Alterações morfológicas do tecido cartilagíneo e ósseo do fêmur de ratos jovens submetidos à lesão térmica

Alterações morfológicas do tecido cartilagíneo e ósseo do fêmur de ratos jovens submetidos à lesão térmica

Author Tome, Tabata de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliveira, Flavia de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract The scald burn injury (SBI) mainly affects children and is a serious public health problem and it is clear the extensive tissue destruction, leading to the activation of catabolic processes. There are numerous descriptions related to changes in growth and bone mineral density in patients who have suffered thermal injuries, but there are few studies investigating the cellular events responsible for these changes. This study aims to understand the cellular mechanisms involved in the possible bone loss and cartilage of the femur of an experimental model of t hermal injury (> 40% of body surface) in young rats. 28 rats were divided into groups: control (C) and scald burn injury (SBI), further subdivided in ratings of 4 and 14 days after injury. The femur was removed for histological and morphometric analysis of the epiphyseal plate and of articular cartilage; analysis of collagen type I and III of the cartilage and bone regions; immunohistochemical analysis (MMP-2 and 9, RUNX-2 and RANKL). Statistical analysis by variance analysis (ANOVA) with two factors (time and group) was performed. The results of the histopathological analysis demonstrated differences in the delay of the appearance of secondary ossification center, decreased cellularity in the middle layer of the articular cartilage, and the presence of chondrocytes in the spongy bone substance the animals SBI. In addition, there were differences in the predominant type of collagen LTE group when compared to C. The immunohistochemical analysis for MMP-2 and MMP-9 showed more intense immunostaining in C groups compared to SBI. There was increased RUNX-2 immunoreactivity (related to the differentiation of osteoblasts) and RANK-L (stimulating factor for the development and maturation of osteoclasts). The morphometric analysis allowed to point thinning of the epiphyseal plate and its layers in SBI animals but without changing the cell density of chondrocytes of the middle layer of the articular cartilage and also without changing the area of the same chondrocytes. The data showed that the thermal damage of great extent affected the cartilage and bone of the femur of young rats, in order to delay bone growth in SBI animals. Strategies to prevent such processes are essential for the treatment of thermal injuries.

A lesão térmica por escaldadura acomete principalmente crianças e é um problema sério em saúde pública, sendo evidente a extensa destruição de tecidos, levando à ativação de processos catabólicos. Há inúmeras descrições relacionadas às alterações no crescimento e na densidade mineral óssea de pacientes que sofreram lesões térmicas, mas são escassos os estudos que investiguem os eventos celulares responsáveis por essas alterações. Esse estudo visa compreender os mecanismos celulares envolvidos na possível perda óssea e cartilagínea no fêmur de um modelo experimental de lesão térmica (>40% da superfície corporal) em ratos jovens. Foram utilizados 28 ratos distribuídos em grupos: controle (C) e lesão térmica por escaldadura (LTE), posteriormente subdivididos em avaliações de 4 e 14 dias após a lesão. Foi retirado o fêmur para: análise histopatológica e morfométrica da lâmina epifisial e da cartilagem articular; análise do colágeno tipo I, e III das regiões cartilagíneas e ósseas; análise imunoistoquímica (expressão da MMP-2 e 9, RUNX-2 e RANKL). Foi realizada a análise estatistica por meio da análise de variancia (ANOVA) com dois fatores (tempo e grupo). Os resultados da análise histopatológica demonstraram diferenças quanto ao atraso do aparecimento do centro de ossificação secundário, diminuição da celularidade na camada média da cartilagem articular e presença de condrócitos na substância óssea esponjosa dos animais LTE. Além disso, houve diferença no tipo de colágeno predominante do grupo LTE quando comparado ao C. As análises imunoistoquímicas para MMP-2 e para MMP-9 demonstraram mais intensa imunomarcação nos grupos C quando comparados ao LTE. Houve aumento da imunoexpressão de RUNX-2 (relacionado à diferenciação dos osteoblastos) e RANK-L (fator estimulante para o desenvolvimento e maturação dos osteoclastos). A análise morfométrica permitiu apontar diminuição da espessura da lâmina epifisial e suas camadas nos animais LTE porém sem alteração da densidade celular dos condrócitos da camada média da cartilagem articular e também sem alteração da área desses mesmos condrócitos. Os dados permitiram concluir que a lesão térmica de grande extensão afetou o tecido cartilagíneo e ósseo do fêmur de ratos jovens, de maneira a atrasar o crescimento ósseo nos animais LTE. Estratégias que possam impedir tais processos são essenciais para o tratamento das lesões térmicas.
Keywords burn injury
bone
mmp-2
mmp-9
runx-2
rankl
lesão térmica
osso
mmp-2
mmp-9
runx-2
rankl
Language Portuguese
Date 2015-03-24
Published in TOME, Tabata de Carvalho. Alterações morfológicas do tecido cartilagíneo e ósseo do fêmur de ratos jovens submetidos à lesão térmica. 2015. 93 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2015.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 93 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2479648
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46372

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account