Análise morfoquantitativa, da expressão de fatores miogênicos e de mediadores inflamatórios do músculo estriado esquelético distante da lesão térmica por escaldadura em ratos wistar jovens

Análise morfoquantitativa, da expressão de fatores miogênicos e de mediadores inflamatórios do músculo estriado esquelético distante da lesão térmica por escaldadura em ratos wistar jovens

Author Quintana, Hananiah Tardivo Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliveira, Flavia de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Burn injury (BI) is an important epidemiological problem worldwide; those occurring in children have a higher frequency and occurring by outpouring hot liquids, for scalds are among the most common accidents. BI greater than 40% of the extension body is considered extensive, occurring systemic responses in the body. The purpose of this study was to investigatethe systemic effects of burn injury by scalding in the skeletal muscle distant lesion, through the parameters: morphological, morphometric, gene expression and genotoxicity. Therefore, we used 60 Wistar rats, 21 days, males, divided intwo groups: Control (C) and subjected to scald burn injury (SBI). The burn area was 45% of the total body surface area. The animals were euthanized after 1, 4 or 14 days post-burn injury or simulation (C1, C4, C14, SBI1, SBI4 and SBI14) and the gastrocnemius muscle was dissected for the following analysis: histopathological, hematoxylin-eosin and sirius red; morphometric, density and profile area; immunohistochemistry investigation for the proliferation phase of myoblasts during myogenesis, for protein MyoD and Myogenin; gene expression (qPCR) of inflammatory mediators related to muscle repair (TNF-&#945;, iNOS, COX-2) and muscular atrophy (MuRF1 and MAFbx); and analysis of genotoxicity by means of the comet assay. Statistical analysis was performed by analysis of variance of two factors (ANOVA). Histopathological results showed changes morphological in muscle fiber and type collagen fiber in the groups SBI, in comparison to C. Immunohistochemistry showed the largest number of nuclear markers in the group SBI4 for MyoD and Myogenin. The cell profile area was lower in groups SBI relative to C, regardless of the day of the experiment (p<0,05), while the cell density didn’t differ between groups. The gene expression of MuRF1 was statistically higher for LTE4 when compared to C4 and for MAFbx expression was higher to LTE14 than C14 (p<0,05). The expression of TNF-&#945; was higher to SBI 1 and 14 days than their respective controls (p <0.05) and iNOS was higher to animals SBI independent of the experimental days. However there wasn't alteration in expression of COX-2 (p<0,05). The analysis of the comet assay didn’t difference significant for any of the studied tissues. It was concluded that burn injury of great extension was sufficient to cause changes in the morphology of skeletal muscle distant of injury, increased expression of myogenic factors related to muscle repair, inflammation and atrophy this tissue.

Lesões térmicas (LTs) são um importante problema epidemiológico no mundo. As que ocorrem em crianças têm uma frequência maior e as que ocorrem por derramamento de líquidos quentes, as escaldaduras, estão entre os acidentes mais comuns. LTs superiores a 40% da extensão corporal são consideradas extensas, o que leva a respostas sistêmicas no organismo. O objetivo deste trabalho foi analisar os efeitos sistêmicos da lesão térmica por escaldadura a partir do músculo esquelético distante da lesão através de parâmetros: morfológicos, morfométricos, de expressão gênica e de genotoxicidade. Foram utilizados 60 ratos Wistar de 21 dias, machos, distribuídos nos grupos: Controle (C) e submetidos à Lesão Térmica por Escaldadura (LTE). Os animais do grupo LTE foram submetidos à escaldadura em regiões distantes dos membros, totalizando 45% da extensão corporal. Os mesmos foram submetidos à eutanásia após 1, 4 ou 14 dias pós-lesão ou simulação da mesma (C1; C4; C14; LTE1; LTE4 e LTE14). O músculo gastrocnêmio foi dissecado para as avaliações: histopatológica por hematoxilina-eosina e picro-sírius; morfométrica por meio da área do perfil e densidade celular; imunoistoquímica para investigação da fase de proliferação dos mioblastos durante a miogênese, expressão da proteína MyoD e Miogenina; expressão gênica por qPCR de mediadores inflamatórios relacionados ao reparo muscular (TNF-&#945;, iNOS, COX-2) e à atrofia muscular (MuRF1 e MAFbx); e genotóxica por meio de Teste do Cometa no sangue periférico, rim, fígado e músculo esquelético. Foi realizada a análise estatística por meio de análise de variância (ANOVA) com dois fatores (grupo e tempo de experimento). Os resultados histopatológicos evidenciaram alterações morfológicas nas fibras musculares e tipo de fibra colágena dos grupos LTE, em comparação aos C. A imunoistoquímica mostrou maior número de marcações nucleares no grupo LTE4 tanto para MyoD quanto para Miogenina. A área do perfil celular foi menor no grupo LTE em relação ao C, independente do dia de experimento (p<0,05), enquanto a densidade celular não diferiu entre os grupos. A expressão de MuRF1 foi estatisticamente maior para LTE4 quando comparado a C4 e para MAFbx a expressão foi maior em LTE14 do que em C14. TNF-&#945; apresentou LTE1 e LTE14 maior que seus respectivos controles (p<0,05). Já a expressão de iNOS foi estatisticamente maior nos animais LTE para todos os dias investigados enquanto para a expressão de COX-2 não houve diferença entre os grupos C e LTE. A análise do Teste do Cometa revelou não haver genotoxicidade para nenhum dos tecidos investigados. Concluiu-se que a lesão térmica de grande extensão foi suficiente para promover mudanças na morfologia do tecido muscular distante da lesão, aumento da expressão de fatores miogênicos relacionados ao reparo muscular, inflamação e atrofia desse tecido.
Keywords burns
inflammation
dna damage
muscle
skeletal
myogenic regulatory factor
atrophy
queimadura
inflamação
dano ao dna
músculo esquelético
fator regulatório miogênico
atrofia
Language Portuguese
Date 2014-02-26
Published in QUINTANA, Hananiah Tardivo. Análise morfoquantitativa, da expressão de fatores miogênicos e de mediadores inflamatórios do músculo estriado esquelético distante da lesão térmica por escaldadura em ratos wistar jovens. 2014. 92 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2014.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 92 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=519846
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46374

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account