Patologia do transplante renal: achados morfológicos principais e como laudar as biópsias

Patologia do transplante renal: achados morfológicos principais e como laudar as biópsias

Título alternativo Renal transplant pathology: main morphological findings and how to sign out biopsies
Autor Sementilli, Angelo Google Scholar
David, Daisa Ribeiro Google Scholar
Malheiros, Denise Google Scholar
Visona, Iria Autor UNIFESP Google Scholar
Pegas, Karla Laís Google Scholar
Franco, Marcello Fabiano de Autor UNIFESP Google Scholar
Soares, Maria Fernanda Sanches Autor UNIFESP Google Scholar
Edelweiss, Maria Isabel Albano Google Scholar
Caldas, Maria Lúcia Google Scholar
Araújo, Sérgio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Metropolitana de Santos
Centro Universitário Lusíadas
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre
Salomão & Zoppi Medicina Diagnóstica
Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Medicina Departamento de Patologia
Universidade Federal Fluminense Faculdade de Medicina Centro de Ciências Médicas
Resumo Renal transplant has reached remarkable and growing rates of success since its introduction; nowadays it is a widely used replacement therapy. Renal allograft biopsies are increasingly more frequent in the routine of pathology laboratories, whose histological findings are varied. This paper results from the expertise of the members of the Kidney Club of Sociedade Brasileira de Patologia, and presents a general overview of renal allograft pathology, focusing on the current Banff classification, its main categories and cases of difficult diagnosis.

O transplante renal alcançou expressivos e crescentes índices de sucesso desde sua implantação, constituindo atualmente uma terapia substitutiva de larga escala. É cada vez mais freqüente o encontro de biópsias de enxerto renal na rotina dos laboratórios de patologia, cujos achados são os mais variados. Este artigo resulta da experiência dos membros do Clube do Rim (da Sociedade Brasileira de Patologia) e apresenta um panorama geral da patologia do transplante renal, enfatizando a atual classificação de Banff, com suas principais categorias e entidades de diagnóstico problemático.
Palavra-chave Acute rejection
Banff
Chronic allograft nephropathy
Rejeição aguda
Banff
Nefropatia crônica do enxerto
Idioma Português
Data de publicação 2008-08-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia, v. 44, n. 4, p. 293-304, 2008.
ISSN 1676-2444 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Extensão 293-304
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442008000400010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1676-24442008000400010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4510

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1676-24442008000400010.pdf
Tamanho: 203.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta