Psicanálise e Universidade: a interface possível por meio da pesquisa psicanalítica clínica. Alice quebra-vidros

Psicanálise e Universidade: a interface possível por meio da pesquisa psicanalítica clínica. Alice quebra-vidros

Título alternativo Psychoanalysis and University: the potential interface through psychoanalytic clinical research. Alice Glass-breaker
Autor Silva, Julieta Freitas Ramalho da Autor UNIFESP Google Scholar
Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Fiore, Maria Luiza de Mattos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo
Resumo The relationships between Psychoanalysis, Science and Universities have been discussed since Freud and gained relevance over the 21st century as an important subject for Psychoanalysis. Psychoanalysts who work in Universities are supposed to conduct research. This article comments on possible psychoanalytical research models and supports individual case clinical research through the psychoanalytical method itself, added on qualitative research elements. The authors study the psychoanalytical psychotherapy process and the mental functioning of a borderline patient treated for four years in a public university institution. Approximately 120 of 340 sessions were registered. They were read and re-read by the investigator-psychoanalyst as if they were narratives and revealed some meaningful developments from the psychoanalyst-patient.

As relações entre Psicanálise, Ciência e Universidade são antigas. Remontam à época de Freud e têm se mostrado tema importante para a Psicanálise no século XXI. Os psicanalistas que trabalham nas Universidades sofrem demandas por evidenciar o funcionamento e os resultados de sua disciplina. Este artigo comenta os modelos possíveis de pesquisa psicanalítica e defende a pesquisa clínica de caso individual por meio do próprio método psicanalítico acrescido por elementos da pesquisa qualitativa. Para tanto, as autoras estudam o processo de psicoterapia psicanalítica e o funcionamento mental de uma paciente borderline atendida durante quatro anos em uma clínica universitária pública. Aproximadamente 120 sessões foram registradas de um total de 340 sessões. Estas foram lidas e relidas como se fossem narrativas pela psicanalista investigadora, revelando momentos significativos do trabalho da dupla analista-paciente.
Palavra-chave Psychoanalysis
Case studies
Qualitative research
Borderline personality disorder
Suicide, attempted
Psicanálise
Estudos de casos
Pesquisa qualitativa
Transtorno de personalidade borderline
Tentativa de suicídio
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2008-06-01
Publicado em SILVA, Julieta Freitas Ramalho da; YAZIGI, Latife; FIORE, Maria Luiza de Mattos. Psicanálise e Universidade: a interface possível por meio da pesquisa psicanalítica clínica. Alice quebra-vidros. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo , v. 30, n. 2, p. 152-155, jun. 2008
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 152-155
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462008005000011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000256840100012
SciELO S1516-44462008000200013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4446

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462008000200013.pdf
Tamanho: 528.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta