Violência e gestão da ordem social em Furnas-Tremembé

Violência e gestão da ordem social em Furnas-Tremembé

Título alternativo Violence and order management at Furnas-Tremembé
Autor Fernandes, Alan Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pompa, Maria Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciências sociais - EFLCH
Resumo Este trabalho busca investigar se e de que forma a violência é considerada um recurso legítimo da construção das sociabilidades na região conhecida como Furnas-Tremembé, localizada na periferia nordeste da cidade de São Paulo. Partese de uma perspectiva sobre a gestão da ordem social, observando os trânsitos dos sujeitos entre duas ordens que coexistem, apesar de classicamente situadas em polos opostos: uma instância normativa ligada ao universo institucional-legal e outra mais fundamentada no “mundo do crime”. A metodologia empregada baseou-se em modelos qualitativos vis a vis com os modelos sociológicos que abordam a questão da violência urbana, sobretudo na tradição de Alba Zaluar e Luiz Antonio Machado da Silva e demais autores mais atuais que se inspiram nesses postulados. A posição do pesquisador, enquanto agente social na interação social, é problematizada metodologicamente a partir de reflexões da antropologia pós-moderna. A pesquisa busca apontar alguns desafios que se impõem, sob essa análise, no campo da segurança pública, sinalizando para possíveis modelos de abordagens das políticas públicas.

This paper investigates whether and how violence is considered a legitimate resource of the construction of sociability at the area known as Furnas - Tremembé, located on the northeastern periphery of São Paulo city. I start from the perspective on the management of social order, observing the transits of subjects between two orders that coexist, although classically located on opposite poles: a normative instance linked to the institutional-legal universe and other more grounded in the universe of crime. The methodology was based on qualitative models vis a vis with sociological models that address the issue of urban violence, especially in the tradition of Alba Zaluar and Luiz Antonio Machado da Silva and other more current authors who are inspired by these postulates. The position of the researcher, as a social agent in social interaction, is methodologically discussed from reflections of postmodern anthropology. The research seeks to identify some challenges that are imposed under this analysis, on the field of public safety, pointing to possible models of public policy approaches.
Palavra-chave Violência urbana
Periferias urbanas
Criminologia
Sociabilidade
Sistema simbólico
Idioma Português
Data de publicação 2014-07-11
Publicado em FERNANDES, Alan. Violência e gestão da ordem social em Furnas - Tremembé. 2014. 142 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo. Guarulhos, 2014.
Linha de pesquisa Pensamento político e social, Estado e ação coletiva
Área de concentração Ciências sociais
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/11600/41791

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Violência e ges ... remembé_Alan Fernandes.pdf
Tamanho: 1.162MB
Formato: PDF
Descrição: Alan Fernandes
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta