Indocyanine green-mediated photothrombosis for choroidal neovascularization in angioid streaks

Indocyanine green-mediated photothrombosis for choroidal neovascularization in angioid streaks

Título alternativo Fototrombose mediada por indocianina verde para o tratamento de neovascularização de coróide em estrias angióides
Autor Malerbi, Fernando Korn Autor UNIFESP Google Scholar
Huang, Sheau Jiun Autor UNIFESP Google Scholar
Aggio, Fabio Bom Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho Jr., Edenilson Autor UNIFESP Google Scholar
Bonomo, Pedro Paulo Autor UNIFESP Google Scholar
Farah, Michel Eid Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To investigate the effect of indocyanine green-mediated photothrombosis on choroidal neovascularization secondary to angioid streaks. METHODS: Six eyes of 5 patients with an average age of 70 years were diagnosed to have subfoveal choroidal neovascularization secondary to angioid streaks. Therapy was indicated if choroidal neovascularization was considered to be active, according to evidence of fluorescein leakage on angiograms, as well as presence of intra- or subretinal fluid on optical coherence tomography. Patients received photothrombosis at baseline with retreatment as necessary at 3, 6 and 9 months follow-up. Fluorescein leakage was assessed at 3, 6 and 9 months, along with foveal thickness measured by optical coherence tomography. Indocyanine green angiography was performed initially and whenever retreatment was considered. Retreatment was performed whenever there was evidence of increased leakage on fluorescein angiograms at follow-up visits. RESULTS: The mean follow-up was 13.3 months. All eyes had at least 12 months follow-up. Two eyes underwent retreatment. Three eyes had visual acuity improvement and three eyes had stabilization. All patients showed less fluorescein leakage on final angiograms and reduced foveal thickness upon optical coherence tomography measurement. CONCLUSION: Photothrombosis is a feasible procedure for choroidal neovascularization secondary to angioid streaks. Lesion analysis showed anatomical improvement in most cases in this series. Further studies are warranted to evaluate long-term results of this treatment.

OBJETIVO: Investigar os efeitos da fototrombose mediada por indocianina verde sobre a neovascularização de coróide secundária a estrias angióides. MÉTODOS: Seis olhos de 5 pacientes com média de 70 anos de idade tinham o diagnóstico de neovascularização de coróide secundária a estrias angióides. O tratamento foi indicado para neovascularização de coróide ativa, avaliada pelo vazamento na angiofluoresceinografia e pela presença de fluido intra ou sub-retiniano pela tomografia de coerência óptica. Os pacientes receberam tratamento inicial com indocianina verde, e a seguir foram re-tratados conforme necessário com 3, 6 e 9 meses. Nessas ocasiões avaliava-se o vazamento e a espessura foveal. A angiografia com indocianina verde foi realizada inicialmente e sempre que o re-tratamento era considerado, nos casos em que havia aumento de vazamento pela angiofluoresceinografia nas visitas de seguimento. RESULTADOS: O tempo médio de seguimento foi de 13,3 meses. Todos os olhos atingiram um seguimento de pelo menos 12 meses. Dois olhos foram submetidos a re-tratamento. Três olhos apresentaram melhora e três olhos apresentaram estabilização da acuidade visual. Todos os pacientes apresentaram diminuição final do vazamento e da espessura foveal. CONCLUSÃO: Indocianina verde é procedimento factível para o tratamento de neovascularização de coróide secundária a estrias angióides. A análise das lesões mostrou melhora anatômica na maioria dos casos desta série. Mais estudos são necessários para avaliar os resultados a longo prazo deste tratamento.
Palavra-chave Angioid streaks
Choroidal neovascularization
Indocyanine green
Photochemotherapy
Photosensitizing agents
Lasers
Tomography, optical coherence
Estrias angióides
Neovascularização coroidal
Verde de indocianina
Fotoquimioterapia
Agentes fotossensibilizantes
Lasers
Tomografia de coerência óptica
Idioma Inglês
Data de publicação 2008-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 71, n. 3, p. 311-315, 2008.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 311-315
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492008000300002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492008000300002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4413

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492008000300002.pdf
Tamanho: 123.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta