Avaliação da correlação entre o controle clínico da asma, os valores de função pulmonar e o grau de inflamação das vias aéreas em crianças e adolescentes com asma

Avaliação da correlação entre o controle clínico da asma, os valores de função pulmonar e o grau de inflamação das vias aéreas em crianças e adolescentes com asma

Autor Chaves, Danielle Maria de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Wandalsen, Gustavo Falbo Wandalsen Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria
Resumo Objectives: to evaluate in children and adolescents relations among four asthma characteristics: values of exhaled nitric oxide (FeNO), lung function, bronchodilator response (BR) and the degree of asthma control; to describe FeNO values in this population of asthmatics and to study the influence of clinical, demographic and functional aspects. Methods: cross-sectional evaluation of 147 children and adolescents with asthma followed in a reference out-patient clinic measuring FeNO values, spirometry, BR, asthma control questionnaire (ACT or C-ACT) and clinical data. Results: median age was 12.2 years (6 to 18 years) and 92 were males. Median from the time since the last asthma exacerbation was three months. Median of BMI z score was 0.73z and 122 patients had some associated disease, predominating allergic rhinitis (101 patients) and atopic dermatitis (42 patients). Ninety nine patients were in regular use of asthma control medication for at least one month. Seventy three (50%) patients had some abnormality in lung function and 34 (24%) showed positive BR (FEV1 increase of ? 12%). Uncontrolled asthma (ACT or C-ACT ? 19) was observed in 45 (31%) cases. In the total group we observed moderate correlations only between BR values and: FEV1 (r= -0.46), FEV1/FVC (r= -0.44) and FEF25-75% (r= -0.33). Among patients without regular control treatment, FeNO values correlated significantly with FEV1/FVC (r= -0.34), FEF25-75% (r= -0.34) and ACT/C-ACT (r= -0.25). Correlations observed in patients with regular asthma control treatment were, in general, weaker than those founded in patients without control treatment. In this group, FeNO values correlated significantly only with FEV1/FVC values (r= -0.18). FeNO values ranged from 1ppb to 196ppb (median 29.9ppb) and abnormal values (> 25ppb) were found in 81 (55%) patients. Those in regular use of asthma control medication had lower values than those without it (median: 23.5ppb vs 37.0ppb; p=0.006). FeNO values correlated significantly with time since the last asthma exacerbation (r= -0.24; p=0.02) and age (r= 0.19; p=0.009). Patients, when separated according to GINA steps of treatment, showed significantly different values of FeNO (p=0.04). Patients with abnormal lung function had higher BR values (median: 9% vs 5%; p<0.01) and lower values of ACT/C-ACT (median: 20 vs 22; p=0.01). Patients with positive BR had lower values of FEV1 (median: 76% vs 95%; p<0.001), FEV1/FVC (median: 76% vs 90%; p<0.001) and FEF25-75% (median: 59% vs 88%; p<0.001) than those without positive BR response. FeNO values were higher among patients with BR response (median: 45.3ppb vs 25.4ppb; p=0.01). Patients with uncontrolled asthma showed larger BR (median: 8% vs 5%; p=0.01) but without differences in FeNO values and lung function. Conclusions: FeNO, lung function, BR and asthma control scores are variables that did not correlate strongly, probably because they represent different domains of the disease. Correlations between FeNO values and these variables were stronger among asthmatics without regular control treatment. FeNO values showed a large variability and correlated significantly with age (positive) and time since the last asthma exacerbation (negative)

Objetivos: avaliar em crianças e adolescentes as relações entre quatro variáveis associadas à asma: valores da fração exalada de óxido nítrico (FeNO), função pulmonar, resposta broncodilatadora (RB) e o nível de controle da asma; descrever os valores da FeNO neste grupo de asmáticos e estudar a influência de variáveis clínicas, demográficas e funcionais. Métodos: avaliação transversal de 147 crianças e adolescentes com asma, acompanhados em serviço de referência com mensuração dos valores da FeNO, espirometria, RB, questionário de controle da asma (ACT ou C-ACT) e dados clínicos. Resultados: a mediana de idade foi de 12,2 anos (6 a 18 anos) e 92 eram do sexo masculino. A mediana do intervalo desde a última crise foi três meses. A mediana do escore z de IMC foi 0,73z e 122 pacientes apresentavam alguma doença associada, predominando a rinite alérgica (101 pacientes) e a dermatite atópica (42 pacientes). Noventa e nove pacientes estavam em uso regular de medicação de controle da asma por pelo menos um mês. Setenta e três (50%)pacientes apresentaram alguma alteração nos valores da função pulmonar e 34(24%) pacientes apresentavam RB positiva (incremento ? 12% VEF1). Asma não controlada (ACT ou C-ACT ? 19) foi encontrada em 45 (31%) casos. No grupo total de asmáticos, observamos correlações moderadas entre as variáveis apenas para os valores da RB e: VEF1 (r= -0,46), VEF1/CVF (r= - 0,44) e FEF25-75% (r= - 0,33). Entre os pacientes do grupo sem tratamento de controle, os valores da FeNO se correlacionaram significantemente com os valores de VEF1/CVF (r= -0,34), FEF25-75% (r= -0,34) e ACT/C-ACT (r= -0,25). As correlações observadas entre as variáveis no grupo com tratamento regular e controle da asma foram, de modo geral, mais fracas do que as observadas no grupo sem tratamento. Neste grupo, os valores da FeNO correlacionaram-se significantemente apenas com os valores de VEF1/CVF (r=-0,18). Os valores da FeNO variaram de 1ppb a 196ppb (mediana 29,9ppb) e valores alterados (> 25ppb) foram encontrados em 81 (55%) pacientes. Aqueles em uso de medicação regular de controle apresentaram menores valores da FeNO dos que os sem (mediana: 23,5ppb vs 37,0ppb; p=0,006). Os valores da FeNO se correlacionaram significativamente com o tempo desde a última exacerbação de asma (r= -0,24; p=0,02) e com a idade (r= 0,19; p=0,009). Os pacientes, quando separados de acordo com as etapas de tratamento da GINA, apresentaram valores da FeNO significativamente diferentes entre si (p=0,04). Os pacientes com alteração da função pulmonar apresentaram maior RB (mediana: 9% vs 5%; p<0,01) e piores valores de ACT/C-ACT (mediana: 20 vs 22; p=0,01). Os pacientes com RB positiva apresentaram valores menores de VEF1 (mediana: 76% vs 95%; p<0,001), da relação VEF1/CVF (mediana: 76% vs 90%; p<0,001) e do FEF25-75% (mediana: 59% vs 88%; p<0,001) em comparação aos sem RB positiva. Os valores da FeNO foram maiores nos pacientes com RB positiva (mediana:45,3ppb vs 25,4ppb; p=0,01). Os pacientes com asma não controlada apresentaram maior RB (mediana: 8% vs 5%; p=0,01), mas sem diferenças nos valores da FeNO e de função pulmonar. Conclusões: FeNO, função pulmonar, RB e escore de controle da asma são variáveis sem fortes correlações entre si, provavelmente por constituírem diferentes domínios da doença. A correlação dos valores da FeNO com estas variáveis foi mais forte nos asmáticos sem tratamento de controle instituído. Os valores da FeNO apresentaram grande variabilidade e se correlacionaram positiva e significativamente com a idade, negativa e significativamente com o tempo desde a última exacerbação.
Assunto asthma
spirometry
nitric oxid
questionnaires
child
asma
espirometria
óxido nítrico
questionários
criança
Idioma Português
Data 2014-11-28
Publicado em CHAVES, Danielle Maria de Souza. Avaliação da correlação entre o controle clínico da asma, os valores de função pulmonar e o grau de inflamação das vias aéreas em crianças e adolescentes com asma. 2014. 74 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Linha de pesquisa Medicina
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 74 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1445732
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46274

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)