Tendinopatia patelar

Título alternativo Patellar tendinopathy
Autor Cohen, Moises Autor UNIFESP Google Scholar
Ferretti, Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Marcondes, Frank Beretta Google Scholar
Amaro, Joicemar Tarouco Google Scholar
Ejnisman, Benno Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina Esportiva
Resumo Patellar tendinopathy, or jumper's knee, is often seen in athletes that practice jumping modalities, or modalities that require repetitive impact strength. Histologically, the excessive load on the tendon may cause changes in the extracellular matrix and results in small lesions that may, when chronic, lead to tendinosis specially in the lower pole of the patella. Pain in the anterior region of the knee is the first symptom reported by the patient with this disease. The beginning is insidious and gradual, mainly after physical activity, but with the progression of the disease, pain may be frequent during or already in the beginning of the activity. The diagnosis of patellar tendinopathy is eminently clinical, characterized by pain when palpating the lower pole of the patella and adjacent areas. In more advanced cases, a palpable nodule and associated edema may be visualized. Supplemental exams, such as X-ray, ultrasound, and MRI help in the diagnosis. Ultrasound and MRI are the best indications, as they may define the exact location of the lesion, its extension, and also identify whether or not degenerating changes are present, MRI providing the best resolution. Initial tendinopathy treatment is clinical, with relative rest, correction of etiologic factors, cryotherapies and physiotherapy. The use of pain killers and anti-inflammatory drugs is controverted. For those cases that do not respond to clinical treatment, surgical is an option, and the literature brings several techniques with varying rates of good results.

A tendinopatia do patelar ou jumper's knee (joelho do saltador) é uma afecção que acomete freqüentemente atletas praticantes de atividades de salto ou aquelas que exigem força de impacto repetitivo. Histologicamente, a sobrecarga excessiva no tendão pode provocar alterações na matriz extracelular, resultando em pequenas lesões que, cronicamente, poderão levar a um quadro de tendinose, principalmente na região do pólo inferior da patela. A dor na região anterior do joelho é o primeiro sintoma relatado pelo paciente portador dessa afecção. Seu início é insidioso e gradual, principalmente após atividade física, mas, com a progressão da doença, pode tornar-se freqüente durante ou já no início da atividade. O diagnóstico de tendinopatia do patelar é eminentemente clínico, caracterizado por dor à palpação no pólo inferior da patela e adjacências e, nos casos mais avançados, nódulo palpável e edema associado podem ser visualizados. Exames complementares, como radiografia, ultra-sonografia (US) e ressonância magnética (RM) auxiliam no diagnóstico. O US e a RM são os mais indicados, pois podem definir o local exato da lesão, sua extensão, como também identificar a presença ou não de alterações degenerativas, sendo a RM o que fornece melhor resolução. O tratamento inicial da tendinopatia é clínico, com repouso relativo, correção dos fatores etiológicos, além de crioterapia e medidas fisioterápicas. A utilização da medicação analgésica e antiinflamatória é controversa. Nos casos que não respondem ao tratamento clínico, o cirúrgico é opção, e várias técnicas são descritas, a literatura demonstrando índices variados de bons resultados.
Palavra-chave Tendinopathy
Patellar ligament
Tendinopatia
Ligamento patelar
Idioma Português
Data de publicação 2008-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 43, n. 8, p. 309-318, 2008.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 309-318
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162008000800001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162008000800001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4486

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-36162008000800001.pdf
Tamanho: 8.506MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta