Efeitos da reprodução estrogênica na cartilagem articular de fêmur em ratas diabéticas e ovarectomizadas

Efeitos da reprodução estrogênica na cartilagem articular de fêmur em ratas diabéticas e ovarectomizadas

Autor Fernandes, Alexandre Saeki Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Simoes, Manuel de Jesus Simoes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Biologia Estrutural e Funcional
Resumo The degeneration of the articular cartilage is often observed in menopausal women, estrogen deficiency is one of the main causes of this degeneration. Furthermore, studies indicate that diabetes mellitus also causes negative effects on articular cartilage, however, the effects associated with the lack of estrogen, diabetes and estrogen replacement cartilage articulate are poorly understood. To assess the effects associated with the estrogen deficiency and diabetes (Di) and of estrogen replacement of articular cartilage in rats. Methods: 50 adult female rats at 3 months of age were ovariectomized (OVX) and after 21 days, divided in five groups: GI - (Ovx); GII (Ovx - treated with 10mg / kg per day of estrogen (Est) subcutaneously; GIII - (OVX + Di induced by streptozotocin (65?g / kg); GIV (OVX + Di + Est), GV - Sham-Di. After 60 consecutive days of treatment, animals were euthanized, the distal femurs containing articular cartilage collected and fixed in 10% formaldehyde buffered saline and embedded in paraffin. Sections (4?m in thickness) were stained with hematoxylin and eosin for histomorphometric analysis, submitted to histochemistry of red picrosirius (PS) for evaluation of collagen fibers and Alcian Blue (AB) for quantification of glycosaminoglycans (GAGs) and immunohistochemical methods cleaved caspase-3 and Ki67. Quantitative data will be statistically analyzed for comparison between groups (p<0.05). Results: We observed a smaller thickness of the articular cartilage and amount of glycosaminoglycans, more caspase-3 positive cleaved chondrocytes, birefringence of collagen fibers in GIII (Ovx-Di) compared the other groups. Conclusion: Our results demonstrate that diabetes combined with ovariectomy has a deleterious effect on the articular cartilage of rat femur. In addition, treatment with estrogen showed little or no impact on the measured parameters.

A deficiência estrogênica é considerada uma das principais causas de osteoporose e osteoartrite em mulheres na menopausa, sendo que a reposição hormonal com estrogênios tem-se mostrado eficaz contra a perda óssea e degeneração da cartilagem articular tanto em modelos animais quanto em mulheres na menopausa. Entretanto, os efeitos benéficos dos estrogênios na cartilagem articular ainda não são muito bem compreendidos e controversos. Por outro lado, estudos indicam que o diabetes mellitus também causa efeitos negativos na cartilagem articular, porém, não se conhece se os efeitos dos estrogênios na cartilagem articular podem ser influenciados pelo diabetes mellitus. Objetivo: Avaliar os efeitos dos estrogênios na cartilagem articular de ratas diabéticas. Métodos: 50 ratas adultas, 3 meses de idade, normais ou diabéticas (Di) induzidas por estreptozotocina, foram ovariectomizadas (Ovx). Após 21 dias, o ciclo estral das ratas foi avaliado por colpocitologia durante 4 dias consecutivos para confirmação do quadro de anestro-permanente. Posteriormente as ratas foram divididas em 5 grupos: GI (Ovx-controle); GII (Ovx-tratado com 10?g/Kg/dia de estrôgenios); GIII (Ovx-Di); GIV (Ovx-Di e tratado com 10?g/Kg/dia de estrogênios) e GV (Sham-Di) pesadas semanalmente. Após 60 dias consecutivos de tratamento, os animais foram eutanasiados, os fêmures distais contendo a cartilagem articular coletados e fixados em formaldeído a 10% e incluídos em parafina. Cortes com 4 ?m de espessura foram corados pela hematoxilina e eosina para análise histomorfométrica, submetidos aos métodos histoquímicos do picrosirius red (PS) para avaliação das fibras colágenas e ao Alcian Blue (AB) para quantificação dos glicosaminoglicanos (GAGs) e métodos imuno-histoquímicos caspase-3 clivada e Ki67. Os dados quantitativos foram submetidos à análise estatística para comparação entre os grupos (p<0,05). Resultados: Uma menor espessura da cartilagem articular e quantidade de glicosaminoglicanos, maior número de condrócitos caspase-3 clivada positivos, birrefringência das fibras colágenas no GIII (Ovx-Di). Conclusão: Nossos resultados demonstram que a diabetes combinada com a ovariectomia exerce efeito deletério na cartilagem articular de fêmur de ratas. Além disso, o tratamento com estrogénio mostrou pouco ou nenhum impacto sobre os parâmetros medidos.
Assunto articular cartilage
ovariectomy
diabetes
estrogen replacement
rats
cartilagem articular
ovariectomia
diabetes
reposição estrogênica
Idioma Português
Data 2016-08-30
Publicado em FERNANDES, Alexandre Saeki. Efeitos da reprodução estrogênica na cartilagem articular de fêmur em ratas diabéticas e ovarectomizadas. 2016. 70 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Linha de pesquisa Biologia geral
Área de concentração Ciências biológicas
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4116036
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46260

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)