Administration of the Autism Behavior Checklist: agreement between parents and professionals' observations in two intervention contexts

Administration of the Autism Behavior Checklist: agreement between parents and professionals' observations in two intervention contexts

Título alternativo Aplicação do Inventário de Comportamentos Autísticos: a concordância nas observações entre pais e profissionais em dois contextos de intervenção
Autor Marteleto, Márcia Regina Fumagalli Autor UNIFESP Google Scholar
Menezes, Camila Gioconda de Lima E Autor UNIFESP Google Scholar
Tamanaha, Ana Carina Autor UNIFESP Google Scholar
Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Perissinoto, Jacy Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To determine the agreement between responses on the Autism Behavior Checklist by mothers and healthcare professionals. METHOD: Twenty-three mothers of children from the autism spectrum (DSM-IV-TR, 2002) were interviewed. The children were part of an educational program of the Autistic Friends Association-SP. The healthcare professionals in charge of the children at the institution filled out a questionnaire regarding the method for observing behavior. For comparison purposes, an additional 15 mothers of children from the autism spectrum were interviewed at the speech therapy clinic of Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), and the speech therapists responsible for the children filled out the questionnaire on the observation method. The Kappa index was employed to obtain the frequency of agreement between mothers and healthcare professionals' observations on the overall Autism Behavior Checklist, as well as its individual components. The Student's t-test was used to assess differences or similarities between the Kappa results. RESULTS: The agreement index was low for the total score, with a statistically significant difference between both groups (p < 0.001). Agreement was also low for each Autism Behavior Checklist components, but there was greater agreement in the group treated at the public service in the Language, Body and Use of Objects components (p < 0.001). CONCLUSION: There was disagreement between the observations in both intervention contexts, but agreement was better at the public service than at Autistic Friends Association.

OBJETIVO: Verificar a concordância das respostas no Inventário de Comportamentos Autísticos de mães e de profissionais de crianças pertencentes ao espectro autístico. MÉTODO: Entrevistou-se 23 mães de crianças do Espectro Autístico (DSM-IV-TR, 2002) inseridas em programa educacional da Associação dos Amigos do Autista-SP. O profissional da instituição responsável pelas crianças preencheu o questionário sob forma de observação de comportamentos. Para comparação, entrevistou-se 15 mães de crianças do Espectro Autístico (DSM-IV-TR, 2002) do ambulatório de fonoaudiologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e os fonoaudiólogos responsáveis pelas crianças preencheram o questionário sob forma de observação. Empregou-se o Kappa para obter a freqüência de concordância entre as observações das mães e do profissional no total e nas áreas do Inventário de Comportamentos Autísticos, e teste T-student para avaliar diferenças ou igualdades entre os resultados de Kappa. RESULTADOS: No escore total, o índice de concordância foi baixo, com diferença estatisticamente significante entre os dois grupos (p < 0,001). Para cada uma das subáreas do Inventário de Comportamentos Autísticos, o índice de concordância também foi baixo, mas teve maior concordância no grupo atendido no serviço público, nas áreas de Linguagem, Corpo e Uso de Objeto, e Relacionamento (p < 0,001). CONCLUSÃO: Houve discordância entre as observações nos dois contextos de intervenção; porém, no serviço público, a concordância foi melhor do que na Associação dos Amigos do Autista.
Palavra-chave Autistic disorder
Behavior
Evaluation studies
Questionnaires
Reproducibility of results
Transtorno autístico
Comportamento
Estudos de avaliação
Questionários
Reprodutibilidade dos testes
Idioma Inglês
Data de publicação 2008-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 30, n. 3, p. 203-208, 2008.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 203-208
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462008000300005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000259197000006
SciELO S1516-44462008000300005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4541

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462008000300005.pdf
Tamanho: 631.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta