Estudo de amino-álcoois como inibidores de corrosão para aço api 5l x70 na presença do ácido naftênico ciclopentacarboxílico

Estudo de amino-álcoois como inibidores de corrosão para aço api 5l x70 na presença do ácido naftênico ciclopentacarboxílico

Autor Silva, Jackeline Pereira da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Martins, Cristiane Reis Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Engenharia e Ciência de Materiais
Resumo Amines have been widely used as corrosion inhibitors due to the protective nature, simplicity of application and attractive cost. The main areas that make use of amines are in civil construction, in cement formulations for protection of steel structures, metallurgical industries, which employ amines in the metalworking fluids, in several petrochemical processes, and in mining transport processes through pipelines. Given this need for corrosion protection in various applications, the aim of this study was to evaluate the functionality of organic inhibitors, more specifically the amino alcohols (2-amino-2-methyl-1-propanol, N,N-dimethyl-2-aminoethanol and 2-aminoethanol) as corrosion inhibitors for carbon steel API 5L X70 in the presence of a naphthenic acid (cyclopentanecarboxylic) which may be present in the oil. The efficiency of these inhibitors was studied by electrochemical techniques of monitoring the open circuit potential, electrochemical impedance spectroscopy and Tafel polarization curves. The steel surface in the absence and presence of inhibitors was characterized by optical microscopy and scanning electron microscopy (SEM) performed after the electrochemical tests. The results showed that factors such as the concentration, molecular structure and availability of the electron pairs of the functional groups may impact the inhibition efficiency. The primary amino alcohols 2-amino-2-methyl-1-propanol and 2-aminoethanol presented very similar results and such results were superior when compared to the secondary amino alcohol N, N-dimethyl-2-aminoethanol, which required a higher concentration to achieve the same inhibitory efficiency of the two mentioned primary amino alcohols

As aminas têm sido amplamente empregadas como inibidores de corrosão devido ao caráter protetivo, simplicidade de aplicação e ao custo atrativo. As principais áreas que fazem uso de aminas são em construções civis nas formulações de cimentos para proteção de estruturas de aço, nas indústrias metalúrgicas as quais empregam aminas nos fluidos usados para usinagem de materiais metálicos, em diversos processos petroquímicos, e em mineradoras através dos processos de transporte de minérios em dutos. Dada essa necessidade de proteção de corrosão nas mais variadas aplicações, o objetivo deste trabalho foi estudar a funcionalidade de inibidores orgânicos, mais especificamente os amino álcoois (2-amino-2-metil-1-propanol, N,N-dimetil-2-aminoetanol e 2-aminoetanol) como inibidores de corrosão para o aço carbono API 5L X70 na presença de uma solução de ácido naftênico (ciclopentanocarboxílico) que pode estar presente no petróleo. A eficiência destes inibidores foi estudada através de técnicas eletroquímicas de monitoramento do potencial de circuito aberto, espectroscopia de impedância eletroquímica e curvas de polarização de Tafel. A superfície do aço na ausência e presença dos inibidores foi caracterizada por microscopia óptica e microscopia eletrônica de varredura (MEV) realizadas após os ensaios eletroquímicos. Os resultados obtidos mostraram que fatores como a concentração, estrutura molecular e disponibilidade dos pares de elétrons dos grupos funcionais podem impactar na eficiência de inibição. Os amino-álcoois primários 2-amino-2-metil-1-propanol e o 2-aminoetanol apresentaram resultados muito similares e superiores quando comparados ao amino-álcool secundário N,N-dimetil-2-aminoetanol, o qual requereu uma concentração superior para alcançar a mesma eficiência inibitória dos dois amino-álcoois primários citados.
Assunto amino alcohols
inhibitor adsorption
carbon steel api 5l x70
naphtenics acids
electrochemical impedance spectroscopy
inibidores de adsorção
aço carbono api 5l x70
ácidos naftênicos
espectroscopia de impedância eletroquímica
Idioma Português
Data 2016-12-14
Publicado em SILVA, Jackeline Pereira da. Estudo de amino-álcoois como inibidores de corrosão para aço api 5l x70 na presença do ácido naftênico ciclopentacarboxílico. 2016. 83 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciência e Tecnologia, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São José dos Campos, 2016.
Linha de pesquisa Materiais
Área de concentração Multidisciplinar
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4318297
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46211

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)