Risk factors associated with developmental abnormalities among high-risk children attended at a multidisciplinary clinic

Risk factors associated with developmental abnormalities among high-risk children attended at a multidisciplinary clinic

Título alternativo Fatores de risco associados a alterações de desenvolvimento em crianças de alto risco acompanhadas em ambulatório multidisciplinar
Autor Resegue, Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
Puccini, Rosana Fiorini Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Edina Mariko Koga da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVE: Knowledge of risk factors associated with child development disorders is essential for delivering high-quality childcare. The objective here was to evaluate the relationships between risk factors and occurrences of developmental abnormalities among children attended at a reference clinic for children at risk of developmental abnormalities. DESIGN AND SETTING: Retrospective study at a multidisciplinary reference center, Embu, São Paulo. METHODS: All cases followed up for more than three months between 1995 and 2003 were reviewed. The risk factors assessed were low birth weight, gestational age, length of stay in neonatal ward, perinatal asphyxia, mother s age < 18 years, congenital infections, malformations and low mother s education level. Developmental abnormalities were defined according to developmental tests and assessments by the clinic s professionals. The statistical analysis consisted of the chi-squared test for comparing categorical variables and a logistic regression model for multivariate analysis. RESULTS: 211 children were followed up for more than three months. Developmental abnormalities occurred in 111 (52.6%). Univariate analysis showed significant relationships between developmental abnormality and low birth weight, perinatal asphyxia, length of stay > 5 days, prematurity and mother s age 18 years and older. Low birth weight, history of perinatal asphyxia and mother s age continued to be significant in multivariate analysis. CONCLUSIONS: Special attention must be paid to the development of low birth weight infants and/or infants with histories of neonatal complications. Low birth weight is easily assessed and should be considered to be an important marker when defining guidelines for following up child development.

CONTEXTO E OBJETIVOS: O conhecimento dos fatores de risco associados a distúrbios do desenvolvimento é fundamental para a qualidade dos cuidados prestados à criança. O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre fatores de risco para atraso de desenvolvimento e as alterações observadas em crianças acompanhadas num ambulatório multidisciplinar. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo retrospectivo desenvolvido em ambulatório multidisciplinar de referência, Embu, São Paulo, Brasil. MÉTODO: Revisaram todos os prontuários das crianças acompanhadas por mais de três meses entre 1995 e 2003. Fatores de risco analisados: baixo peso ao nascer, idade gestacional, tempo de permanência no berçário, asfixia perinatal, idade materna < 18 anos, infecção congênita, malformação e baixa escolaridade materna. A alteração do desenvolvimento foi definida pela realização de testes padronizados e pela avaliação dos profissionais envolvidos. Análise estatística: na comparação das variáveis categóricas, utilizou-se o Teste Qui-Quadrado. Para análise multivariada, utilizou-se o modelo de regressão logística. RESULTADOS: 211 crianças foram acompanhadas por mais de três meses. Alterações do desenvolvimento ocorreram em 111 crianças (52,6%). Na análise univariada, baixo peso ao nascer, asfixia perinatal, tempo de permanência no berçário > 5 dias, prematuridade e mães > 18 anos apresentaram relação significante com alterações do desenvolvimento. Na análise multivariada, asfixia perinatal, baixo peso ao nascer e idade materna mantiveram essa associação. CONCLUSÕES: Especial atenção deve ser dada ao desenvolvimento das crianças com baixo peso ao nascer e/ou história de intercorrências neonatais. O baixo peso ao nascer deve ser considerado importante marcador ao definir-se diretrizes para o acompanhamento do desenvolvimento das crianças.
Palavra-chave Infant development
Risk factors
Early intervention (Education)
Primary health care
Infant, low birth weight
Desenvolvimento infantil
Fatores de risco
Intervenção precoce (Educação)
Atenção primária à saúde
Baixo peso ao nascer
Idioma Inglês
Data de publicação 2008-01-01
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 126, n. 1, p. 4-10, 2008.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 4-10
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802008000100002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000258511100002
SciELO S1516-31802008000100002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4169

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802008000100002.pdf
Tamanho: 194.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta