Tradução para português, adaptação cultural e validação do Female Sexual Function Index

Tradução para português, adaptação cultural e validação do Female Sexual Function Index

Título alternativo Translation into Portuguese, cross-national adaptation and validation of the Female Sexual Function Index
Autor Thiel, Rosane Do Rocio Cordeiro Google Scholar
Dambros, Miriam Autor UNIFESP Google Scholar
Palma, Paulo César Rodrigues Google Scholar
Thiel, Marcelo Autor UNIFESP Google Scholar
Riccetto, Cássio Luís Zanettini Google Scholar
Ramos, Maria De Fátima Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade São Francisco
Resumo PURPOSE: to translate from English into Portuguese, adapt culturally and validate the Female Sexual Function Index (FSFI). METHODS: knowing the objectives of this research, two Brazilian translators have prepared a version each from the FSFI into Portuguese. Both versions have then been retro-translated into English by two English translators. After harmonizing the differences, they have been pre-tested in a pilot study. The final versions from the FSFI and from another questionnaire, the Short-Form Health Survey, which had already been translated and published in Portuguese, have then been simultaneously administered to one hundred patients, to test the FSFI psychometric proprieties concerning reliability (internal consistency and testing-retesting) and construct validity. Retesting was done after four weeks from the first interview. RESULTS: the process of cultural adaptation has not altered the Portuguese version of the FSFI, as compared to the original. The FSFI standardized Cronbach alpha was 0.96, and the evaluation by domains has varied from 0.31 to 0.97. As a measure of test-retest confidentiality, it was applied the intra-class coefficient, which has been considered strong and identical (1.0). Pearson's correlation coefficient between the FSFI and the Short-Form Health Survey was positive, but weak in most of the interrelated domains, varying from 0.017 to 0.036. CONCLUSIONS: the FSFI English version has been translated into Portuguese and culturally adapted, being reliable to evaluate the sexual response of Brazilian women.

OBJETIVO: traduzir para o português, adaptar culturalmente e validar o questionário Female Sexual Function Index (FSFI). MÉTODOS: dois tradutores brasileiros, cientes dos objetivos desta pesquisa, preparam duas versões do FSFI para o português, as quais foram retro-traduzidas por outros dois tradutores ingleses. As diferenças foram harmonizadas e pré-testadas em um estudo piloto. As versões finais do FSFI e de outro questionário, o Short-Form Health Survey, já vertido e publicado em português, foram simultaneamente administradas a cem pacientes. Foram testadas as propriedades psicométricas do FSFI, como confiabilidade (consistência interna e teste-reteste) e validades de construto. O reteste foi realizado após quatro semanas, a partir da primeira entrevista. RESULTADOS: o processo de adaptação cultural não alterou a versão em português do FSFI comparado ao original. O alfa de Cronbach padronizado do questionário foi 0,96; avaliado por domínios, variou de 0,31 a 0,97. Como medida de confiabilidade teste-reteste, foi aplicado o coeficiente de correlação intra-classes, que foi considerado forte e idêntico (1,0). O coeficiente de correlação de Pearson entre o FSFI e o Short-Form Health Survey foi positivo, mas fraco na maioria dos domínios afins, variando de 0,017 a 0,036. CONCLUSÕES: a versão do FSFI foi traduzida para o português e adaptada culturalmente e é válida para avaliação da resposta sexual das mulheres brasileiras.
Palavra-chave Questionnaires
Women's health
Sexual dysfunctions, psychological
Reproducibility of results
Validation studies
Translations
Questionários
Saúde da mulher
Disfunções sexuais psicogênicas
Reprodutibilidade dos testes
Estudos de validação
Tradução
Idioma Português
Data de publicação 2008-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 30, n. 10, p. 504-510, 2008.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 504-510
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032008001000005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032008001000005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4604

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032008001000005.pdf
Tamanho: 178.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta