Aspectos ideativos no transtorno da compulsão alimentar periódica: estudo com o Rorschach

Aspectos ideativos no transtorno da compulsão alimentar periódica: estudo com o Rorschach

Título alternativo Ideational aspects of binge eating disorder: study with the Rorschach
Autor Passos, Teresa Cristina Bailoni Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Claudino, Angélica de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Subjects with binge eating disorder (DSM-IV) have been described as being prone to difficulties in thinking processes which are important for the maintenance of their psychopathological picture and their treatment. To assess the cognitive functioning of subjects diagnosed with binge eating disorder. The design was of an exploratory study, and the elected instrument was the Rorschach method, Comprehensive System, which allows us to access the psychological aspects with less conscious control than self-reports, questionnaires and scales. The selected Rorschach variables were those associated with the ideational functioning. The sample consisted of 43 adult women (mean= 37, 2 years) with binge eating disorder. In the Rorschach they showed difficulties in the ideational activity, predominance of a more concrete and immature level of ideation, loss of reality boundaries and boundaries among events. There is also a tendency to cognitions of a negative tone. The defensive use of fragile intellectualizations predisposes these women to emotional overload. However, also observed was a capacity to think in a flexible and constructive way, resources associated with a good prognostic in psychotherapy.

Pessoas com diagnóstico de transtorno da compulsão alimentar periódica (DSM-IV) são descritas como propensas a distúrbios nos processos de pensamento que são relevantes para a manutenção do quadro e para o tratamento. Este é um estudo exploratório visando avaliar o funcionamento cognitivo de sujeitos com o diagnóstico citado, sendo escolhido como instrumento o método de Rorschach, que permite acessar aspectos psicológicos menos sujeitos ao controle consciente do que os aferidos por escalas e auto-relatos. Foram selecionadas variáveis do Rorschach associadas ao funcionamento ideacional. A amostra constitui-se de 43 mulheres (média de 37,2 anos de idade), que, no Rorschach, evidenciam dificuldades na atividade ideativa, com predominância de um nível concreto e imaturo de ideação, perda dos limites da realidade e dos limites entre os eventos. Também há tendência a cognições de tom negativo. O uso defensivo de intelectualizações frágeis predispõe a sobrecargas emocionais. Mas também é observada a capacidade para pensar de forma flexível e construtiva, recurso associado a bom prognóstico em psicoterapias.
Palavra-chave Eating disorders
Cognitive processes
Rorschach test
Projective personality measures
Distúrbios alimentares
Processos cognitivos
Teste de Rorschach
Medidas projetivas de personalidade
Idioma Português
Data de publicação 2008-06-01
Publicado em Psico-USF. Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia, v. 13, n. 1, p. 69-74, 2008.
ISSN 1413-8271 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Extensão 69-74
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-82712008000100009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-82712008000100009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4431

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-82712008000100009.pdf
Tamanho: 134.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta