Validação laboratorial de um método automatizado de dosagem da atividade de adenosina desaminase em líquido pleural e em líquido cefalorraquidiano

Validação laboratorial de um método automatizado de dosagem da atividade de adenosina desaminase em líquido pleural e em líquido cefalorraquidiano

Título alternativo Laboratorial validation of an automated assay for the determination of adenosine deaminase activity in pleural fluid and cerebrospinal fluid
Autor Feres, Márcia Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Martino, Maria Cristina de Google Scholar
Maldijian, Suely Autor UNIFESP Google Scholar
Batista, Fernando Google Scholar
Gabriel Júnior, Alexandre Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Laboratório da Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia/Medicina Laboratorial
Resumo OBJECTIVE: The incidence of tuberculosis worldwide has emphasized the need for better assays designed to diagnose the disease, principally the extrapulmonary form. The objective of the present study was to validate the performance of an automated method for the determination of adenosine deaminase (ADA) activity in pleural fluid (PF) and cerebrospinal fluid (CSF), comparing it with a conventional method (the modified Giusti method). METHODS: In total, 134 samples were selected from among those tested in our laboratory: 94 PF samples and 40 CSF samples. The ADA activity was determined using the two methods. Inter- and intra-assay precision was determined, linear regression analysis was performed, simple concordance tests were conducted, and the means of the differences were calculated. RESULTS: The correlation coefficients for PF and CSF samples were, respectively, 0.96 and 0.95. Inter-assay precision was determined using 21 replicates at 3 different activity levels: low, medium and high. The percentage coefficient of variation (%CV) was, respectively, 5.9, 8.1 and 5.8 for PF samples, compared with 21.9, 18.6 and 13.8 for CSF samples. Intra-assay precision in %CV was 1.3 and 11.7, respectively, for PF and CSF samples. The concordance between the methods in PF and CRF samples was, respectively, 96.8% and 100%, considering the reference values for the diagnosis of TB to be 40 U/L (conventional) and 30 U/L (automated) in PF samples, versus 9 U/L (for both methods) in CSF samples. CONCLUSIONS: The results validate the use of the automated method of determining ADA activity in PF and CSF samples as an alternative to the conventional method.

OBJETIVO: A incidência global de tuberculose reforça a necessidade de melhores ensaios para o diagnóstico desta doença, principalmente da tuberculose extrapulmonar. O objetivo do trabalho foi validar o desempenho de um método automatizado para a determinação da atividade de adenosina desaminase (ADA) no líquido pleural (LP) e no líquido cefalorraquidiano (LCR), comparando-o com um método convencional (Giusti modificado). MÉTODOS: Selecionaram-se 134 amostras da rotina laboratorial: 94 de LP e 40 de LCR. Foram realizadas as determinações da atividade de ADA através dos dois métodos. Calculou-se a precisão inter- e intra-ensaios, análise de regressão linear, testes de concordância simples e médias das diferenças. RESULTADOS: Os coeficientes de correlação para as amostras de LP e LCR foram, respectivamente, 0,96 e 0,95. A precisão interensaio foi determinada pela média de 21 amostras replicadas em ensaios diferentes para 3 níveis de atividade: baixa, média e alta. Os coeficientes de variação em porcentagem (%CV) foram, respectivamente, 5,9, 8,1 e 5,8 para amostras de LP; e 21,9, 18,6 e 13,8 para amostras de LCR, respectivamente. A precisão intra-ensaio em %CV foi, respectivamente, 1,3 e 11,7% para amostras de LP e LCR. A concordância entre os dois métodos em amostras de LP e LCR foi, respectivamente, 96,8% e 100%, considerando-se como valores de referência para o diagnóstico de TB 40 U/L (convencional) e 30 U/L (automatizado) em amostras de LP, e 9 U/L em amostras de LCR para os dois métodos. CONCLUSÕES: Os resultados validaram o método automatizado de determinação da atividade de ADA para o uso em amostras de LP e LCR como alternativa ao método convencional.
Palavra-chave Adenosine deaminase
Tuberculosis
Pleural effusion
Cerebrospinal fluid
Adenosina desaminase
Tuberculose
Derrame pleural
Líquido cefalorraquidiano
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 34, n. 12, p. 1033-1039, 2008.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 1033-1039
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132008001200008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132008001200008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4655

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132008001200008.pdf
Tamanho: 241.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta