Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/45811
Title: A expansão da graduação na Universidade Federal de São Paulo no período de 2003 a 2012
Other Titles: The Expansion of Graduation at the Universidade Federal de São Paulo from 2003 to 2012
Authors: Batista, Nildo Alves
Rossetto, Maria Bernadete de Noronha Dantas
http://lattes.cnpq.br/5553191169100990
http://lattes.cnpq.br/9347541615414055
Keywords: Educação Superior
Universidades
Política Pública
Higher Education
Universities
Public Policy
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal de São Paulo
Citation: ROSSETTO, Maria Bernadete de Noronha Dantas. A expansão da graduação na Universidade Federal de São Paulo no período de 2003 a 2012. 2017. 156f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.
Abstract: The expansion of the Federal Institutions of Higher Education (Instituições Federais de Ensino Superior – IFES) in Brazil was an important process for higher education in the country, especially in the last two decades, and counted on the Program for the Expansion of Brazilian Universities (Programa de Expansão das Universidades Brasileiras) and the Program for Support to Restructuring Plans and Expansion of Federal Universities (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI). The Federal University of São Paulo (Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP) has followed this national process, with specificities and great transformation. This research aimed to analyze the process of graduation expansion in the institution, between 2003 and 2012. Its description was made from its adhesion to the national process until the end of the REUNI program, as well as its analysis in relation to the national expansion of the IFES in the period. It was decided to carry out a case study, with a descriptive-analytical methodology and documentary analysis. The collected data were analyzed through the technique of content analysis and thematic modality. The analysis, properly speaking, came about through in-depth reading of the documents and identification of 132 Contextual Units (UC). 341 Registration Units (UR) were identified of the UC, from which emerged categories and subcategories. The documents included in this research were official publications (12 documents), legislations (4), institution’s management publications and Meeting Minutes of the University Council of UNIFESP, between 2003 and 2012 (141). The documents showed that the general panorama of higher education, in the first phase of the expansion (2003 to 2007) was a crisis in Brazil's higher education and pointed to the recognition of the strategic role of public higher education and the need for a reform of higher education. In the period between 2008 and 2012, the documents reinforced the panorama already outlined, the need to articulate the axes of expansion and the more precise definition of goals. There was an overall growth of IFES in the expansion process as a whole (first phase and REUNI program) of 106% in the number of campuses (from 148 to 305) and 125% in the number of courses (from 2078 to 4,672). The process of graduation expansion at UNIFESP started, effectively, in 2004. From the quantitative data of the analyzed documents, it was observed that the percentage increase of 500% in the number of campuses, 834% in the number of places for admission and 980% in the number of courses. In addition to this quantitative increase, UNIFESP also diversified its area of activity with the inclusion of human, social, applied and exact science courses. The expansion process at the Federal University of São Paulo, between 2003 and 2012, can be considered as unique among the IFES in Brazil, in relation to what happened in the federal public higher education in the country. Its uniqueness is due both to the transformative potential of this expansion and to the growth in the number of campuses, undergraduate courses and enrollments, in relation to national parameters. We observed the transformative character that the expansion brought to UNIFESP, which, from a university in the area of health, became a full university.
A expansão das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) no Brasil foi um processo importante para o ensino superior no país, principalmente nas duas últimas décadas, e contou com o Programa de Expansão das Universidades Brasileiras e com o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). A Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) acompanhou esse processo nacional, com especificidades e grande transformação. Esta pesquisa objetivou analisar o processo de expansão da graduação na instituição, no período compreendido entre 2003 e 2012. Sua descrição foi feita desde a sua adesão ao processo nacional até o final da vigência do programa REUNI, bem como a sua análise em relação à expansão nacional das IFES, no período. Optou-se por realizar um estudo de caso, com percurso metodológico descritivo-analítico e análise documental. Os dados coletados foram analisados por meio da técnica de análise de conteúdo na modalidade temática. A análise, propriamente dita, deu-se com a leitura aprofundada dos documentos e identificação de 132 Unidades de Contexto (UC). Das UC, identificaram-se 341 Unidades de Registro (UR), das quais emergiram categorias e subcategorias. Os documentos incluídos nesta pesquisa foram publicações oficiais (12 documentos), legislações (4), atas das reuniões do Conselho Universitário da UNIFESP no período de 2003 a 2012 (141) e publicações da gestão da instituição. Esses documentos evidenciaram que o panorama geral da educação superior, na primeira fase da expansão (2003 a 2007), era de crise no ensino superior do Brasil e apontava para o reconhecimento do papel estratégico da educação superior pública e para a necessidade de uma reforma. No período entre 2008 e 2012, os documentos reforçaram o panorama já delineado, a necessidade de articulação dos eixos da expansão e a definição mais precisa das metas. Observou-se um crescimento global das IFES no processo de expansão (primeira fase e programa REUNI) de 31% no número de universidades federais (de 45 para 59), de 106% no número de campi (de 148 para 305), de 125% no número de cursos (de 2078 para 4.672) e de 112%, no número de vagas de ingresso (de 109.184 para 231.530). O processo de expansão na graduação na UNIFESP começou, efetivamente, em 2004. A partir dos dados quantitativos dos documentos analisados, observou-se um aumento percentual de 500% no número de campi, 834% no número de vagas de ingresso e 980% no número de cursos. Além desse aumento quantitativo, a UNIFESP também diversificou sua área de atuação com a inclusão dos cursos de ciências humanas, sociais aplicadas e exatas. Considerou-se que o processo de expansão na Universidade, no período entre 2003 e 2012, pode ser considerado como único entre as IFES no Brasil, em relação ao que ocorreu no ensino superior público federal no país. Sua singularidade se dá tanto pelo potencial transformador dessa expansão como pelo crescimento do número de campi, cursos e matrículas da graduação, por meio de implementação de propostas pedagógicas inovadoras, bem como da diversificação de suas áreas de atuação, em relação aos parâmetros nacionais. Observou-se o caráter transformador que a expansão trouxe para a UNIFESP que, de uma universidade da área da saúde, passou para uma universidade plena.
URI: http://repositorio.unifesp.br/11600/45811
Other Identifiers: http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/teses/tese_208_mbernadete.pdf
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.