Avaliação biométrica do colo uterino durante a gestação por meio da ultra-sonografia transvaginal e ressonância magnética

Avaliação biométrica do colo uterino durante a gestação por meio da ultra-sonografia transvaginal e ressonância magnética

Título alternativo Biometric analysis of uterine cervix during pregnancy using transvaginal ultrasonography and magnetic resonance imaging
Autor Brandão, Rosieny Souza Google Scholar
Pires, Claudio Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Souza, Eduardo de Autor UNIFESP Google Scholar
Maciel Junior, Francisco da Silva Google Scholar
Moron, Antonio Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Mattar, Rosiane Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Centro de Diagnóstico por Imagem
Centro de Treinamento de Ultra-Sonografia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the uterine cervix length with magnetic resonance imaging in comparison with findings at transvaginal ultrasonography. MATERIALS AND METHODS: Twenty pregnant women between the 19th and 30th gestational weeks underwent magnetic resonance imaging and transvaginal ultrasonography for evaluation of their uterine cervix. Measurements by means of magnetic resonance imaging were performed by two specialists in imaging diagnosis for calculating the interobserver variability of the method. RESULTS: Calculation of the Pearson's correlation coefficient between measurements of the cervical length demonstrated a significant correlation between the results of both methods (r=0.628; p<0.01). The paired t test demonstrated no statistically significant difference between measurements obtained by transvaginal ultrasonography and magnetic resonance imaging (p=0.068). Interobserver agreement in cervical measurements by magnetic resonance imaging was high (a=0.96), demonstrating the reliability of the method. CONCLUSION: The comparison between both imaging methods in the evaluation of cervical biometry showed no statistically significant difference thus reinforcing the utilization of ultrasonography. However, in some cases where transvaginal ultrasonography is contraindicated, magnetic resonance imaging can be alternatively utilized for measurement of the cervical length.

OBJETIVO: Avaliar o comprimento do colo uterino por meio da ressonância magnética e comparar aos achados da ultra-sonografia transvaginal. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram realizados exames ultra-sonográficos e de ressonância magnética do colo uterino em 20 pacientes com idade gestacional entre 19 e 30 semanas. As medidas do colo obtidas pelo exame de ressonância magnética foram aferidas por dois especialistas em diagnóstico por imagem, para calcular a variabilidade interobservador do método. RESULTADOS: O cálculo do coeficiente de correlação de Pearson entre as medidas do comprimento cervical indicou correlação significante entre os métodos (r=0,628; p<0,01). A aplicação do teste t pareado não evidenciou diferença significativa entre as medidas aferidas pela ultra-sonografia transvaginal e ressonância magnética (p=0,068). A análise da variabilidade interobservador das medidas do colo obtidas pela ressonância magnética demonstrou alta confiabilidade do método (a=0,96). CONCLUSÃO: A comparação entre os dois métodos de imagem na avaliação da biometria cervical não apresentou diferença estatística, o que reforça a aplicação do exame ultra-sonográfico. Entretanto, em situações nas quais a ultra-sonografia transvaginal apresenta contra-indicações, o exame de ressonância magnética poderá apresentar-se como segunda opção para a avaliação do comprimento cervical.
Palavra-chave Uterine cervix
Pregnancy
Magnetic resonance imaging
Colo uterino
Gravidez
Imagem por ressonância magnética
Idioma Português
Data de publicação 2008-08-01
Publicado em Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 41, n. 4, p. 235-239, 2008.
ISSN 0100-3984 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Extensão 235-239
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842008000400007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-39842008000400007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4482

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-39842008000400007.pdf
Tamanho: 223.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta