Elevada morbimortalidade e reduzida taxa de diagnóstico de osteoporose em idosos com fratura de fêmur proximal na cidade de São Paulo

Elevada morbimortalidade e reduzida taxa de diagnóstico de osteoporose em idosos com fratura de fêmur proximal na cidade de São Paulo

Título alternativo High morbid-mortability and reduced level of osteoporosis diagnosis among elderly people who had hip fractures in São Paulo City
Autor Fortes, Érika Miyamoto UNIFESP] Google Scholar
Raffaelli, Maurício P. Google Scholar
Bracco, Oswaldo L. Autor UNIFESP Google Scholar
Takata, Edmilson T. T. Autor UNIFESP Google Scholar
Reis, Fernando Baldy dos Autor UNIFESP Google Scholar
Santili, Cláudio Google Scholar
Lazaretti-Castro, Marise Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de Misericórdia de São Paulo Departamento de Ortopedia
Resumo OBJECTIVE: To know the morbid-mortality following an osteoporotic hip fracture in elderly patients living in São Paulo. PATIENTS AND METHODS: This study evaluated prospectively all patient over 60 years admitted in 2 school-hospitals in the city of São Paulo in a following 6-month period due to a osteoporotic proximal femur fracture. All of them filled up the Health Assessment Questionnaire (HAQ) and had their chart reviewed. After 6 months they were re-interviewed. Linear regression analysis was utilized to determine the factors related to functional ability. RESULTS: 56 patients were included (mean age 80.7 ± 7.9 years old, 80.4% females). After the 6-month follow up the mortality rate was 23.2%. Only 30% of the patients returned to their previous activities, and 11.6% became totally dependent. Factors related to worse functional ability after fracture were HAQ before fracture, institutionalization after fracture and age (r² 0.482). The diagnosis of osteoporosis was informed only by 13.9% of them, and just 11.6% received any treatment for that. CONCLUSION: Our results showed the great impact of these fractures on mortality and in the functional ability of these patients. Nevertheless, many of our physicians do not inform the patients about the diagnosis of osteoporosis and, consequently, the treatment of this condition is jeopardized.

As fraturas osteoporóticas de fêmur proximal trazem graves conseqüências quanto à morbimortalidade e à qualidade de vida, mas desconhece-se este impacto no Brasil. OBJETIVO: Conhecer a morbimortalidade decorrente deste tipo de fraturas em idosos na cidade de São Paulo. MÉTODOS: Foram incluídos todos os pacientes com mais de 60 anos internados por fraturas de fêmur proximal durante seis meses, em dois hospitais de São Paulo. Os pacientes preencheram o questionário de capacidade funcional (HAQ), tiveram seu prontuário examinado e foram reavaliados após seis meses. Utilizou-se a análise de regressão linear para determinar os fatores relacionados à capacidade funcional. RESULTADOS: Cinqüenta e seis pacientes foram incluídos no estudo (80,7 ± 7,9 anos; 80,4% mulheres). A mortalidade em seis meses foi de 23,2%. Apenas 30% retornaram plenamente às suas atividades prévias e 11,6% tornaram-se completamente dependentes. Os fatores que mais bem conseguiram prever pior capacidade funcional após a fratura foram HAQ pré-fratura, institucionalização pós-fratura e idade (r² 0,482). Somente 13,9% receberam o diagnóstico de osteoporose e 11,6% iniciaram algum tratamento. CONCLUSÕES: Os resultados do presente estudo demonstram o impacto deste tipo de fraturas sobre a mortalidade e a capacidade funcional. Entretanto, a falha médica no diagnóstico e na orientação de tratamento da osteoporose permanece elevada.
Palavra-chave Osteoporosis
Hip fracture
Morbid-mortality
Functional ability
Elderly
Osteoporose
Fratura de fêmur
Morbimortalidade
Capacidade funcional
Idosos
Idioma Português
Data de publicação 2008-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 52, n. 7, p. 1106-1114, 2008.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 1106-1114
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302008000700006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302008000700006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4572

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302008000700006.pdf
Tamanho: 133.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta