Efeitos morfofuncionais da disjunção maxilar em respiradores orais

Efeitos morfofuncionais da disjunção maxilar em respiradores orais

Author Gregolin, Paula Rotoli Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Testa, Jose Ricardo Gurgel Testa Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Otorrinolaringologia)
Abstract Introduction: The mouth breathers usually present altered shape and orofacial function, such as maxillary atresia precursor of skeletal posterior crossbite, interfering in areas of occlusal contact and chewing. For the correction of this malocclusion, the Hyrax expander allows the disjunction of the maxilla, improving the maxillarymandibular relationship and breathing. Objective: Evaluate the effects of the maxillary disjunction on the facial structures and chewing of mouth breathing children and teenagers. Method: Thirty patients (ages 6-14 years) underwent the procedure using the maxillary Hyrax appliance and evaluated at the pre - disjunction (T0), postdisjunction (T1) and 4 years after maxillary disjunction (T2), with frontal view radiography to obtain the craniofacial measures through the Cef-X program and analysis of chewing videotaped using the Sony Vegas Pro10 ® program to check the chewing type and mandible movements during chewing. The findings were compared over the three times. Results: In the evaluation of the sample before to disjunction, 43.3 % showed alternating bilateral chewing (AB), 56.7 % preferential unilateral (PU) and 13.3% (PU) of these on the left side. It was found that the side of the crossbite before maxillary expansion is not associated to the masticatory preference side throughout the three periods. The percentage of rotational cycles is related with the chewing side when evaluated three months after maxillary expansion (p = 0.040) while during the other periods this did not occur. An increase in the percentage of rotational cycles at times T1 and T2 was observed. Regarding change of chewing side comparing the 3 periods we noticed that most children maintained the side of chewing, and the percentage of T0 to T1, 52.4%; T0 to T2 and 52.4% and T1 to T2 58.3%. Also during the three periods, the study of the relationship between cephalometric information and the prefered masticatory side showed that only the inclination of the occlusal plane is related to the chewing side after 4 years of rapid maxillary expansion (p = 0.006). Conclusion: The maxillary disjunction in mouth-breathing children and teenagers promoted a positive inference in facial structures and affected the chewing very little, it showed a tendency to equilibrium after maxillary expansion.

Introdução: Os indivíduos respiradores orais geralmente apresentam forma e função orofacial alterada, como a atresia maxilar precursora da mordida cruzada posterior esquelética, interferindo nas áreas de contato oclusal e na mastigação. Para a correção desta má-oclusão, o expansor do tipo Hyrax possibilita a disjunção da maxila, promovendo uma adequada relação maxilo-mandibular, além de melhorar a respiração. Objetivo: Avaliar a interferência da disjunção maxilar nas estruturas faciais e na mastigação em crianças e adolescentes respiradores orais. Método: Trinta pacientes (6 a 14 anos de idade) respiradores orais por rinite alérgica, com atresia maxilar, foram submetidos ao procedimento de disjunção maxilar com aparelho Hyrax e avaliados nos momentos pré-disjunção (T0), pós-disjunção (T1) e 4 anos pós-disjunção maxilar (T2), com telerradiografia em norma frontal para obtenção das medidas craniofaciais por meio do programa Cef-X e análise da mastigação com filmagem utilizando o programa Sony Vegas pro10® para verificar o tipo mastigatório assim como os movimentos mandibulares durante a mastigação. Os achados foram comparados entre os 3 tempos. Resultados: Na avaliação da amostra, pré-disjunção maxilar, 43,3% mostraram mastigação bilateral alternada (BA), 56,7% unilateral preferencial (UP) e destes 13,3% UP à esquerda. Constatou-se que o lado da mordida cruzada pré-disjunção maxilar, não está associado ao lado de preferência mastigatória nos três momentos de tempo. Já a porcentagem de ciclos rotatórios está relacionada ao lado da mastigação quando avaliamos 3 meses pós-disjunção maxilar (p=0,040) enquanto que para os demais tempos, isto não ocorreu. Foi observado um aumento na porcentagem dos ciclos rotatórios, nos tempos T1 e T2. Com relação à alteração do lado da mastigação comparando os 3 tempos, notamos que a maioria das crianças e adolescentes mantiveram o lado de mastigação, sendo a porcentagem de T0 para T1, 52,4%; de T0 para T2 52,4% e de T1 para T2 58,3%. Também nos 3 tempos, o estudo da relação entre as informações cefalométricas e lado de preferência da mastigação demonstrou que apenas a inclinação do plano oclusal está relacionada ao lado da mastigação após 4 anos da disjunção maxilar (p=0,006). xv Conclusão: A disjunção da maxilar, em crianças e adolescentes respiradores orais, permite uma melhor relação maxilomandibular por meio da correção da atresia maxilar, apesar de pouco alterar a função mastigatória que demonstrou uma tendência de equilíbrio após a expansão da maxila.
Keywords chewing
palatal expansion technique
mouth breathing
mastigação
técnica de expansão palatina
respiração bucal
Language Portuguese
Date 2014-02-26
Published in GREGOLIN, Paula Rotoli. Efeitos morfofuncionais da disjunção maxilar em respiradores orais. 2014. 66 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 66 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1736765
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46449

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account