O combate das ideias: estratégias culturais dos intelectuais comunistas baianos na produção de um novo conhecimento sobre o Brasil (1920-1937)

O combate das ideias: estratégias culturais dos intelectuais comunistas baianos na produção de um novo conhecimento sobre o Brasil (1920-1937)

Título alternativo The combat of ideas: cultural strategies of Bahian communist intellectuals in the production of a new knowledge about Brazil (1920-1937)
Autor Santana, Geferson Autor UNIFESP Google Scholar
Tutor Toledo, Maria Rita de Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Institución Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Programa de posgrado História - EFLCH
Resumen Esta pesquisa visou investigar a atuação dos intelectuais comunistas no estado da Bahia em finais da década de 1920 a início de 1937. Enveredar por este recorte de pesquisa nos permitiu entender o envolvimento dos sujeitos da investigação com agremiações e correntes literárias como a Academia dos Rebeldes (AR) e o movimento regionalista nordestino. Para tanto, analisamos os romances do escritor Jorge Amado, que tomaram o realismo dos regionalistas como referente para a criação de suas obras, como também o realismo socialista enquanto modelo estético - imposto pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) aos Partidos Comunistas (PCs) e consequentemente a seus escritores e artistas. Na última parte da pesquisa debruçamo-nos sobre a atuação dos comunistas no debate sobre os problemas de classe, raça e as questões étnico-religiosas no Brasil. Para tanto, analisamos o processo de organização do II Congresso Afro-Brasileiro realizado em Salvador em 1937 e seus resultados. Demonstramos que a inserção dos temas em questão estavam em diálogo com as diretrizes do Partido Comunista do Brasil (PCB), que se esforçava por inserir o negro na classe proletária brasileira. Nesse sentido, entendemos que as discussões alimentadas por Jorge Amado, Edison Carneiro e Aydano do Couto Ferraz em jornais, revistas e livros ou mesmo nos anais dos congressos afro-brasileiros estavam a serviço de um aprofundamento das ideias promovidas pelo partido sobre o “negro proletário”. Palavras-ch

This research aimed at investigating the actions of communist intellectuals in the state of Bahia in the late 1920s to the early 1937. By making this research on this temporality it allowed us to understand the involvement of the subjects of our research with literary associations such as the Rebel Academy (AR) and the Northeastern regional movement. In order to do so, we analyze the writings of the writer Jorge Amado, which took the realism of the regionalists as a reference for the creation of his works, as well as socialist realism as an aesthetic model – imposed by the Union of Soviet Socialist Republics (USSR) and consequently to their writers and artists. In the last part of the research, we focus on the communists' role into the debate about the problems of class, race and ethno-religious issues in Brazil. Therefore, we analyze the process of the organization of the II Afro-Brazilian Congress held in Salvador in 1937 and its results. We have shown that the issues in question were in dialogue with the guidelines of the Communist Party of Brazil (PCB), which endeavored to insert the Negro into the Brazilian proletarian class. In this way, we understand that the discussions proposed by Jorge Amado, Edison Carneiro and Aydano do Couto Ferraz in newspapers, magazines and books or even in the annals of the Afro-Brazilian congresses were at the service of a deepening movement of the ideas promoted by the party on the "black proletarians".
Materia Communist intellectuals
Intelectuais comunistas
Regionalist movement
Proletarian romance
Black and class
Socialist realism
Movimento regionalista
Romance proletário
Negro e classe
Realismo socialista
Idioma Portugués
Organismo de financiación Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número de concesión FAPESP: 2014/12349-0
Fecha 2017-07-11
Publicado en SANTANA, Geferson. O combate das ideias: estratégias culturais dos intelectuais comunistas baianos na produção de um novo conhecimento sobre o Brasil (1920-1937). 2017. 336 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo . Guarulhos, 2017.
Área de investigación Poder, Cultura e Saberes
Área de conocimiento História e historiografia
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Restricciones de acceso Acceso abierto Open Access
Tipo Disertación
URI http://hdl.handle.net/11600/41555

Mostrar el registro completo del ítem




Fichero

Nombre: Geferson Santan ... ideias (Versão Final).pdf
Tamaño: 3.133Mb
Formato: PDF
Descripción: Geferson Santana - O combate das ideias (Versão Final)
Abrir fichero

Este ítem aparece en la(s) siguiente(s) colección(ones)