Revisão: funcionamento executivo e uso de maconha

Revisão: funcionamento executivo e uso de maconha

Título alternativo Review: executive functioning and cannabis use
Autor Almeida, Priscila Previato Autor UNIFESP Google Scholar
Novaes, Maria Alice Fontes Pinto Autor UNIFESP Google Scholar
Bressan, Rodrigo Affonseca Autor UNIFESP Google Scholar
Lacerda, Acioly Luiz Tavares de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Sinapse de Neurociências Clínicas
Centro de Pesquisa e Ensaios Clínicos Sinapse-Bairral
Resumo OBJECTIVE: Cannabis is the most used illicit drug worldwide, however only a few studies have examined cognitive deficits related to its use. Clinical manifestations associated with those deficits include amotivational syndrome, impairment in cognitive flexibility, inattention, deficits in abstract reasoning and concept formation, aspects intimately related to the executive functions, which potentially exert a central role in substance dependence. The objective was to make a review about consequences of cannabis use in executive functioning. METHOD: This review was carried out on reports drawn from MedLine, SciELO, and Lilacs. DISCUSSION: In studies investigating acute use effects, higher doses of tetrahydrocannabinol are associated to impairments in performance of nonsevere users in planning and control impulse tasks. However, chronic cannabis users do not show those impairments. Although demonstration of residual effects of cannabis in the executive functioning is controversial, persistent deficits seem to be present at least in a subgroup of chronic users after 28 days of abstinence. CONCLUSIONS: The neuropsychological studies found did not have as a main aim the evaluation of executive functioning. A criterial selection of standardized neuropsychological tests, more appropriate study designs as well as concomitant investigations with structural and functional neuroimaging techniques may improve the understanding of eventual neurotoxicity associated with cannabis use.

OBJETIVO: A maconha é a droga ilícita mais consumida no mundo, porém ainda existem poucos estudos examinando eventuais prejuízos cognitivos relacionados ao seu uso. As manifestações clínicas associadas a esses déficits incluem síndrome amotivacional, prejuízo na flexibilidade cognitiva, desatenção, dificuldade de raciocínio abstrato e formação de conceitos, aspectos intimamente ligados às funções executivas, as quais potencialmente exercem um papel central na dependência de substâncias. O objetivo do estudo foi fazer uma revisão a respeito das implicações do uso da maconha no funcionamento executivo. MÉTODO: Esta revisão foi conduzida utilizando-se bases de dados eletrônicas (MedLine, Pubmed, SciELO and Lilacs). DISCUSSÃO: Em estudos de efeito agudo, doses maiores de tetrahidrocanabinol encontram-se associadas a maior prejuízo no desempenho de usuários leves em tarefas de controle inibitório e planejamento; porém, este efeito dose-resposta não ocorre em usuários crônicos. Embora haja controvérsias no que se refere a efeitos residuais da maconha, déficits persistentes parecem estar presentes após 28 dias de abstinência, ao menos em um subgrupo de usuários crônicos. CONCLUSÕES: Os estudos encontrados não tiveram como objetivo principal a avaliação das funções executivas. A seleção de testes padronizados, desenhos de estudos mais apropriados e o uso concomitante com técnicas de neuroimagem estrutural e funcional podem auxiliar na melhor compreensão das conseqüências deletérias do uso crônico da maconha no funcionamento executivo.
Palavra-chave Cannabis
Neuropsychology
Cognition
Frontal lobe
Review literature
Cannabis
Neuropsicologia
Cognição
Lobo frontal
Literatura de revisão
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2008-03-01
Publicado em ALMEIDA, Priscila Previato et al . Revisão: funcionamento executivo e uso de maconha. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo , v. 30, n. 1, p. 69-76, mar. 2008
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 69-76
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462008000100013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000254195000013
SciELO S1516-44462008000100013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4249

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462008000100013.pdf
Tamanho: 1.201MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta