Análise dos padrões histopatológicos do colesteatoma adquirido da orelha média

Análise dos padrões histopatológicos do colesteatoma adquirido da orelha média

Título alternativo Analysis of histopathological aspects in acquired middle ear cholesteatoma
Autor Alves, Adriana Leal Google Scholar
Pereira, Celina Siqueira Barbosa Google Scholar
Ribeiro, Fernando De Andrade Quintanilha Autor UNIFESP Google Scholar
Fregnani, Jose Humberto Tavares Guerreiro Google Scholar
Instituição SCSP FCM Depto. Morfologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
SCSP FCM Depto. de Otorrinolaringologia
Fundação Antônio Prudente
Resumo Middle ear cholesteatomas are characterized by the presence of stratified squamous epithelium in this cavity with highly invasive properties causing bone destruction and it may lead to complications. AIM: To study the histopathological features in acquired cholesteatomas of the middle ear, correlating this data with patient age. Study design:clinical and experimental cross-sectional study. MATERIAL AND METHODS: Samples were obtained from 50 patients submitted to otologic surgery for the removal of middle ear cholesteatomas from 2006 to 2007. Thirty four patients were adults and 16 were children. Samples were studied by histological analysis. RESULTS: we found the presence of epithelial atrophy (78%), epithelial acanthosis (88%), hyperplasia of the basal layer (88%) and formation of epithelial cones (62%). There was a positive and significant correlation between histopathological variables (such as epithelial acanthosis, hyperplasia of the basal layer and formation of epithelial cones). Histopathological variables presented no statistical significant difference in both age groups (p>0,05). CONCLUSION: Cholesteatomas have hyperproliferating characteristics with epithelial acanthosis, hyperplasia of the basal layer and the presence of epithelial cones in the matrix.

O colesteatoma da orelha média é caracterizado pela presença de epitélio estratificado pavimentoso queratinizado neste local, com alto poder invasivo, causando destruição óssea e podendo levar a complicações. OBJETIVO: Estudar os padrões histopatológicos no colesteatoma adquirido da orelha média. Correlacionar esses dados com a idade do paciente. FORMA DE ESTUDO: Clínico e experimental do tipo transversal. MATERIAL E MÉTODO: Foram colhidas amostras de colesteatoma de 50 pacientes submetidos à cirurgia otológica, sendo 34 adultos e 16 crianças, no período de 2006 a 2007. Essas amostras foram submetidas à análise histológica. RESULTADOS: A presença de atrofia foi encontrada em 78% dos casos, acantose em 88%, hiperplasia da camada basal em 88% e cones epiteliais em 62%. As correlações entre acantose e hiperplasia da camada basal, acantose e formação de cones epiteliais, hiperplasia da camada basal foram positivas e significativas. Não houve diferença estatisticamente significativa em relação aos padrões histopatológicos entre os dois grupos etários (p>0,05). CONCLUSÃO: O colesteatoma tem características hiperproliferativas, com acantose, hiperplasia da camada basal e presença de cones epiteliais na sua matriz.
Palavra-chave cholesteatoma
histopathology
middle ear
colesteatoma
histopatologia
orelha média
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 74, n. 6, p. 835-841, 2008.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 835-841
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992008000600005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992008000600005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4630

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992008000600005.pdf
Tamanho: 733.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta