Effects of prone and supine position on oxygenation and inflammatory mediator in a hydrochloric acid-induced lung dysfunction in rats

Effects of prone and supine position on oxygenation and inflammatory mediator in a hydrochloric acid-induced lung dysfunction in rats

Título alternativo Efeitos da posição prona e supina na oxigenação e mediador inflamatório na disfunção pulmonar induzida por ácido clorídrico em ratos
Autor Oliveira, Wagner Rogério Souza de Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Ivaldo da Autor UNIFESP Google Scholar
Simões, Ricardo Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Fuchs, Luiz Fernando Portugal Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira-Filho, Ricardo Martins Google Scholar
Oliveira-Júnior, Itamar Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
University of São Paulo Institute of Biomedical Sciences Department of Pharmacology
Resumo PURPOSE: To compare the effectiveness of mechanical ventilation of supine versus prone position in hydrochloric acid (HCl)-induced lung dysfunction. METHODS: Twenty, adult, male, Wistar-EPM-1 rats were anesthetized and randomly grouped (n=5 animals per group) as follows: CS-MV (mechanical ventilation in supine position); CP-MV (mechanical ventilation in prone position); bilateral instillation of HCl and mechanical ventilation in supine position (HCl+S); and bilateral instillation of HCl and mechanical ventilation in prone position (HCl+P). All groups were ventilated for 180 minutes. The blood partial pressures of oxygen and carbon dioxide were measured in the time points 0 (zero; 10 minutes before lung injury for stabilization), and at the end of times acid injury, 60, 120 and 180 minutes of mechanical ventilation. At the end of experiment the animals were euthanized, and bronchoalveolar lavages (BALs) were taken to determine the contents of total proteins, inflammatory mediators, and lungs wet-to-dry ratios. RESULTS: In the HCl+P group the partial pressure of oxygen increased when compared with HCl+S (128.0±2.9 mmHg and 111.0±6.7 mmHg, respectively) within 60 minutes. TNF-α levels in BAL do not differ significantly in the HCl+P group (516.0±5.9 pg/mL), and the HCl+S (513.0±10.6 pg/mL). CONCLUSION: The use of prone position improved oxygenation, but did not reduce TNF-α in BAL upon lung dysfunction induced by HCl.

OBJETIVO: Comparar os efeitos da ventilação mecânica em posição prona versus supina na disfunção pulmonar induzida por ácido clorídrico (HCl). MÉTODOS: Vinte ratos, adultos, Wistar-EPM-1 foram anestesiados e distribuídos aleatoriamente em grupos (n=5 animais por grupo): CS-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição supina); CP-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição prona); instilação bilateral de HCl e ventilação mecânica em posição supina (HCl+S) ou ventilação em posição prona (HCl+P). Todos os grupos foram submetidos a ventilação mecânica por 180 minutos. As pressões parciais de oxigênio e dióxido de carbono no sangue arterial foram mensuradas nos tempos Injúria ácida (10 minutos após instilação de HCl), e ao final de cada período após lesão por HCl, 60, 120 e 180 minutos sob ventilação mecânica. Ao final do experimento os animais foram eutanasiados, os pulmões retirados para avaliação do peso úmido em relação ao peso seco do pulmão direito e realizamos o lavado broncoalveolar (BAL) para determinação de proteínas totais e o mediador inflamatório TNF-α. RESULTADOS: No grupo HCl+P a pressão parcial de oxigênio, no tempo de 60 minutos, aumentou quando comparada com o grupo HCl+S (128.0±2.9 e 111.0±6.7 mmHg, respectivamente). Os níveis de TNF-α no lavado broncoalveolar não diferiram de maneira estatisticamente significante quando comparamos os grupos HCl+S (513.0±10.6 pg/mL) versus HCl+P (516.0±5.9 pg/mL). CONCLUSÃO: O uso da posição prona melhora a oxigenação, mas não reduz os níveis de BAL após disfunção pulmonar induzida por HCl.
Palavra-chave Lung
Respiration, Artificial
Oxygenation
Inflammation Mediators
Rats
Pulmão
Respiração Artificial
Oxigenação
Mediadores da Inflamação
Ratos
Idioma Inglês
Data de publicação 2008-10-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 23, n. 5, p. 451-455, 2008.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 451-455
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502008000500011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000261125900011
SciELO S0102-86502008000500011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4589

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502008000500011.pdf
Tamanho: 239.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta