A escolha do alimento por bugios-ruivo (alouatta clamitans, primates, cabrera, 1940) e muriquis-do-sul (brachyteles arachnoides, primates, e Geoffroy, 1806): composição da dieta e resistência à fratura de itens alimentares Diadema/SP

Show simple item record

dc.contributor.advisor Gomes, Mauricio Talebi Gomes [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Andrade, Enrico Sala de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-27T15:50:02Z
dc.date.available 2018-07-27T15:50:02Z
dc.date.issued 2014-04-25
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1732932 pt
dc.identifier.citation ANDRADE, Enrico Sala de. A escolha do alimento por bugios-ruivo (alouatta clamitans, primates, cabrera, 1940) e muriquis-do-sul (brachyteles arachnoides, primates, e Geoffroy, 1806): composição da dieta e resistência à fratura de itens alimentares Diadema/SP. 2014. 117 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, 2014.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46338
dc.description.abstract Food plants have chemical and physical defence mechanisms to avoid herbivory whereas primary consumers have adaptations to cross this barrier so as to reach their specific nutritional requirements. Southern Muriquis (Brachyteles archnoides) and Brown Howlers (Alouatta clamitans) are primates essentially herbivorous and have adaptations related to folivory and frugivory. Toughness is a physical property of food that describes the difficulty of propagating a fracture on some material. It is assessed by animals during biting and when indicate the digestibility of food (fiber content) probably passively influences the food selection by primates. This study verified if toughness influenced the food choice of Southern Muriquis and Brown howlers. Behavior informations about activity patterns of the studied species was collected using the scan sampling method (sample period of 10 minutes and, sampling interval of 5 minutes). It was calculated from activity patterns data, the diet composition by time spent feeding (TSF) on each consumed food type (fruits, leaves and flowers, both immature and mature). Sampling were conducted on rainy and dry seasons over four periods (December 2012 and October 2013, rainy, and also in May 2013 and August 2013, dry) on Carlos Botelho State Park (PECB, 24°06 e 24°14 S e 47°47 e 48°07 O) (in situ). Beside, samplings of food preferences of two females of Alouatta clamitans and two males of Alouatta caraya were conducted at Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP), São Paulo-SP. Ten specimens of each food consumed by the animals were tested to get toughness values using a portable tester. The Chapter I of this dissertation presents the activity patterns and diet in situ whereas in Chapter II are presented the toughness values of the different food types consumed by the studied primates (in situ and ex situ). For activity patterns and diet, it was observed that feeding was the second most common activity performed (33.4% Muriqui; 30.3% Howlers) and the food type ?fruit?, rather mature ones, the most often chosen for both species. The highest proportion of fruit observed, indicative of frugivory, probably reflects the high-quality habitat of the primates, with proper availability of fruits over the annual cycle. For toughness of foods, it was observed that there is no apparent preference for a specific toughness range, but toughness seems to influence Howlers (particularly leaves) more than Muriquis in their food choice: Howlers consumed leaves with higher toughness values than Muriquis. For fruits and flowers, Howlers presented a trend to avoid consume food types with high toughness values, whereas for Muriquis, some foods with this feature were consumed in high proportion. Thus, this study suggests that toughness is relevant parameter in the study of food preferences of Brown Howlers and Southern Muriquis, especially to folivory, and probably herbivory. en
dc.description.abstract Plantas possuem mecanismos de defesa químicos e físicos a fim de evitar a herbivoria, enquanto que consumidores primários são munidos de adaptações para vencer essas barreiras e alcançarem suas necessidades nutricionais específicas. Muriquis-do-Sul (Brachyteles arachnoides) e Bugios-Ruivo (Alouatta clamitans) são primatas essencialmente herbívoros e possuem adaptações relacionadas à folivoria e frugivoria. A resistência à fratura (Rf) é uma propriedade física do alimento, que descreve a dificuldade em se propagar uma fratura em determinado material. Ela é acessada pelos animais durante a mordida, e ao indicar a digestibilidade do alimento (quantidade de fibras) provavelmente influencie passivamente a seleção do alimento por primatas. Este estudo verificou a influência da Rf na escolha do alimento por Muriquis-do-Sul e Bugios-Ruivo. Informações comportamentais sobre o padrão de atividades das espécies primatas estudadas foram obtidas pelo método de amostragem de comportamentos varredura instantânea (período amostral de 10 minutos e intervalo amostral de 5 minutos). Calculou-se, a partir do padrão de atividades, a composição da dieta através do tempo gasto em alimentação (TGA) para os tipos de alimento (frutos, folhas e flores imaturos e maduros) consumidos. Amostragens foram realizadas nas estações seca e chuvosa, durante quatro períodos (Dezembro/2012 e Outubro/2013, estação chuvosa e Maio/2013 e Agosto/2013, estação seca) no Parque Estadual Carlos Botelho (PECB, 24°06 e 24°14 S e 47°47 e 48°07 O) (in situ). Além disso, preferências alimentares de duas fêmeas de Alouatta clamitans e dois machos de Alouatta caraya foram avaliadas na Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP), São Paulo-SP. Dez espécimes por tipo de alimento consumido pelos animais foram testados para os valores de Rf, através de um texturômetro portátil. O Capítulo I desta dissertação apresenta o padrão de atividades e dieta in situ, enquanto que no Capítulo II são apresentados os valores de Rf dos diferentes tipos de alimento consumidos pelos primatas estudados (in situ e ex situ). Para o padrão de atividades e dieta, observou-se que a alimentação foi a segunda atividade mais desempenhada (33,4% Muriqui; 30,3% Bugios) e o tipo de alimento ?fruto?, preferenciamente maduro, o mais frequentemente utilizado para as duas espécies. A maior proporção de frutos observada, indicativa de frugivoria, provavelmente reflete o habitat de excelente qualidade para os primatas, com adequada disponibilidade de frutos ao longo dos ciclos anuais. Para a resistência à fratura do alimento, observou-se que não há uma preferência aparente por uma faixa ou gradiente específico de valores, embora neste estudo a Rf influenciou a escolha do alimento de Bugios-Ruivo (particularmente folhas), aparentemente mais que de Muriquis-do-Sul: bugios consumiram folhas com maior Rf que Muriquis. Para frutos e flores, Bugios mostraram uma tendência em evitar o consumo de tipos de alimento com Rf aumentado, enquanto que para Muriquis, alguns alimentos com essa característica foram consumidos em grande proporção. Assim, este estudo sugere que a Rf é um parâmetro de relevância no estudo das preferências alimentares de Bugios-Ruivo e Muriquis-do-Sul, principalmente em relação à folivoria, e provavelmente herbivoria. pt
dc.format.extent 117 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject brachyteles arachnoides en
dc.subject alouatta clamitans en
dc.subject diet composition en
dc.subject physical properties en
dc.subject toughness en
dc.subject brachyteles arachnoides pt
dc.subject alouatta clamitans pt
dc.subject composição da dieta pt
dc.subject propriedades físicas pt
dc.subject resistência à fratura pt
dc.title A escolha do alimento por bugios-ruivo (alouatta clamitans, primates, cabrera, 1940) e muriquis-do-sul (brachyteles arachnoides, primates, e Geoffroy, 1806): composição da dieta e resistência à fratura de itens alimentares Diadema/SP pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2014-0218.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus Diadema, Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF) pt
unifesp.graduateProgram Ecologia e Evolução pt
unifesp.knowledgeArea Ciências biológicas pt
unifesp.researchArea Ecologia pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account