O currículo paralelo dos estudantes da terceira série do curso médico da Universidade Federal de Alagoas

O currículo paralelo dos estudantes da terceira série do curso médico da Universidade Federal de Alagoas

Título alternativo The parallel curriculum of Third-year medical students of the Federal University of Alagoas
Autor Tavares, Carlos Henrique Falcão Google Scholar
Maia, José Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Muniz, Marcella Cristina Halliday Google Scholar
Malta, Moana Vergetti Google Scholar
Magalhães, Belmira Rita Da Costa Google Scholar
Thomaz, Ana Claire Pimenteira Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Alagoas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this investigation was to characterize the parallel curriculum of third-year medical students of the Federal University of Alagoas by using a self-applied questionnaire, which was answered by 63 students. The data obtained showed that the greater part of students (98.41%) had developed some kind of extra-curricular activity. 45.59% of these activities had been carried out during a six month's period and occupied more than six hours a week. The reasons that most frequently motivated these activities were getting practice at medical activities (36.27%) and acquiring new knowledge (30,39%). 98.39% of the students had opted for training periods to which they were admitted by public competition (52%) or admission tests (36%). It is concluded that in the third year of the Medical course students are still not qualified for the different services and the extra-curricular training periods many times hamper their academic performance. It is thus responsibility of the University to guide the students, show them the right moment to start such activities and to offer support to these initiatives

O trabalho teve por objetivo caracterizar o currículo paralelo dos alunos da terceira série do curso médico da Universidade Federal de Alagoas, por meio de um questionário auto-aplicado a uma amostra de 63 alunos. Com base na análise dos dados, constatou-se que a maioria dos alunos (98,41%) buscou algum tipo de atividade extracurricular, sendo que 45,59% delas foram realizadas no período de seis meses, consumindo mais de seis horas semanais. As principais motivações citadas foram a busca da prática na atividade médica (36,27%) e a aquisição de novos conhecimentos (30,39%). Nota-se que 98,39% dos alunos optaram principalmente por estágios, sendo as principais formas de ingresso os concursos (52%) e a seleção (36%). Conclui-se que, durante a terceira série do curso médico, os alunos ainda não estão capacitados para atuar nos diversos serviços e, por vezes, prejudicam suas atividades acadêmicas para realizar os estágios. Cabe à Universidade orientar seus alunos quanto ao momento mais adequado para o início dessas atividades, além de oferecer suporte quando da realização das mesmas.
Palavra-chave Curriculum
Education, Medical, Undergraduate
Students, Medical
Currículo
Educação de Graduação em Medicina
Estudantes de Medicina
Idioma Português
Data de publicação 2007-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 31, n. 3, p. 245-253, 2007.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 245-253
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022007000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022007000300007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4083

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-55022007000300007.pdf
Tamanho: 774.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta