Distúrbios no perfil lipídico são altamente prevalentes em população nipo-brasileira

Distúrbios no perfil lipídico são altamente prevalentes em população nipo-brasileira

Título alternativo Lipid profile disturbances are highly prevalent in Japanese-Brazilians
Autor Siqueira, Antonela F. A. Autor UNIFESP Google Scholar
Harima, Helena A. Autor UNIFESP Google Scholar
Osiro, Katsumi Autor UNIFESP Google Scholar
Hirai, Amélia Toyomi Autor UNIFESP Google Scholar
Gimeno, Suely Godoy Agostinho Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Japanese-Brazilian Diabetes Study Group
Resumo High prevalence of diabetes has been previously reported in Japanese-Brazilians. In an attempt to better estimate the cardiometabolic risk, this study evaluated lipid disorders in 1,330 Japanese-Brazilians (46% men) aged >30 years. Hypercholesterolemia was defined as serum cholesterol > 240 mg/dL, hypertriglyceridemia as values > 150 mg/dL and low-HDL-C as values <40 mg/dL and <50 mg/dl for men and women respectively. The prevalence of dyslipidemias was compared by the chi-square test between gender and glycemic category. Mean and Standard Deviation of lipids and lipoproteins were compared by the Student t-Test between gender. Hypertriglyceridemia was detected in 66.0% [95% CI: 63.5-68.5] of the population, being more common in men and increasing with deterioration of glucose metabolism. Mean level of triglycerides was 235.7±196.3 mg/dL. The prevalence of hypercholesterolemia was 24.4% [95% CI: 22.1- 26.7]. Low HDL-C was observed in 17.5% [95% CI: 14.5-20.5] of men and 43.0% [95% CI: 39.4- 46.6] of women but total / HDL-cholesterol ratio was lower in women (4.23 ± 0.68 vs. 4.40 ± 0.73, p<0.001). In Japanese-Brazilians, hypertriglyceridemia is the commonest dyslipidemia, in agreement with the high prevalence of diabetes. Men showed a worse lipid profile than women; it was suggested that the Western diet and living habits could be deteriorating their health.

Alta prevalência de diabetes em população nipo-brasileira de Bauru/SP foi previamente relatada. Visando a complementar a avaliação do risco cardiometabólico, este estudo analisou distúrbios no perfil lipídico de 1.330 nipo-brasileiros (46% homens) > 30 anos. Definiu-se hipercolesterolemia por níveis de colesterol total > 240 mg/dL; hipertrigliceridemia por valores > 150 mg/dL e HDL-colesterol baixo por valores < 40 mg/dL e < 50 mg/dL para homens e mulheres, respectivamente. A prevalência desses distúrbios foi comparada pelo qui-quadrado, estratificando-se por sexos e categorias glicêmicas. As médias dos lipídeos e lipoproteínas foram comparadas entre sexos pelo teste t de Student. A prevalência de hipertrigliceridemia foi de 66,0% (IC95%:63,5 - 68,5%), sendo mais comum em homens e aumentando com a piora da categoria glicêmica; a trigliceridemia média foi 235,7 ± 196,3 mg/dL. A prevalência de hipercolesterolemia foi 24,4% (IC95%:22,1 - 26,7%); HDL-C baixo foi observado em 43,0% (IC95%:39,4 - 46,6%] das mulheres e 17,5% (IC95%:14,5 - 20,5%) dos homens, porém a razão colesterol total/HDL-C foi menor em mulheres (4,23 ± 0,68 vs. 4,40 ± 0,73; p < 0,001). Em nipo-brasileiros, a hipertrigliceridemia é a anormalidade lipídica mais comum, em concordância com a elevada prevalência de diabetes. Os homens apresentaram pior perfil lipídico que as mulheres. Sugere-se que hábitos de vida ocidental possam estar deteriorando a saúde desses indivíduos.
Palavra-chave Dyslipidemias
Japanese-Brazilians
Diabetes
Cardiometabolic risk
Dislipidemias
Nipo-brasileiros
Diabetes
Risco cardiometabólico
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2008-02-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 52, n. 1, p. 40-46, 2008.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 40-46
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302008000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302008000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4240

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302008000100007.pdf
Tamanho: 107.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta