Doença pneumocócica invasiva em crianças e adolescentes soropositivos para HIV

Doença pneumocócica invasiva em crianças e adolescentes soropositivos para HIV

Título alternativo Invasive pneumococcal disease in HIV seropositive children and adolescents
Autor Mattei, Sonia M. Google Scholar
Falleiros-carvalho, Luiza Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Cavalcante, Nilton J. F. Google Scholar
Instituição UNITAU Faculdade de Medicina de Taubaté
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Faculdade de Medicina de Marília
Universidade Metropolitana de Santos
Universidade de São Paulo (USP)
Instituto de Infectologia Emilio Ribas Programa de Pós-Graduação em Infectologia em Saúde Pública
Secretaria da Saúde de São Paulo Controle de Doenças
Resumo OBJECTIVE: Invasive pneumococcal disease (IPD) primarily affects children less than 5 years old, the elderly and certain at-risk groups; especially people infected by the human immunodeficiency virus (HIV). The objective of this study was to analyze invasive pneumococcal diseases (IPD) in children and adolescents infected by the human immunodeficiency virus (HIV), with relation to morbidity, the case fatality ratio, pneumococcus serotypes, susceptibility to penicillin and ceftriaxone and to the proportion of susceptible and resistant Streptococcus pneumoniae (Sp) included in the 7-valent pneumococcal conjugate vaccine that has already been licensed. METHODS: A total of 19 cases of IPD were identified among HIV seropositive patients aged from 1 month to 20 years and hospitalized between 1993 and 2000. Data were recorded on standardized charts containing information on age, clinical diagnosis and progression, serotypes and the susceptibility to penicillin and ceftriaxone of the Sp strains identified in cultures. When the minimum inhibitory concentration was < 0.1 mcg/mL, Sp were defined as susceptible to penicillin (SpSPn), and all other strains were defined as not susceptible (SpNSPn). RESULTS: Of the 19 HIV seropositive cases with IPD, 16 (84%) had pneumonia and three (16%), had meningitis; 13 (68%) cases were children less than 2 years old and 16 (84%) were less than 5 years old. The case fatality ratio was 10%. Seven (54%) of the 13 cases less than 2 years old were SpNSPn and 10 (77%) were caused by serotypes covered by the 7-valent pneumococcal conjugate vaccine. From the 10 isolated serotypes the most frequent were 14, 6B and 23F, all them susceptible to ceftriaxone. From the three patients with meningitis, two were caused by SpNSPn. CONCLUSION: In this study most of the IPD occurred in children less than 2 years old; 77% of the strains and 86% of the serotypes of SpNSPn were covered by the 7-valent pneumococcal conjugate vaccine.

OBJETIVO: Doença Invasiva Pneumocócica (DPI) afeta crianças principalmente menores de 5 anos, idosos e grupos de risco, especialmente pessoas infectadas pelo vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). O objetivo deste trabalho foi analisar as doenças pneumocócicas invasivas (DPI) em crianças e adolescentes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), de acordo com morbiletalidade, sorotipos, sensibilidade à penicilina e ceftriaxona e distribuição de Streptococcus pneumoniae (Sp) sensíveis e resistentes presentes na vacina antipneumocócica conjugada 7-valente, já licenciada. MÉTODOS: Foram identificados 19 casos de DPI entre pacientes HIV soropositivos com idade entre 1 mês e 20 anos hospitalizados de 1993 a 2000. Os dados foram registrados em fichas padronizadas, contendo informações sobre idade, diagnóstico clínico e evolução, sorotipos e perfil de sensibilidade para penicilina e ceftriaxona das cepas de Sp isoladas em cultura. Sp com concentração inibitória mínima < 0,1 mcg/mL foi considerado sensível à penicilina (SpSPn), e as demais cepas como não sensíveis (SpNSPn). RESULTADOS: Dos 19 casos de DPI em HIV soropositivos, 16 (84%) tinham pneumonia e três (16%), meningite; 13 (68%) ocorreram em crianças menores de 2 anos e 16 (84%) em menores de 5 anos. A letalidade foi de 10%. Dos 13 casos em menores de 2 anos, sete (54%) foram SpNSPn e 10 (77%) foram causados por sorotipos contemplados na vacina antipneumocócica conjugada 7-valente. Foram isolados 10 sorotipos, sendo mais freqüentes o 14, 6B e 23F, todos sensíveis à ceftriaxona. Dos três casos de meningite, dois foram causados por SpNSPn. CONCLUSÃO: A maioria das DPI ocorreu em menores de 2 anos de idade; 77% das cepas e 86% dos sorotipos de SpNSPn estão contemplados pela vacina antipneumocócica conjugada 7-valente.
Palavra-chave Pneumococcus
Streptococcus pneumoniae
children
adolescents
HIV seropositive
meningitis
pneumonia
invasive pneumococcal disease
antipneumococcal vaccine
Pneumococo
Streptococcus pneumoniae
crianças
adolescentes
HIV soropositivos
meningite
pneumonia
doença pneumocócica invasiva
vacina antipneumocócica
Idioma Português
Data de publicação 2008-06-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 84, n. 3, p. 276-280, 2008.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 276-280
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572008000300015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000257402800015
SciELO S0021-75572008000300015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4417

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572008000300015.pdf
Tamanho: 83.55KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta