Avaliação das condições higiênico-sanitárias das cozinhas de creches públicas e filantrópicas

Avaliação das condições higiênico-sanitárias das cozinhas de creches públicas e filantrópicas

Título alternativo Evaluation of the hygienic-sanitary conditions of kitchens in public and philanthropic daycare centers
Autor Oliveira, Mariana de Novaes Autor UNIFESP Google Scholar
Brasil, Anne Lise Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This paper aims to evaluate the hygienic-sanitary conditions of kitchens in philanthropic and public daycare centers in the city of São Paulo using a tool of easy application. Information on the hygienic-sanitary conditions was gathered observing the operational conditions of five public and philanthropic daycare centers in the city of São Paulo. A score was developed for classifying the risks of food contamination. The operational conditions in the kitchens of the studied philanthropic and public daycare centers in the city of São Paulo can result in contamination of the prepared food. Among the most important risk factors for food contamination is the behavior of the workers who handle the food. Training and continuous supervision of the involved personnel are the best and easiest alternatives for assuring the appropriate hygienic-sanitary conditions and quality of the food offered to the children in these daycare centers.

Este trabalho objetiva avaliar as condições higiênico-sanitárias das cozinhas de creches públicas e filantrópicas do município de São Paulo, através da utilização de um instrumento de fácil aplicação. As informações sobre as condições higiênico-sanitárias foram coletadas através da observação das condições de funcionamento da cozinha de cinco creches públicas e filantrópicas do município de São Paulo. Para a classificação do risco de contaminação da alimentação, foi criado um escore. As cozinhas observadas de creches públicas e filantrópicas do município de São Paulo encontram-se em condições de funcionamento que oferecem riscos de contaminação à alimentação produzida pela instituição. Dentre os maiores fatores de risco de contaminação dos alimentos encontram-se as ações dos manipuladores. O investimento em treinamento e supervisão continuada da mão-de-obra envolvida na manipulação de alimentos é a melhor e mais fácil alternativa a ser realizada como forma de garantia das adequadas condições higiênico-sanitárias e da qualidade da alimentação servida às crianças em creches.
Palavra-chave Daycare centers
Food hygiene
Food manipulation
Food quality
Creches
Higiene dos alimentos
Manipulação de alimentos
Qualidade dos alimentos
Idioma Português
Data de publicação 2008-06-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 13, n. 3, p. 1051-1060, 2008.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 1051-1060
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000300028
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000261819100028
SciELO S1413-81232008000300028 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4429

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232008000300028.pdf
Tamanho: 53.39KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta