Intervenções de desenvolvimento docente na graduação em instituições de ensino superior em saúde: uma revisão sistemática

Intervenções de desenvolvimento docente na graduação em instituições de ensino superior em saúde: uma revisão sistemática

Título alternativo Interventions for faculty development in undergraduate health programs: a systematic review. Foundations to build an interactive online platform to faculty development
Autor Silva, Paulo Ricardo Giusti da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Batista, Sylvia Helena Souza da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde – EPE
Resumo Contexto: As pesquisas na área de desenvolvimento docente em saúde são amplas e envolvem estudos de caráter qualitativo e quantitativo, de acordo com o tipo de pergunta a ser respondida. No que tange ao desenvolvimento docente em cursos de graduação da área da saúde, faltam estudos que avaliem a efetividade das diferentes intervenções destes programas em relação aos docentes, discentes e instituições. Objetivo: avaliar a efetividade das intervenções dos programas de desenvolvimento docente em professores de graduação de Instituições de Ensino Superior em Saúde, nos discentes e nas respectivas instituições e fundamentar a construção de uma plataforma interativa online para desenvolvimento docente. Métodos: Foi realizada uma busca eletrônica nas bases de dados: MEDLINE via PubMed (1948 a 16 janeiro de 2014), EMBASE via Elsevier (1980 a 16 de janeiro de 2014); Portal de Pesquisa BVS - LILACS-Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde via formulário IAHX / IBECS – Índice Bibliográfico da Espanha em Ciências da Saúde / BDENF – Biblioteca da Enfermagem / COCHRANE (1982 a 16 janeiro de 2014), ERIC via Web (1964 a 16 de Janeiro de 2014) e BEME (2000 a 16 de Janeiro de 2014). Seleção dos estudos: Foram incluídos estudos controlados randomizados que avaliaram os efeitos dos programas de desenvolvimento docente em professores da graduação de instituições de ensino superior em cursos da área da saúde. Coleta de dados: Dois autores, independentes, realizaram a extração de dados e avaliação do risco de viés. Resultados: Foram identificados 3.946 artigos, 26 livros e 22 teses. Destes, 83 foram selecionados para avaliação inicial. Foram incluídos cinco estudos controlados randomizados, envolvendo um total de 283 participantes em intervenções direcionadas para o desenvolvimento docente. Na avaliação dos desfechos educacionais, segundo Kirkpatrick, um estudo foi classificado no nível 4B, cinco no nível três, três no nível 2B, quatro no 2A e três no nível 1. Nenhum dos cinco estudos foi classificado com baixo nível de viés para todos os domínios avaliados. A média do Medical Education Research Study Quality Instrument (MERSQI) para os cinco estudos foi de 15,7 pontos. Quanto aos resultados dos desfechos avaliados, foram definitivamente benéficos à participação no programa de desenvolvimento docente, conscientização de pontos fortes e problemas, assim como o desejo de avaliar e melhorar o método de ensino, alterando a forma de ensinar durante o período de atividade docente em que se encontravam, mudanças na avaliação, feedback e mudanças no aumento da retenção do aprendizado. Conclusão dos autores: As evidências disponíveis por meio de estudos controlados randomizados demonstram a efetividade dos programas de desenvolvimento docente na graduação dos cursos da área da saúde. Mais estudos controlados randomizados são necessários para reforçar os achados dos estudos incluídos nesta revisão.

Background: Research on faculty development in health programs are extensive and include studies of qualitative and quantitative, according to the type of question to be answered. With respect to faculty development in undergraduate health programs, there is a lack of studies that assessed the effectiveness of different interventions in the development of teachers, students and institutions. Aim: to assess the effectiveness of interventions in faculty development for teachers and students in undergraduate health programs, and support the construction of an interactive online platform for faculty development. Methods: an electronic search was performed in several databases: MEDLINE via PubMed (1948 to Jan 16th, 2014), EMBASE via Elsevier (1980 to Jan 16th, 2014); LILACS “Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde” via IAHX / IBECS form “Índice Bibliográfico da Espanha em Ciências da Saúde” / BDENF – “Biblioteca da Enfermagem” / COCHRANE (1982 to Jan 16th, 2014), ERIC via Web (1964 to Jan 16th, 2014), and BEME (2000 a 16 de Janeiro de 2014). Selection Criteria: all randomized controlled trials that assessed the effectiveness of interventions in faculty development for faculty in undergraduate health programs. Data Collection: Two authors independently selected studies for inclusion, extracted data and assessed the risk of bias. Results: 3,946 articles, 26 books and 22 theses were identified. Of these, 83 were selected for initial evaluation. Five randomized controlled trials were included, including a total of 283 participants from interventions in faculty development. In assessing the educational outcomes, according to Kirkpatrick, a study was classified as level 4B, five as level 3, three as level 2B, four as level 2A, and three as level 1. None of the five studies was rated with a low level of bias for all domains assessed. Using the Medical Education Research Study Quality Instrument (MERSQI), the average points for the five studies was 15.7. Regarding the results of the outcomes assessed, participation in faculty development was definitely beneficial. They developed awareness of strengths and limitations, as well as the willingness to evaluate and improve teaching methods by changing the way of teaching during faculty activities, perceived problems in teaching, change in exams and feedback, and changes in increased retention of learning. Conclusion: The available evidence demonstrated the effectiveness of faculty development interventions in undergraduate health programs. Further randomized controlled trials are needed to strengthen the findings of the studies included in this review.
Palavra-chave Educação superior
Ciências da saúde
Revisão sistemática
Educação a distância
Desenvolvimento docente
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em SILVA, Paulo Ricardo Giusti da. Intervenções de desenvolvimento docente na graduação em instituições de ensino superior em saúde: uma revisão sistemática. 2014. 149f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 149f.
Fonte http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/teses/tese_156_intervencoes_desenvolvimento_docente_paulo_giusti%20.pdf
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/11600/41912

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta