Freeze-drying as an alternative method of human sclera preservation

Freeze-drying as an alternative method of human sclera preservation

Título alternativo Liofilização como alternativa à preservação de esclera humana
Autor Frota, Ana Carolina de Arantes Google Scholar
Lima Filho, Acácio Alves de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Dias, Ana Beatriz Toledo Google Scholar
Lourenço, Andréia Cristina dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Antecka, Emilia Google Scholar
Burnier Júnior, Miguel Noel Nascente Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição McGill University Department of Ophthalmology Henry C. Witelson Ocular Pathology Laboratory
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To compare the effect of preserving sclera samples in either 95% ethanol or freeze-dried. METHODS: Ninety-six samples of human sclera were studied. Half of them were freeze-dried and half preserved in 95% ethanol. Preservation periods of 18, 45, 90 or 174 days were studied. Automated immunostaining was carried out in the Ventana BenchMarkR LT platform using collagen 1 and fibronectin antibodies. Histological staining was also performed with hematoxilin-eosin and Masson trichrome. Samples were classified according to the degree of collagen fiber parallelism (0-2), intensity of Masson staining (0-2), and the expression of both antibodies (0-3). Friedman and Wilcoxon tests were applied to compare preservation methods and p-values below 0.05 were considered to ensure statistical significance. RESULTS: Relevant results were found in three situations: (i) Friedman's test showed better collagen fiber integrity in the freeze-dried group rehydrated after 174-days as compared to the 90-day group; (ii) Wilcoxon's test showed better collagen fiber integrity in the freeze-dried group after 18 and 174 days as compared to the ethanol group; (iii) the freeze-dried group disclosed higher immunohistochemical expression for COL-1 antibody in the sclera samples rehydrated after 45, 90 and 174 days as compared to the ones rehydrated after 18 days. CONCLUSION: Histological and immunohistochemical analysis showed freeze-drying to be a superior method for sclera preservation as compared to 95% ethanol. This technique provides an easy method to manipulate tissue, with longer shelf life, and storage at room temperature.

OBJETIVO: Comparar dois métodos de preservação de esclera humana, liofilização e álcool 95%, em diferentes períodos de tempo. MÉTODOS: Foram avaliados 96 fragmentos de seis escleras humanas. Metade das amostras foi submetida ao processo de liofilização e metade conservada em álcool 95%. Dois fragmentos de cada grupo foram avaliados pelas colorações de hematoxilina-eosina e tricrômio de Masson e submetidos a técnica de imuno-histoquímica para os anticorpos fibronectina e colágeno 1, após 18, 45, 90 e 174 dias de preservação. Os espécimens foram classificados de acordo com o paralelismo (PF:0-2) e integridade (IF:0-1) das fibras de colágeno e expressão imuno-histoquímica para os anticorpos fibronectina (FIB:0-3) e colágeno 1 (COL-1:0-3). A análise estatística foi realizada por meio dos testes de Friedman e Wilcoxon e o valor de p menor que 0,05 foi considerado estatisticamente significante. RESULTADOS: Verificaram-se diferenças significantes em três situações: (i) maior integridade das fibras de colágeno das escleras liofilizadas após 174 dias quando comparado aos 90 dias; (ii) maior expressão imuno-histoquímica para o anticorpo COL-1 nas amostras de escleras liofilizadas após os 18 dias iniciais de preservação; (iii) maior integridade das fibras de colágeno das escleras liofilizadas após 18 e 174 dias quando comparado às escleras preservadas em álcool. CONCLUSÕES: A preservação de tecido escleral por liofilização mostrou-se técnica tão eficaz quanto a preservação em álcool, apresentado vantagem quando considerada a integridade das fibras de colágeno. A liofilização mostra-se benéfica por permitir a estocagem do tecido em temperatura ambiente e com prazo de validade estendido.
Palavra-chave Freeze-drying
Sclera
Tissue preservation
Dose-response relationship, drug
Ethanol
Immunohistochemistry
Collagen
Liofilização
Esclera
Preservação de tecido
Relação dose-resposta a droga
Etanol
Imunoistoquímica
Colágeno
Idioma Inglês
Data de publicação 2008-04-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 71, n. 2, p. 137-141, 2008.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 137-141
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492008000200002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492008000200002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4330

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492008000200002.pdf
Tamanho: 79.71KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta