depression was 38.8%, the minor depression, 25.25% and major depression, 12.8%. Regarding GDS-15, the question with the best performance was "Feels that life is empty? (S = 82.6% / E= 71.3% ). However, GDS-15 short versions (10, 5, 4 items) had unsatisfactory performance in the screening. We developed a scale with nine items based on GDS-15 and with additional question "Do you feel lonely in presence of other people??. This instrument showed a satisfactory performance and similar ROC area curve when compared with GDS-15 items (area of 0.86 with p> 0.02). Conclusion: "Do you feel that life is empty?" was as the best GDS-15 question for screening of depression. In our findings, validated scales (GDS 10, 5 and 4 items) did not show satisfactory performance. Our scale with 10 items had appropriated performance, although requires validation for its use in clinical practice.

Introdução: No Brasil, a prevalência de depressão entre os idosos varia de 4,7 a 36,8%, dependendo do instrumento utilizado e dos pontos de corte para detectar os sintomas. Como a prevalência desta patologia é elevada e as repercussões de não tratar são graves, tendo impacto negativo em todos os aspectos da vida, sua identificação correta apresenta grande relevância na saúde pública Objetivo: Avaliar o desempenho dos itens do GDS-15 (?Geriatric Depression Scale? GDS-15) nos pacientes com diagnóstico de depressão maior , menor e sem depressão de acordo com os critérios do DSM IV com o intuito de reduzir o número de itens da escala original e assim propor uma ferramenta simplificada para ser utilizada na prática clínica. Material e Método: Estudo transversal, com coleta de dados de pacientes acima 60 anos, com cognição e funcionalidade preservadas. Os dados coletados do prontuário para análise foram idade, sexo, escolaridade, funcionalidade, medicações, patologias, estado civil, valor da escala de depressão geriátrica 15, resposta de cada item desta escala, pergunta ? sente-se só mesmo na presença de outras pessoas?? e o diagnóstico de depressão maior e menor pelo DSM IV. Análise do desempenho dos instrumentos com sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo e a curva ROC. Resultados e Discussão: Avaliados 242 prontuários, a prevalência de depressão no total foi 38,8%, depressão menor de 25,25% e maior 12,8%. A questão que apresentou melhor desempenho no rastreio foi ?sente que a vida está vazia? (S=82,6% E=71,3%). Avaliação com de escalas reduzidas de 10, 5 e 4 itens não teve desempenho satisfatório para rastreio. Desenvolvemos uma escala com 9 itens do GDS associado a pergunta ?Sente-se só na presença de outras pessoas?? que apresentou desempenho satisfatório e área da curva ROC idêntica quando comparada ao de GDS-15 itens ( área de 0,86 com P> 0,02). Conclusão: O GDS de 15 itens tem a pergunta ?Sente que a vida está vazia?? como melhor desempenho das 15 questões. Escalas já conhecidas de GDS de 10;5 e 4 itens não apresentaram desempenho satisfatório. Elaboramos uma escala com 10 itens com bom desempenho, porém necessita de validação para sua utilização na prática clínica.
Keywords depression
diagnosis
scales
old man
ambulatory patients
depressão/diagnóstico
escalas
idoso
pacientes ambulatoriais
Language Portuguese
Date 1905-07-08
Published in SILVA, Julliana Lianzza Fernandes. Avaliação individualizada dos itens da escala de depressão geriátrica abreviada em um ambulatório geriátrico da Universidade Federal de São Paulo. 2016. 58 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 58 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2655849
Access rights Closed access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46611

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account