Causas e conseqüências físicas e emocionais do término de carreira esportiva

Causas e conseqüências físicas e emocionais do término de carreira esportiva

Título alternativo Physical and emotional causes and consequences of career termination in sports
Autor Agresta, Marisa Cury Autor UNIFESP Google Scholar
Brandão, Maria Regina Ferreira Google Scholar
Barros Neto, Turibio Leite de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade São Judas Tadeu
Resumo INTRODUCTION: Elite athletes will have to face sport career termination sooner or later, and this is a crucial and inevitable process that brings about changes in the occupational, financial, social and psychological spheres of their lives, which can be followed by emotional distress. OBJECTIVE: The present study had the aim to research how former Brazilian basketball and professional soccer players have experienced retirement in sports career as well as its causes and consequences. MATERIAL AND METHODS: 79 former elite male athletes (soccer and basketball players) with mean age of 51.75 ± 8.85 years old were assessed. They have been professional athletes for 18.22 ± 4.66 years and had their career termination at about 34.36 ± 4.42 years. A semi-structured interview frame was used and the data were analyzed according to the answers frequency of occurrence for each interview item. RESULTS: It was observed that for 75.9% of these athletes the retirement from sport was their own choice. Age (49.4%) and appearance of other interests (43.0%) were the most frequent reasons related to the retirement. However, they have experienced feelings of sadness (50.6%) and resignation (36.7%) and 43% of the former athletes have experienced worsening in their physical condition after career termination. CONCLUSION: We can conclude that the hereby-assessed athletes have experienced a long sports career, but their retirement caused feelings of sadness. On the other hand, old age itself is a limitation for the practice of elite sports, and its acknowledgement has led to resignation.

INTRODUÇÃO: Os atletas de alto rendimento, em determinado momento, se defrontam com o término de carreira esportiva, um processo crucial e inevitável, com exigências de ajustamentos nas esferas da vida ocupacional, financeira, social e psicológica e, que, portanto, pode ser acompanhado por distress emocional. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo pesquisar como ex-atletas brasileiros de alto nível de basquetebol e futebol profissional experienciaram a aposentadoria da carreira esportiva, suas causas e conseqüências físicas e emocionais. MÉTODOS: Para tanto, foram avaliados 79 ex-atletas de alto nível, do sexo masculino, que pertenciam a duas modalidades esportivas: futebol (N = 57) e basquetebol (N = 22), com média de idade de 51,75 ± 8,85 anos. O tempo de prática como atleta profissional foi de 18,22 ± 4,66 anos e o término da carreira esportiva ocorreu em média aos 34,36 ± 4,42 anos. Utilizou-se uma entrevista semi-estruturada; os dados foram analisados pela freqüência de ocorrência de respostas para cada item da entrevista. RESULTADOS: Observou-se que, para 75,9% dos atletas, a decisão de encerrar a carreira foi espontânea. A idade (49,4%) e outros interesses emergentes (43,0%) foram as principais causas da aposentadoria. Os sentimentos vivenciados nesse momento foram de tristeza (50,6%) e de conformismo (36,7%). Para 43% dos ex-atletas a condição física piorou após o término da carreira. CONCLUSÕES: Os autores concluem que, apesar de os atletas terem experienciado uma carreira esportiva longa, o momento de se aposentar no esporte trouxe sentimentos de tristeza. Por outro lado, a idade é um limitador para a carreira esportiva e reconhecer isso levou ao conformismo.
Palavra-chave retirement
sports
soccer
basketball
aposentadoria
esportes
futebol
basquetebol
Idioma Português
Data de publicação 2008-12-01
Publicado em AGRESTA, Marisa Cury; BRANDAO, Maria Regina Ferreira; BARROS NETO, Turíbio Leite de. Causas e conseqüências físicas e emocionais do término de carreira esportiva. Rev Bras Med Esporte, Niterói , v. 14, n. 6, p. 504-508, dez. 2008
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 504-508
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922008000600006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000208626900006
SciELO S1517-86922008000600006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4627

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922008000600006.pdf
Tamanho: 83.51KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta