Combined method for simultaneous morphology, immunophenotype and karyotype (MAC) in leukemias

Combined method for simultaneous morphology, immunophenotype and karyotype (MAC) in leukemias

Autor Chauffaille, Maria de Lourdes Lopes Ferrari Autor UNIFESP Google Scholar
Coutinho, Vicente Autor UNIFESP Google Scholar
Yamamoto, Mihoko Autor UNIFESP Google Scholar
Kerbauy, José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo In the present study, a combined method (CM) for attaining simultaneous identification of leukemic cell morphology, karyotype and immunophenotype has been evaluated in 21 patients with acute leukemia and 1 with CML in blast crisis were studied for morphology, citochemistry, immunophenotype and karyotype. Karyotype was performed in a bone marrow sample by using conventional techniques. In each case, direct method (DM) and/or three cultures were tried. The CM consisted in separating a small part of the material resulting from any of the cultures or DM, preparing slides through cytospin and immunophenotyping through APAAP method using the same monoclonal antibodies (MoAb) as for diagnosis. In 14 cases, the metaphases proved positive to the MoAb: in 4, the cells with abnormality had their origin defined; in other 4 the karyotype was normal preventing any identification; 6 cases had minimal abnormalities not visible through CM; and in two cases abnormal karyotypes were detected only in the cultures with GM-CSF. This study showed that CM is feasible in cases where evident numerical or structural chromosomal abnormalties are present.

Este trabalho avaliou um método combinado (MC) para identificação simultânea da morfologia, cariótipo e imunofenótipo da célula leucêmica. Foram estudados 21 pacientes com leucemia aguda e 1 com LMC em crise blástica através da morfologia, citoquimica, imunofenotipagem e citogenética. O cariótipo foi feito em material proveniente da medula óssea pelas técnicas convencionais e para cada caso, foi feito o método direto (MD) e/ou três culturas. O MC consistia em separar pequena parte do material de qualquer cultura ou MD, preparar as laminas através de citocentrífuga e fazer a imunofenotipagem pelo método do APAAP com os mesmos anticorpos monoclonais (AcMo) usados ao diagnóstico. Em 14 casos as metáfases mostraram positividade para os AcMo: em 4 as células com anormalidades tiveram sua origem definida, em 4 casos o cariótipo era normal impedindo identificações e 6 tinham aberrações mínimas impossíveis de serem vistas através do MC. Em dois casos o cariótipo anormal foi encontrado apenas nas culturas com GM-CSF. O estudo mostrou que o MC é válido para casos com alterações cromossômicas numéricas ou estruturais evidentes.
Palavra-chave Leukemia
chromosomes
imunophenotype
Idioma Inglês
Data de publicação 1997-02-01
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 115, n. 1, p. 1336-1342, 1997.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 1336-1342
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801997000100004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-31801997000100004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/463

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31801997000100004.pdf
Tamanho: 1.546MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta