Considerações teóricas sobre a relação entre respiração oral e disfonia

Considerações teóricas sobre a relação entre respiração oral e disfonia

Título alternativo Theoretical considerations on the relationship between mouth breathing and dysphonia
Autor Tavares, Juliana Gomes Google Scholar
Silva, Érika Henriques de Araújo Alves da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Faculdade Integrada do Recife
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas
Resumo It is known that mouth breathing can lead to several bone, postural, muscular and functional alterations, and also changes on vocal quality and/or vocal behavior. These alterations can compromise oral communication, in which the voice cannot perform its basic role on the transmission of an individual's verbal and emotional message. Individuals with mouth breathing can present hiper or hiponasal resonance, changes on voicing features and hoarseness. From researches on LILACS and SciELO databases, books and specialized magazines about the subject, it was carried a literature review about the relationship between mouth breathing and dysphonia, analyzing the influence of alterations caused by mouth breathing on vocal quality and/or vocal behavior. It was possible observe that mouth breathing promotes several significant structural alterations, which reflect on stomatognathic functions and on phonation. However, few authors report the possible correlation between mouth breathing and dysphonia.

Sabe-se que a respiração oral pode ocasionar diversas alterações ósseas, posturais, musculares e funcionais, como também, alterações na qualidade e/ou comportamento vocal. Estas alterações podem comprometer a comunicação oral, na qual a voz não consegue desempenhar seu papel básico de transmissão da mensagem verbal e emocional do indivíduo. O indivíduo com respiração oral pode apresentar ressonância nasalizada e a voz pode apresentar alterações no traço de sonoridade, hiper ou hiponasal, ou rouca. A partir de pesquisa nas bases de dados LILACS, SciELO, livros, revistas especializadas sobre o tema, buscamos fazer uma revisão na literatura sobre a relação entre respiração oral e disfonia, analisando a influência das alterações causadas pela respiração oral na qualidade e/ou comportamento vocal. No entanto, foi possível observar que a respiração oral promove uma série de alterações estruturais significativas que refletem nas funções estomatognáticas, interferindo também na fonação. Contudo, poucos autores relatam a possível correlação entre esses dois parâmetros (respiração oral e disfonia).
Palavra-chave Voice
Mouth breathing
Dysphonia
Voice quality
Voz
Respiração bucal
Disfonia
Qualidade da voz
Idioma Português
Data de publicação 2008-01-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 13, n. 4, p. 405-410, 2008.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 405-410
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342008000400017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342008000400017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4185

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-80342008000400017.pdf
Tamanho: 106.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta