Análise da expressão de moléculas de adesão celular nos linfomas de células t cutâneos e em doenças inflamatórias da pele

Análise da expressão de moléculas de adesão celular nos linfomas de células t cutâneos e em doenças inflamatórias da pele

Author Barata, Mariangela Cristina Crispino Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Silva, Maria Regina Regis Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Patologia
Abstract To investigate possible differences in cell adhesion molecules expression between mycosis fungoides (MF) and inflammatory skin diseases (drug reactions and allergic contact dermatitis). Patients and Methods: We selected 33 biopsies from patients with mycosis fungoides and 10 biopsies of patients with inflammatory skin diseases from Departamento de Patologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) from January 1997 to December 2013. Expression of ?4?1 integrin, ?E?7 integrin and E-cadherin was assessed by immunohistochemistry in intraepidermal lymphocytes by counting four high power microscopic epidermal fields (400x) and comparing those between the two groups. Results: There was no difference in the expression of integrins ?4?1 and ?E?7 in intraepidermal lymphocytes between cases of MF and inflammatory skin diseases. We observed increased expression of integrin ?E?7 in intraepidermal lymphocytes in advanced stages of MF (T3 and T4) and in cases of MF after treatment. The expression of E-cadherin in epidermal cells in MF outlined Pautrier microabscesses, whereas in inflammatory diseases, spongiosis and intercelular oedema reduced it?s expression in keratinocytes. Conclusion: The increased expression of integrin ?E?7 in advanced stages of MF (T3 and T4) can occur due to increased lymphocyte population or the presence of lymphocytes that also express that integrin, although it may not necessarily be activated. Increased expression of ?E?7 in intraepidermal lymphocytes of posttreatment MF cases may be related to the increase of non-tumoral infiltrating lymphocytes in the epidermis. The expression of E-cadherin in the epidermis in cases of MF outlined Pautrier microabscesses, unlike inflammatory diseases, in which there is swelling, breaking of intercellular bridges and decreased expression of this molecule, showing that tumor lymphocytes may migrate to the epithelium in a less aggressive manner, respecting the structure of keratinocytes.

Investigar as possíveis diferenças na expressão de moléculas de adesão celular nos casos de micose fungóide (MF) e em doenças inflamatórias cutâneas (farmacodermia e dermatite de contato). Pacientes e Método: Foram selecionadas 33 biópsias de pacientes com diagnóstico de micose fungóide e 10 biópsias de pacientes com diagnóstico de doenças inflamatórias da pele do Departamento de Patologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) no período de janeiro de 1997 a dezembro de 2013. A expressão das integrinas ?4?1, ?E?7 e da E-caderina nos linfócitos intraepidérmcos foi avaliada por exame imunoistoquímico através da contagem de quatro campos de 400x da epiderme e comparada entre os dois grupos. Resultados: Não houve diferença da expressão das integrinas ?4?1 e ?E?7 nos linfócitos intraepidérmicos entre os casos de MF e doenças inflamatórias cutâneas. Observou-se aumento da expressão da integrina ?E?7 nos linfócitos intraepidérmicos nos estadios avançados de MF (T3 e T4) e nos casos de MF pós-tratamento. A expressão da E-caderina na epiderme nos casos de MF delineou os microabscessos de Pautrier, enquanto que nas doenças inflamatórias a presença de espongiose comprometeu sua expressão nos queratinócitos. Conclusões: O aumento da expressão da integrina ?E?7 nos casos de MF em estadio avançado (T3 e T4) pode ocorrer em consequência do aumento da população linfocitária ou devido a presença de linfócitos que ainda expressem a referida integrina, embora esta não necessariamente esteja ativada. O aumento da expressão de ?E?7 nos linfócitos intraepidérmicos dos casos de MF pós-tratamento pode estar relacionado à presença de linfócitos não tumorais no infiltrado intraepidérmico. A expressão da E-caderina na epiderme nos casos de MF, delineando microabscessos de Pautrier, ao contrário das doenças inflamatórias, nas quais há edema, quebra das pontes intercelulares e diminuição da expressão dessa molécula, denota que os linfócitos tumorais migram para o epitélio de uma maneira menos agressiva, respeitando a estrutura dos queratinócitos.
Keywords cutaneous lymphoma
mycosis fungoides
cell adhesion molecules
integrins
immunohistochemistry
linfoma cutâneo
micose fungóide
moléculas de adesão celular
integrinas
imuno-histoquímica
Language Portuguese
Date 2016-11-23
Published in BARATA, Mariangela Cristina Crispino. Análise da expressão de moléculas de adesão celular nos linfomas de células t cutâneos e em doenças inflamatórias da pele. 2016. 49 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 49 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4611707
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46589

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account