Qualidade de vida de crianças e adolescentes de São Paulo: confiabilidade e validade da versão brasileira do questionário genérico Pediatric Quality of Life InventoryTM versão 4.0

Qualidade de vida de crianças e adolescentes de São Paulo: confiabilidade e validade da versão brasileira do questionário genérico Pediatric Quality of Life InventoryTM versão 4.0

Título alternativo Quality of life of children and adolescents from São Paulo: reliability and validity of the Brazilian version of the Pediatric Quality of Life InventoryTM version 4.0 Generic Core Scales
Autor Klatchoian, Denise Ascenção Autor UNIFESP Google Scholar
Len, Claudio Arnaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Terreri, Maria Teresa Ramos Ascensão Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Marina Autor UNIFESP Google Scholar
Itamoto, Caroline Autor UNIFESP Google Scholar
Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Varni, James W. Google Scholar
Hilário, Maria Odete Esteves Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
College of Medicine Department of Pediatrics
Texas A & M University College of Architecture Department of Landscape Architecture and Urban Planning
Resumo OBJECTIVES: To evaluate the reliability and validity of the Brazilian version of the Pediatric Quality of Life InventoryTM (PedsQL TM 4.0) Generic Core Scales and measure the quality of life of healthy children and adolescents and patients with rheumatic diseases. METHODS: We followed the translation methodology proposed by the developer of the original English version of the PedsQL TM 4.0. The instrument was administered by interviews in two groups: 240 apparently healthy children and adolescents from São Paulo (SP, Brazil) and 105 patients with chronic rheumatic diseases, matched by age, as well as to their respective parents or caregivers. The parent proxy-report was administered to the children's parents or caregivers separately on the same day. RESULTS: Cronbach's alpha values were between 0.6 and 0.9 for all dimensions, demonstrating adequate internal consistency. Patients with rheumatic diseases reported significantly lower PedsQL TM scores on all dimensions when compared to the healthy control group (p < 0.0001). Construct validity of the Brazilian Portuguese version of the PedsQL TM 4.0 was also confirmed. Parent proxy-report of patients with rheumatic diseases highly correlated with child self-report for physical functioning (r = 0.77, p < 0.001) and school functioning (r = 0.73, p < 0.001). Lower correlations were observed for emotional and social functioning (r = 0.40 and 0.59, respectively, p < 0.001). CONCLUSIONS: The tool demonstrated reliability, validity and the administration was fast and easy. Quality of life of patients with rheumatic diseases was significantly lower than the healthy control group, supporting the necessity of a comprehensive approach to rheumatic disease management, focused on the psychosocial dimensions.

OBJETIVOS: Avaliar a confiabilidade e a validade da versão brasileira do questionário genérico Pediatric Quality of Life InventoryTM (PedsQL TM 4.0) e mensurar a qualidade de vida de crianças e adolescentes saudáveis e de pacientes com doenças reumáticas. MÉTODOS: No processo de validação, seguimos a metodologia proposta pelos idealizadores da versão original em inglês do questionário PedsQL TM 4.0. O instrumento foi administrado por entrevista em dois grupos: 240 crianças e adolescentes aparentemente saudáveis de São Paulo (SP) e 105 pacientes com doenças reumáticas crônicas, pareados por idade, e aos respectivos pais ou responsáveis. O questionário foi aplicado nos cuidadores e nas crianças separadamente e no mesmo dia. RESULTADOS: Os valores do teste alfa de Cronbach situaram-se entre 0,6 e 0,9 para todas as dimensões, demonstrando uma consistência interna adequada. Os pacientes com doenças reumáticas apresentaram uma redução significativa na qualidade de vida quando comparados com as crianças saudáveis (p < 0,0001). A validade construída da versão brasileira do PedsQL TM 4.0 também foi comprovada. Observamos altos níveis de correlação entre os relatos dos cuidadores e dos pacientes na dimensão física (r = 0,77, p < 0,001) e escolar (r = 0,73, p < 0,001). A correlação foi mais baixa nas dimensões emocional e social (r = 0,40 e 0,59, respectivamente, p < 0,001). CONCLUSÕES: O questionário mostrou ser confiável, válido e de fácil e rápida aplicação. A qualidade de vida dos pacientes com doenças reumáticas foi mais baixa, o que reforça a necessidade de uma abordagem ampla aos pacientes com doenças crônicas, focada nos aspectos psicossociais.
Palavra-chave Quality of life
questionnaire
PedsQL TM
validation
translation
functional status
Qualidade de vida
questionário
PedsQL TM
validação
tradução
estado funcional
Idioma Português
Data de publicação 2008-08-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 84, n. 4, p. 308-315, 2008.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 308-315
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572008000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000259170300005
SciELO S0021-75572008000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4496

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572008000400005.pdf
Tamanho: 105.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta