A preceptoria no internato do curso médico da universidade do estado do amazonas: a perspectiva de preceptores.

A preceptoria no internato do curso médico da universidade do estado do amazonas: a perspectiva de preceptores.

Título alternativo The preceptorship of medical internship of The University of state Amazonas: the perspective of the preceptor
Autor Couceiro, Kátia do Nascimento. Google Scholar
Orientador Gerab, Iraní Ferreira da Silva. Google Scholar
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde – EPE
Resumo The medical internship is the last cycle of medical education and preparation for your preceptor has been much discussed pedagogical practice, although there is scarcity of papers on this activity in undergraduate teaching. The objective of this research is to analyze the preceptorship developed during internship medical students at the University of the State of Amazonas (UEA). The research design was a descriptive study with 28 preceptors at UEA. To collect data, a questionnaire with closed questions and a semi - structured interview seeking to characterize the activities in the preceptorship, the meaning and the preparation of preceptors, strengths and critical nodes of preceptorship in UEA, suggestions for improving the same and were used qualities of a good teacher. Data were analyzed using thematic analysis. The main motivations to act as preceptor were a taste for teaching and the opportunity to enhance medical training. Preceptors perceive their work as an opportunity to share their knowledge with students. Refer to graduate and clinical practice as important areas of training, however would like a better educational preparation for their performance, and enhance possibility of their academic titles. The main activities are the practices in different scenarios, in addition to theoretical discussions and case study. As critics we need to highlight the best practice scenarios, the limited integration with the healthcare team, the challenge pique student interest and need for greater numbers of preceptors. Refer to as strengths preceptorship mainly doctor patient relationship and interaction with students. Present as main suggestions to improve the adequacy of preceptorship practice scenarios, hiring tutors, improve the quality of incoming students and offering upgradeability. Value as key skills of a good preceptor those relating to affective- moral domain , in addition to relational and acquisition and use of knowledge . The data allowed the preparation of a technical report to be submitted by the institution, as to collaborate in the improvement of the medical course.

Este trabalho tem por objetivo analisar a preceptoria desenvolvida no internato do curso médico da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). O desenho da pesquisa foi um estudo descritivo com 28 preceptores da UEA. A coleta de dados deu-se por meio de um questionário com questões fechadas e uma entrevista semiestruturada. A intenção era fazer um levantamento das atividades desenvolvidas na preceptoria; conhecer o preparo dos preceptores, os pontos fortes e os nós críticos da preceptoria na UEA, as sugestões para o aprimoramento da preceptoria, e as qualidades de um bom preceptor. A análise dos dados foi feita por tema. Os resultados quanto às motivações para atuar como preceptor apontados foram o gosto pela docência e a possibilidade de aprimorar a formação médica. Os preceptores percebem sua atuação como uma oportunidade de compartilhar o seu conhecimento com os estudantes. Referem-se à pós-graduação e à prática clínica como espaços importantes de formação. Gostariam, entretanto, de ter um melhor preparo pedagógico para a sua atuação, assim como a possibilidade de aprimorar sua titulação acadêmica. No que se refere às atividades que desenvolvem, foram apontadas as práticas nos diferentes cenários, as discussões teóricas e o estudo de caso. Como nós críticos, destacam a necessidade de melhores cenários de prática, a restrita integração com a equipe de saúde, o desafio de despertar o interesse discente, e a necessidade de maior número de preceptores. Os pontos fortes da preceptoria citados indicam a relação médico paciente e a interação com os alunos. Como sugestões para aperfeiçoar a preceptoria, destacam a adequação dos cenários de prática, a contratação de preceptores, a melhora da qualidade dos estudantes ingressantes, e o oferecimento de possibilidade de atualização. Valorizam como principais competências de um bom preceptor as relativas aos domínios afetivo-moral, relacionais e de aquisição e uso do conhecimento. Os dados possibilitaram a laboração de um relatório técnico, a ser apresentado na instituição no intuito de colaborar para o aperfeiçoamento do curso médico.
Assunto Preceptor
Preceptoria
Internato
Educação Médica
Precepto
Preceptorship
Medical Internship
Medical Education
Medical Training
Data 2015
Publicado em COUCEIRO, Kátia do Nascimento. A preceptoria no internato do curso médico da universidade do estado do amazonas: a perspectiva de preceptores. 2014. 144f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2014
Extensão 144f.
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/11600/45777

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)